Concursos com salários de até R$ 8 mil têm inscrições abertas até 8 de maio

Fonte: IG 

54

A Polícia Civil do Estado de São Paulo e a Defensoria Pública do Estado de Goiás estão com inscrições abertas para concurso público. No entanto, o candidato tem de se apressar, pois o período para se inscrever termina nesta terça (6), às 16h, para o processo seletivo da Polícia e nesta quinta (8) o da Defensoria. No total, são 89 vagas disponíveis e salários que vão de R$3.256,40 a R$ 7.906,28.

No Centro Oeste, está aberto um processo seletivo para Defensor Público de 3ª Categoria do Estado de Goiás, com remuneração de R$ 7.906,28 e jornada semanal de 40h. Podem se candidatar bacharéis em Direito com registro na OAB.

São 34 vagas no total, sendo 14 vagas para preenchimento imediato e 20 para cadastro de reserva; dentre elas, estão reservadas duas vagas para deficientes físicos.

O concurso é composto por três fases – todas aplicadas na cidade de Goiânia (GO). Na primeira, o candidato faz uma prova objetiva no dia 15 de junho; na segunda, em 14, 15 e 16 de junho, a avaliação é dissertativa; já na terceira, a prova é de títulos.

As inscrições vão até 8 de maio no site do Centro de Seleção da Universidade Federal de Goiás. A taxa é de R$ 120.

Já na Polícia Civil do Estado de São Paulo, está aberto um concurso para Desenhista Técnico-Pericial de 3ª Classe, com vagas para nível médio. O salário é de R$3.256,40 e jornada semanal de, no mínimo, 40h. As inscrições vão até as 16h de 6 de maio no site da Vunesp e a taxa é de R$ 42,61.

São 55 vagas exclusivas para homens, sendo 5 destinadas a deficientes físicos, nas cidades de Araçatuba, Bauru, Campinas, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santos, São José dos Campos, São José do Rio Preto, Sorocaba, Capital e Grande São Paulo.

O Concurso será realizado em quatro fases. A primeira é composta por uma prova preambular, de caráter eliminatório e classificatório, que será constituída de questões objetivas, consistentes em testes de múltipla escolha. Na segunda fase, o candidato faz uma prova de aptidão psicológica (PAP), de caráter unicamente eliminatório. A terceira é uma avaliação de aptidão física – (PAF), a ser realizada pela Academia de Polícia Dr. Coriolano Nogueira Cobra, na cidade de São Paulo. A quarta e última etapa é a comprovação de idoneidade e conduta escorreita, mediante investigação social.