Um caminhão roubado em RO também foi recuperado na ação. Ao todo, 26 profissionais de segurança participaram da operação.

Operação ocorre todos os meses em áreas de fronteira, no Acre (Foto: Divulgação Sesp)
Operação ocorre todos os meses em áreas de fronteira, no Acre (Foto: Divulgação Sesp)

Deflagrada na região de fronteira do Acre, a ‘Operação Mutirão Enafron V’, prendeu um homem por suspeita de estupro de vulnerável, recuperou um caminhão roubado em Jaci Paraná (RO) e apreendeu três armas de fogo. A ação contou com o envolvimento de 26 profissionais de segurança pública, entre policiais civis, militares e a Força Nacional, entre os dias 26 e 30 de maio.

A operação ocorre em áreas urbanas e rurais dos municípios em região de fronteira, atendendo as cidades de Assis Brasil, Brasiléia, Epitaciolândia, Capixaba e Plácido de Castro. De acordo com a diretora de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública (Sesp), Alieth Gadelha, a operação faz parte da Estratégia Nacional de Segurança Pública nas Fronteiras (Enafron) e é realizada uma vez por mês, tendo como principal estratégia dar apoio às delegacias na resolução de demandas em áreas isoladas.

“As polícias civil e militar reúnem as demandas do mês, passam para o meu setor. Nós discutimos o que é importante em cada área e tudo o que tiver que ser feito. Um delegado [de uma das cidades em áreas de fronteira] vai ser responsável, saindo de sua delegacia e rodando desde Assis Brasil até Plácido de Castro”, explica. 

Nesta edição da operação várias ações de combate à criminalidade foram realizadas, incluindo cumprimento de mandados de busca e apreensão em áreas de difícil acesso, intimações e a realização de barreiras de combate ao tráfico de drogas e armas. “É importante que nessas áreas distantes, na fronteira, haja a presença da polícia. Não apenas para cumprir do mandado, mas olhar documentação, ter um acompanhamento”, afirma Alieth.

Veriana RibeiroDo G1 AC