O homicida foi preso e autuado em flagrante pelo delegado Norberto Teixeira.
PERUANO
Comentários surgiram de que o assassino tem envolvimento com tráfico de drogas em Ilhéus.
O cabeleireiro Pedro Antonio Mejia Tapia, 45 anos de idade, foi preso em flagrante por policiais militares lotados no PETO 70, após assassinar com seis tiros de pistola calibre 6.35, a esposa Joselha da Silva Parisi, 34 anos de idade. Ao ser interrogado pelo delegado Norberto Teixeira, Pedro Antonio disse que sua esposa vinha lhe traindo e ele era muito apaixonado pela mesma. 
O assassinato aconteceu no lago do Iguape e o homicida fugiu numa caminhonete L200 com destino ao distrito de Sambaituba, onde foi perseguido e preso pelo PETO 70.
O levantamento cadavérico foi efetuado pelo delegado Norberto Teixeira e pela equipe do Departamento de Polícia Técnica de Ilhéus.
O advogado Felipe Sá Barreto acompanhou o caso diz que seu cliente foi vitima de traição e o que aconteceu foi uma violenta emoção, pois Pedro Antonio, não resistiu ao ver sua esposa nos braços de um amante.
Comentários surgiram dando conta de que o assassino tem envolvimento com o tráfico de drogas na cidade de Ilhéus. Por: Ednei Bomfim
PERUANO CABEL.
Fonte-NEM SILVA