Segundo o senador, a verdade é que R$ 35 milhões para a execução da obra já foram empenhados

Redação Rádio Senado 

jorge_viana

O senador Jorge Viana (PT-AC) garantiu, em pronunciamento nesta terça-feira (3) que a presidente Dilma Rousseff não vetou o projeto que garante recursos para a construção da ponte sobre o Rio Madeira na BR-364.

Ele disse que essa notícia equivocada está sendo divulgada nas redes sociais. Segundo o senador, a verdade é que R$ 35 milhões para a execução da obra já foram empenhados, assim como já foram pagos um R$ 1,5 milhão para a empresa que vai executar os trabalhos.

Jorge Viana explicou que a presidente vetou apenas o anexo do projeto, mas isso não afeta a execução da obra da ponte sobre o Rio Madeira:

– O veto da presidente foi a um anexo que tinha uma duplicidade de recursos. O recurso já estava garantido no PAC [Programa de Aceleração do Crescimento]. Essa obra é do PAC, está priorizada, tem recursos garantidos. Não tinha sentido ter um outro anexo com outros recursos. A notícia, então não tem fundamento. A obra é prioritária no PAC – afirmou o senador.

Jorge Viana também registrou a realização de solenidade em Xapuri, no Acre, em que o governador, Tião Viana, e representantes do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade assinaram um acordo para a liberação de R$ 28 milhões para comunidades de seringueiros no estado.

Esse dinheiro será destinado a investimentos em planos de manejo comunitário, psicultura e fortalecimento da cadeia da borracha e da castanha e vai beneficiar mais de três mil famílias de extrativistas, informou o senador.