Cinco homens encapuzados invadiram a residencia, roubaram objetos e violentaram sexualmente a vítima.

Entre os acusados, dois são menores.

10264889_10200926962016137_484236310_n-320x168O crime ocorreu na madrugada de domingo (27). Cinco homens encapuzados invadiram a residência no bairro da Floresta, próximo ao Quartel da Polícia Militar em Cruzeiro do Sul (AC). Os acusados após roubar pertences das vítimas deixaram a residência e retornaram minutos depois,  para praticar o estupro coletivo.

“Eu e meu marido estávamos  dormindo na sala quando fomos surpreendidos pelo bando. A todo instante éramos ameaçados com arma de fogo  e com uma faca no meu pescoço. Eles pegaram cerca de R$800  e o  meu celular.   Tiraram minha roupa e me estupraram por várias vezes”, relatou a vítima.

10268259_10200926961216117_820390901_n-276x210Mesmo amarrada, amordaçada e com a cabeça coberta por um lençol, a mulher de 36 anos, conseguiu sair do quarto e pedir ajuda aos vizinhos, que chamaram a polícia.

Policiais do setor de inteligência da PM foram ao local e iniciaram as investigações. Horas depois, cinco suspeitos foram presos e levados para Delegacia Geral. Com os acusados os policiais encontraram um punhal e uma escopeta, instrumentos utilizados para intimidar e ameaçar as vítimas.

10299359_10200926961576126_1680925302_n-320x178Em depoimento na Delegacia Especializada de Atendimento a Mulher (DEAM)  nesta segunda-feira, (28), os acusados confessaram a autoria do crime.

Alexandre da Silva Martins, 21, Javinson Pereira de Oliveira, 25, vulgo “Bozo”  e um menor de 15 anos  vão responder por vários crimes, entre eles o estupro. Antonio Kely Borges,29 e um menor de 15 anos, não participaram da violência sexual contra a vítima, mas foram indiciados por  roubo e  receptação.

Segundo a Delegada Carla Ivane de Brito, responsável pelo caso, o grupo também é suspeito de praticar vários assaltos na região, inclusive  furtado objetos de um seminário Católico em Cruzeiro do Sul.

Erisney Mesquita – juruaonline