Lixão de Brasiléia em total abandono pelo poder público municipal

Por Alemão Monteiro

Foto Em Montagem Alemão Monteiro
Foto Em Montagem Alemão Monteiro

A redação do site 3 de julho recebeu uma ligação de um morador as hs 8:00 na noite desta sexta-feira, moradores  que residem próximo ao lixão na BR 317 km 10 em Brasiléia para reclamar que a nove dias o lixão pegou fogo.

A redação deste site foi conferir de perto e comprovamos o que realmente está acontecendo no local, segundo o morador que não quis se identificar para não sofrer retaliação por parte do poder público municipal, já não aguenta mais pedir ao prefeito Everaldo Lopes e ao então Assessor Clécio Gadelha da secretaria de obras e a sombra do seu irmão Cleudo Gadelha da obras, eles pedem uma providencia em caráter de urgência também ao ministério público uma medida mais enérgica diante da situação em que estão vivendo próximo a região do lixão.

Segundo o morador do Vale do alto acre isso é um desrespeito por que nós pagamos os nossos encargos tributários mais nada foi feito até agora, estamos em total abandono por parte do poder municipal, todos os dias vejo as crianças chegarem com os pais podendo está brincando elas estão dentro desse lixão correndo o risco de contaminação, pergunto onde estão os órgãos responsáveis? Pessoas sensibilizadas com situação desumana na qual estamos vivendo.

Vale ressaltar que o lixão está localizado em Brasiléia.

O morado fala ainda que compreende que  está na hora das responsabilidades deste município serem divididas também já que Brasiléia tem dois ou três Prefeitos, ou vamos ter que assumir esse filho abandonado que exala cheiro de fumaça porque a nove dias é só fogo e a secretaria de obras não aparece para resolver o problema. 

Posicionamento da câmara

Por não aguentar esta situação, escancarada, agora o morador quer um posicionamento da câmara de vereadores que estão ali para defender os interesses do povo mais o prefeito Everaldo Lopes tem a maioria dos vereadores ao seu favor e agora é contra o povo de Brasiléia. 

Nesta história só quem tem pago o pato é o povo mais as eleições vem ai quero ver a cara do então presidente da Câmara o senhor Mario Jorge e o então Prefeito Everaldo Lopes finalizou o morador próximo do lixão.

1234