TARAUACÁ: Aumenta o número de furtos e roubos praticados por menores de idade no município

Fonte Blog do Accioly

roubo_de_celular_em_tk_city

Atualmente no nosso município vem acontecendo delitos que antes a gente só ouvia falar que acontecia em cidades grandes. Me refiro ao roubo de celulares e jóias em plena luz do dia praticado por crianças e adolescentes.

Atualmente, várias pessoas usaram suas páginas nas redes sociais para relatar esse ato criminoso por parte de crianças e adolescentes que sempre agem em parcerias com outros.

A grande maioria das vítimas são também crianças e velhos que teoricamente oferecem menos resistência contra o ato dos menores infratores.

Uma das vítimas da última semana foi o filho da professora Vanusa que fez um desabafo na sua página do facebook:

Vanusa Sousa Machado Machado

Hoje andar pelas ruas de nossa cidade já não é muito confiável e as vezes pode ser até motivo de terror.Foi o que aconteceu ontem a noite com meu filho que andando na rua joão pessoa teve seu celular gran duos arrancado de suas mão sem piedade alguma por um marginal que em vez procurar trabalhar e ter suas coisas honestamente prefere viver no mundo da marginalidade e prefere ficar roubando para poder ter algo,não estou chateada pelo celular pois,é bens materiais e isto não me importo e posso muito bem comprar penso no estado que meu filho chegou em casa transtornado pois até arma tipo faca foi mostrado para ele.Peço as autoridades que encontre uma solução para tantos furtos pois, desse tipo já vem acontecendo todos os dias e ninguém faz nada.Peço a Deus que tire da memoria do meu filho esse episódio triste.

A sensação de impunidade tem tornado os menores infratores cada vez mais ousados, como nos casos registrados nos últimos meses em Tarauacá, muitas vezes, porque não existe um local adequado para essas crianças aguardarem a decisão da justiça. O fato é que a delegacia não pode deixar detido naquele setor, um menor de idade, tornando-se irregular e infringindo a lei.

Grande parte dos menores infratores que praticam pequenos delitos, como furtos, assim que são ouvidos, são entregues aos pais e/ou responsáveis e liberados.