Convido os representantes políticos a fazerem uma reflexão sobre suas atitudes 

amenorespm

Fiquei atento para uma postagem feita no face book oficial da Polícia Militar em Senador Guiomard e confesso que no fim reconheci o empenho da equipe de plantão, porém fiquei triste ao perceber o grau de hipocrisia e dissimulação das pessoas que se dizem de bem.

Os elogios foram diversos e em duas horas após a postagem já tinha mais de 180 curtidas, dentre essas de vereadores, do quase ex-prefeito e do próprio prefeito da cidade.

Alguns se atreveram a comentar, sem perceber que um dos casos se tratava de um menor cooptado pelo tráfico de drogas que acarreta um grande número de furtos em nossa cidade.

O que nos faz refletir após acompanhar a manifestação crescente de apoio para prisões e punições para eventuais meliantes, é o conhecimento das responsabilidades daqueles que são eleitos para representar o povo.

Quando ocorre uma prisão, por mais simples que sejam, estamos acostumados com o nosso senso de justiça a torcer para que a Polícia Militar continue trabalhando e tirando de circulação aqueles que perturbam a ordem social.

O problema da insegurança é visto pela população como a falta de efetivo nas ruas e até torcemos por punições rígidas, porém nos esquecemos do papel do estado na promoção da igualdade social.

A falta de oportunidade que deve ser gerada através de políticas públicas eficazes para inserção do jovem no mercado de trabalho deveria ser observada nessas circunstâncias, porém, ela passa despercebida.

Não é necessário ser formado em segurança pública para compreender que nossos adolescentes e jovens estão sendo induzidos ao consumo e participação no comércio do tráfico que gera renda fácil e acesso aos bens que a elite dispõe.

Diante do acontecimento exposto e como um cidadão guiomarense, proponho uma reflexão aos representantes que curtiram que comentaram, e não se deram ao trabalho de perceber que um dos apreendidos era menor de idade.

Sem querer fazer deste texto uma lição de moral, convido os representantes políticos a fazerem uma reflexão sobre suas atitudes e ações enquanto homens públicos, e qual o papel de cada um para o combate das desigualdades sociais.

Gilberto Moura Editor do Portal Quinari