PRF registra média de 7 acidentes por dia na BR-364; 25 pessoas já morreram este ano

Rondônia Agora

Nos primeiros 3 meses deste ano, cerca de 700 acidentes foram registrados ao longo da BR-364
Nos primeiros 3 meses deste ano, cerca de 700 acidentes foram registrados ao longo da BR-364

Nos primeiros 3 meses deste ano, cerca de 700 acidentes foram registrados ao longo da BR-364, uma média de 7 por dia, segundo balanço apresentado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). Pelo menos 583 pessoas saíram feridas do total de acidentes e 25 morreram na chamada Rodovia da Morte, mesmo com a redução de 21% das ocorrências em relação ao mesmo período do ano passado, com um total de 884.

A imprudência dos condutores ainda é o “Calcanhar de Aquiles” do tráfego na BR-364. Ainda conforme dados da PRF, 40% dos 700 acidentes ocorridos de janeiro a março, foram por falta de atenção do motorista e outros 9% por desobediência à sinalização.

Ocorrências de colisão frontal lideram com 44% o ranking da tipologia de acidentes na rodovia que liga Rondônia ao Acre com 79% registrados em retas e durante o dia.

Embora o balanço ainda seja trimestral, a PRF detecta uma tímida redução em número de acidentes na rodovia, mas acredita que a queda tem a ver com as complicações ocorridas na BR, como o bloqueio ocorrido durante a cheia do rio Madeira, reduzindo drasticamente o tráfego de veículos.

Conforme dados apresentados pela inspetora Márcia Felix, em janeiro deste ano foram registrados 252 acidentes, seguidos de 233 em fevereiro e 215 e março. O número de mortes foi de 6, 9 e 10, respectivamente nos mesmos três meses de 2014.