Eles simulavam serem policiais, para confundir as vítimas, em seguida davam voz de assalto.

Por Pedro Paulo Tavares

260514_joao-e-rony

Três pessoas foram presas nesta segunda-feira, 26, por tráfico, roubo, tentativa de homicídio e porte ilegal de arma de fogo. A ação ocorreu no ramal Menino Jesus, no bairro Taquari, região do Segundo Distrito.

“Os criminosos entravam nas residências encapuzados e usando uniforme militar”, observou o delegado Karlesso Nespoli. Segundo a polícia, trata-se de integrantes de uma quadrilha especializada em roubo que agia em vários pontos de Rio Branco.

Conforme Karlesso, eles simulavam serem policiais, para confundir as vítimas, em seguida davam voz de assalto. Após reunir provas suficientes à autoridade policial ingressou com medidas judiciais em desfavor de João Trajano de Souza Ramos, 19, o Trajano, e seu cúmplice Ronivaldo da Silva Gomes, 21, o Rony. A juíza da 2ª Vara Criminal, Kamilla Acioli, decretou as prisões.

Nesta manhã, quando investigadores da Delegacia Antiassalto em conjunto com policiais militares do 1º BPM executavam a ordem da justiça, Siliveira de Lima, 22, o “Cabeça”, preso do semiaberto, que fazia a segurança do Rony, que seria o chefe da quadrilha, reagiu abordagem atirando contra os policiais.

Um sargento da PM usou da força necessária para conter ação do criminoso, que acabou alvejado na perna e preso em seguida. Em poder do mesmo a polícia apreendeu um revólver 38 especial, utilizado para atacar os policiais, além de cocaína, munição e chumbo para espingarda.