‘Incomoda 24 horas’, diz jovem de Cruzeiro do Sul. Dentista afirma que falha em equipamento causou incidente.

Raio-X mostra localização de broca
Vanísia Nery Do G1 AC Foto: Marinaldo Santos/Arquivo pessoal 

broca2O jovem Gleidson da Silva Araújo, de 22 anos, será submetido a um procedimento na próxima sexta-feira (13) para a retirada de uma broca que foi parar em seu nariz, durante a restauração de um dente no posto de saúde Celso Lima Verde, no bairro do Remanso, emCruzeiro do Sul (AC), na sexta-feira (6). O rapaz conta que mesmo com o objeto no rosto, foi liberado pela dentista que o atendeu. Um raio-X feito na mesma unidade revelou a localização da broca.

Gleidson relata que chegou ao local sentindo apenas uma dor no dente e queria extraí-lo, mas a dentista informou que apenas uma restauração era necessária. Durante o procedimento, ele afirma que a broca se soltou e ouviu quando a profissional disse que o objeto havia sumido.

“Ela começou a fazer o processo, até que disse que o objeto tinha sumido. Eu perguntei o que tinha sumido e ela não respondeu, então, meu nariz começou a sangrar muito. A dentista me chamou até de mole. Quando eu saí da sala, comecei a sentir o ferro no meu nariz e falta de ar. Questionei sobre o que havia acontecido, ela me respondeu que tinha sido uma broca, mas que eu não corria risco e que ia apenas me incomodar”, disse o jovem.

Gleidson exibe raio-X feito após procedimento em posto de Saúde (Foto: Marinaldo Santos/ Arquivo pessoal )
Gleidson exibe raio-X feito após procedimento em posto de Saúde (Foto: Marinaldo Santos/ Arquivo pessoal )

Segundo ele, a profissional tratou o caso com tranquilidade e o encaminhou para o Hospital do Juruá, onde um raio-X deveria ser feito apenas nesta segunda-feira (9). No entanto, sem conseguir respirar direito ele decidiu procurar a unidade de saúde ainda na sexta-feira (6). “Isso incomoda 24 horas, eu fico perdendo minha respiração.Estava com um problema tão leve e agora estou com algo sério assim. Eu não tenho condições de me manter na cidade”, conta ele que vive em uma comunidade ribeirinha do município.

Dentista diz que houve falha em equipamento
Responsável pelo procedimento, a dentista Jaqueline Rebouças afirma que o incidente foi ocasionado por uma falha no equipamento do posto de saúde. Segundo ela, a broca se soltou da caneta cirúrgica.

“Fixei a broca na caneta cirúrgica utilizada no consultório e fui fazendo a secção do dente, enquanto isso a broca se soltou, devido a um defeito que está na caneta. Eu pedi para ele cuspir, pois ele podia ter deglutido, mas não havia acontecido isso, ele me falou que estava sentindo algo no nariz, e eu deduzi que fosse a broca”, esclareceu.

A dentista explicou que fez a lavagem do local com soro, e prescreveu o medicamento e encaminhamento para o médico bucomaxilo no Hospital do Juruá, para que a cirurgia fosse realizada. Ela conta que pediu para o paciente retornar nesta segunda-feira ao consultório no posto de saúde para avaliar a situação.

“Eu expliquei para ele tudo que tinha acontecido, que nós temos uma cavidade nessa localidade, meio oca, que a gente chama de seio maxilar, que o dente dele estava em comunicação com essa cavidade, por isso que a broca soltou e saiu. Em momento nenhum eu escondi isso dele. Dei o encaminhamento para ele marcar a cirurgia e retornar na segunda-feira ao consultório para que eu avaliasse como estava”, complementou a dentista.

A dentista ressaltou que o caso não é grave, sendo possível a espera da cirurgia até sexta-feira (13).

Colaborou Glédisson Albano, da TV Cruzeiro do Sul.