Concurso Baranga da Política

Editado Por Alemão Monteiro

Baranga da Política

Como todos nós estamos cansados de saber, os maiores barangueiros da política nacional são PSDB e ETC. Se a hipocrisia impera na diatribe partidária, pelo menos eles não escondem suas companhias, já que andam de mãos dadas com tribufus como DEM e PMDB em praça pública sem demonstrar o menor sinal de constrangimento. E nem precisam dar justificativas de que estavam bêbados ou carentes.

A barangagem rola a céu aberto mesmo, de aliança no dedo e tudo. Sendo assim, chegou o momento de fazermos o Concurso Baranga da Política. Abaixo, apresento duas concorrentes locais, para que você vote com consciência.

Baranga do DEM: uma velha reacionária, preconceituosa e que unta a boca de Corega para poder sorrir com todos os dentes na boca. Nos últimos tempos ela vem demonstrando sinais de anemia e raquitismo, não tendo forças para impor a sua progressista visão de mundo. Entre os poucos gatos pingados que ainda vão lá comer ração no seu quintal estão simpatizantes do PMN e membros remanescentes do PV.

A baranga do DEM já fez diversas cirurgias plásticas, lipoaspiração, deu uma recauchutada geral, mudou de nome 3 vezes (começou como Arena, depois virou PDS, depois PFL), mas não conseguiu reencontrar seus melhores dias. Está toda repuxada, plastificada e pelancuda. Em nada lembra a perua raivosa e autoritária dos anos 60 e 70, que aplicava violentos corretivos em quem ousava questionar suas ordens.

Sua única fonte de renda atualmente é uma mixaria de pensão que recebe do PSDB, seu segundo casamento, depois de anos separada do primeiro marido. Ou melhor, dos primeiros maridos: uma brigada de militares másculos e truculentos, adeptos de práticas sadomasoquistas nos porões úmidos da subversão.

Baranga do PMDB: é uma senhora um pouco mais jovem, muito mais vigorosa e, digamos, espaçosa. Sofre de obesidade mórbida, mas se nega a fazer a cirurgia de redução de estômago.Seu peso é mantido em segredo, mas calcula-se que passe de 500 quilos. Sua fome obsessivo-compulsiva por cargos na prefeitura de Brasiléia e seu insaciável apetite sexual por parte de seus líderes e membros se tornaram objeto de estudo entre os fofoqueiros de plantão (também conhecidos como cientistas políticos). Invejosa, falsa e egoísta, está sempre fazendo futricas pela vizinhança — mas odeia que os outros comentem a seu respeito. Seu histórico amoroso nunca ficou claro.

O que se sabe é que mantém um casamento conflituoso com o PSDB na indicação de nomes e formação de chapões para concorrer as câmaras estaduais e federais, mas nunca se separaram oficialmente.

Após um período de esbórnia, acabou engravidando do (PT) nacional e se casou por interesse. Mesmo recebendo os presentes mais extravagantes do novo marido, a baranga do PMDB ainda consegue manter relacionamentos extra-conjugais nas mais variadas esquinas do espectro ideológico (inclusive com o ex-marido). Mas como os atos são sempre secretos e libidinosos, ninguém vem a público denunciar (não se sabe se por medo ou vergonha).

Agora é com você. Enquanto as duas barangas lutam no gel, você pode votar na enquete e deixar seus comentários. Vote e opine! A festa da democracia não pode parar!

Qual é a Maior Baranga Da Política Brasileira?

GOSTOU? ENTÃO CURTA O  LIKE !