Urgente: Veja o Vídeo de Porrada Na Penal Em Rio Branco. 

Nocaute na Penal

Um vídeo que registra uma briga entre presidiários de uma das celas do pavilhão “D” do complexo penitenciário Francisco d’Oliveira Conde (Penal) é sucesso entre usuários da rede social WatsZap. O vídeo retrata uma briga de vale-tudo entre dois detentos resultando em nocaute de um.

O vídeo tem duração de um minuto e quarenta e seis segundo. Ele tem início com uma imagem aberta da cela, com o posicionamento da câmera do alto mostrando os dois “pugilistas” em aquecimento enquanto ouve-se os comentários da “torcida”, ou seja, dos demais detentos da cela. Fala-se em apostas e ouve-se os costumeiros “IRRU!” anunciando a euforia da “galera”.

A partir do segundo 26, quando alguém diz “pode começar”, o que se vê é muita pancadaria, até que, no segundo 53, um dos lutadores é atingido com um violento soco no rosto e cai ao chão desacordado. O vencedor não se contém e continua atingindo-o com fortes pancadas. Alguém grita algo como “que é isso, Gondim?”, enquanto que ouros intervém impedindo o massacre.

Imagens feitas por celular 

Nocaute! Gritam alguns.

Chega o socorro. Os colegas de cela tentam reanimar o caído e alguém que faz o papel de comentarista afirma: “levanta o braço do campeão”.

Euforia! O “campeão” ergue os braços e se mostra para a câmera exibindo o rosto ensanguentado.

O vídeo encerra quando alguém aparece com um vaso com água, deixando claro que ela seria usada para reanimar o nocauteado.

As imagens do vale-tudo na Penal são de baixa qualidade e com pouca iluminação, indicando que devem ter sido feitas a partir de um aparelho de celular.

Sabe-se que as normas de segurança proíbem a entrada desse tipo de equipamento nas penitenciárias, mas, na prática, essa é uma regra não respeitada nas cadeias do País. No Acre, é comum a apreensão de celulares, drogas e armas no interior das celas. Também são apreendidos com visitantes, na maior parte parentes dos presos, que insistem em levá-los para dentro da cadeia.

Até o momento dessa postagem, o nome dos protagonistas desse vídeo ainda não tinha sido revelado. Também não se sabe em que data foi gravado o vídeo e se a direção do Instituto de Administração Penitenciária (Iapen) tomou conhecimento do vídeo.

Fonte:aquirynoticias.com