Estadual do Acre chega na reta final e dois times seguem na briga pelo título, mas as peculiaridades fora de campo chamaram a atenção dos torcedores locais

Por João Paulo MaiaRio Branco, AC

Zé Macaco, zagueiro do Vasco-AC, e Vaca, ex-técnico e jogador do Alto Acre
Zé Macaco, zagueiro do Vasco-AC, e Vaca, ex-técnico e jogador do Alto Acre

O Campeonato Acreano 2014 entra na reta final com a disputa da final. Atlético-AC e Rio Branco seguem na briga pelo título, mas no papel os destaques são outros. Entre as peculiaridades do estadual deste ano estão os nomes e apelidos curiosos dos jogadores dos clubes locais. De Catita a Zé Macaco, o que não falta é criatividade. 

O nome sensação no Vasco-AC é o do zagueiro Gleydson Ad-vincola do Amaral, o Zé Macaco. O defensor formou dupla de zaga com Flamildo Alves Nascimento, o Branco. Os dois foram companheiros do volante Catita, Arialdo Pereira da Silva Júnior. 

Peculiaridade é um dos pontos fortes do Alto Acre, time que lutou contra o rebaixamento e conseguiu permanecer na elite do futebol local. No elenco, a equipe é composta por jogadores com nomes e apelidos, no mínimo, curiosos. Entre eles, os zagueiros Angilberto Gurgel, mais conhecido por Anjo, e Gerlan Maia de Souza, o Maradona. Fora das quatro linhas, o ex-técnico é Ducivan Barrozo, o Vaca.

Começando pelo Galvez, que teve no elenco o volante Melquisedeque Rezende de Brito, mais conhecido por Kinho. O volante Dieneton Morais de Moura é Tom e o Danierre Freitas é Doni. Raianderson da Costa, meio-campo e artilheiro do time com seis gols, é chamado de Careca. 

Representante do Vale do Juruá no futebol profissional, o Náuas contou com o lateral Saboya, o volante Antônio Arisson Souza, que é Adriano, o zagueiro Evirlândio Ramos (Manino) e o atacante João Vianeis Lustosa, o Vianeis. 

No líder Atlético-AC, o destaque fica por conta do goleiro reserva Cledioneide Fernandes de França, ou simplesmente Babau. No meio-campo do Rio Branco, Júnior da Silva Tragodara, conhecido por Tragodara, completa a lista de nomes curiosos.