Apesar de receber os benefícios da Lei, resolveram que não deveriam aproveitar da oportunidade

Apesar de receber os benefícios

Agentes da Polícia Civil lotados na delegacia de Brasiléia, cumpriram uma ordem judicial de busca a apreensão, obtiveram êxito em deter dos jovens considerados foragidos da Justiça acreana, pelo não cumprimento de benefícios obtidos no período de reclusão.

Eberson da Silva de Almeida, vulgo ‘Catanga’, é um velho conhecido da Justiça em Brasiléia por envolvimento com entorpecentes. Já foi detido e preso desde quando era menor de idade e vivia entrando e saindo de centros de reabilitação para menores e agora, do presídio estadual por já ser maior de idade.

Catanga foi condenado a seis anos de reclusão em 2012 por ser flagrado comercializado drogas numa casa localizada ao lado de uma escola em Brasiléia. Também foi detido por ser considerado foragido, Dhjemes Pereira Lira, e ambos foram levados à delegacia.

Eberson e Djhemes foram beneficiados pela Justiça a cumprir o semiaberto, onde deveriam procurar um emprego num prazo de sete dias. Pois iriam trabalhar de dia e voltar para dormir na delegacia, mas resolveram abusar do benefício e não mais voltaram.

Os dois serão transferidos para o presídio na Capital nas próximas horas, onde ficaram para cumprir o restante de suas penas.

Fonte=oaltoacre