O médico Lene Vega, que seguia viagem para Manoel Urbano, ao desviar de um buraco, teria atropelado a menor.

Familiares da vítima afirmara que o médico fugiu do local do acidente sem prestar socorro/Foto: Selmo Melo/ContilNet Notícias
Familiares da vítima afirmara que o médico fugiu do local do acidente sem prestar socorro/Foto: Selmo Melo/ContilNet Notícias

familia-garatoa2 (1)

Na noite desta terça-feira (29), familiares de Renata Barroso Ramos, de 13 anos, vítima de atropelamento na tarde do mesmo dia, no km 82 da estrada de Sena Madureira, afirmaram que o médico peruano que teria atropelado a vítima fugiu do local do acidente, sem prestar socorro à garota.

Ele teria abandonado o carro no local, e ido para Sena Madureira em um táxi.

Segundo informações, a garota, que morava com uma tia, perto de onde aconteceu o acidente, teria saído para ir à casa de uma amiga, aonde iria entregar uma bolsa.

Mas, ela não chegou ao seu destino. O médico Neme Vasques, que seguia viagem para Manoel Urbano, ao desviar de um buraco, teria atropelado a menor, que foi jogada a vários metros para dentro do mato, morrendo na hora.

Veja o Vídeo

Da Redação Da Agência ContilNet