Polícia prende mais 13 pessoas durante a quarta fase da Operação Impactus em Rio Branco

Pedro Paulo 

Polícia prendeu mais 13 pessoas por roubo, tráfico de drogas, estupro e homicídio. Cinco das quais em flagrante/Foto: Assessoria
Polícia prendeu mais 13 pessoas por roubo, tráfico de drogas, estupro e homicídio. Cinco das quais em flagrante/Foto: Assessoria

Mais 13 prisões ocorreram durante a Operação Impactus IV deflagrada na manhã desta terça-feira, 17, na área da 5ª Regional de Polícia. A partir do trabalho integrado dos órgãos de segurança pública, a Polícia Civil com apoio do Ciopaer prendeu várias pessoas, em Rio Branco, por roubo, tráfico de drogas, estupro e homicídio. Cinco das quais em flagrante.

A operação, uma ação do Sistema Integrado de Segurança Pública (Sisp), contou com a participação de 70 homens da Polícia Civil. Dez delegados comandaram a ação da Delegacia Itinerante, com o apoio do helicóptero João Donato (Ciopaer).

Foram cumpridos vinte e cinco mandados de busca e prisão, na região “alta” da cidade, dentro do Plano de Ação Integrada pela Paz.

Entre os presos na operação policial esta Erick de Lima Almeida, 22, suspeito de participação na morte do empresário Getúlio Dantas Queiroga, 60, que foi atingido com três tiros no tórax durante uma tentativa de assalto na empresa em que trabalhava, no Distrito Industrial, no dia 6 último.

Foram cumpridos vinte e cinco mandados de busca e prisão

presos-impactus4Na mesma ação os policiais prenderam José Maria Lima do Nascimento e seu parceiro de crime, Valdileudo Alves de Brito. Os dois são suspeitos de dezenas de roubo na capital acreana, tráfico de droga e execução de pessoas.

“José Maria lidera uma Clã na região da Sapolândia. Além de traficar droga ele rouba empresas e residências, também fornece armas para prática de assaltos e homicídios”, disse o delegado Alcino Júnior, responsável pela prisão do investigado.
Na Impactus IV os policiais apreenderam dois revólveres 32 e 38, sete munições, droga, balança de precisão, material para preparo da droga e dinheiro em cédulas diversas.

O delegado Roberth Alencar, da Delegacia Itinerante, lembrou que em 30 dias 61 pessoas foram presas e 85 mandos judiciais foram cumpridos, nas quatro edições da Impactus. “Isso mostra a eficácia da ação da polícia na repressão qualificada e prevenção de crimes”, disse.

Segundo ele, a atuação combina com as atividades da especializada nos bairros, onde foram executadas as diligências, garantindo ao cidadão segurança efetiva e aproximando a sociedade da Polícia Civil.

presos-impactus4-capa2presos-impactus4-capa3presos-impactus4-capa4