Pelas Mentiras: Colunista Propõe Prêmio Do Ano Para Márcio Bittar

Coluna Poronga

Pelas Mentiras a marcio

Deputado Marcio Bittar (PSDB) é candidato a “Pinóquio do Ano”. Disse na quinta-feira, no programa Gazeta Entrevista, que todos sabem que ele defendeu “a vida inteira” a aliança contra os petistas e comunistas.

Só pra relembrar

Bittar crê que na memória curta do eleitor. E que por isso tenha esquecido que ele, antes de tentar a prefeitura de Rio Branco pelo PPS em 2004, esteve na aliança com a Frente Popular do Acre, em defesa das candidaturas majoritárias do PT.

Aprendiz de comunista

Outra mentira do deputado tucano é que tenha combatido (“a vida toda”) os comunistas. Até outro dia, filiado ao PPS de Roberto Freire, ele se jactava de ter estudado na extinta União Soviética.

Somos parvos?

Mas bastou pousar no ninho tucano, o deputado Marcio Bittar se apressou em apagar seu currículo escolar e histórico político, como se os eleitores acreanos fossem parvos.

É cada uma…

O parlamentar tucano também teve o desplante de dizer que a interdição da BR-364, no trecho submerso pelo Rio Madeira, deu-se por responsabilidade dos governos do PT.

Ilações vigaristas

Marcio Bittar quer porque quer estabelecer uma ligação entre fenômenos climáticos e qualidade das obras de infraestrutura, pois assim poderia responsabilizar o atual governo pela cheia do Rio Madeira. Mais cara de pau que isso impossível, não é mesmo?

Um exemplo para aclarar

Para informação de Bittar, o tsunami que se abateu sobre o Japão e arrasou cidades litorâneas serve de exemplo. Mas se o tucano fosse político no Japão ele colocaria a culpa da tragédia nos governos locais ou no primeiro-ministro japonês?

Era só o que faltava

Na impossibilidade de responsabilizar São Pedro pelo excesso de chuva, que causou a maior alagação de Rondônia nos últimos cem anos, o deputado tucano precisa arrumar um responsável pela tragédia.

Eleitor esperto

Mas a mania de alguns de se acharem muito espertos pode esbarrar na constatação de que o eleitor não engole qualquer balela.

Cadê o projeto?

Enquanto Marcio Bittar perde tempo em arrumar ligações inexistentes entre um fenômeno climático e os governos de Tião Viana e Dilma Rousseff, deveria se preocupar em elaborar um projeto de governo para o Estado, já que até hoje não apresentou nenhum.

jornal pagina20