Mas David Glausheen está com essa boa vida ameaçada

a-ex-milioNascido em Sidney, na Austrália, David Glasheen tem 60 anos e  uma vida de dar inveja em muita gente: ele mora em uma ilha paradisíaca e deserta. Porém, essa vida, que é sonho de consumo de muitos, está chegando ao fim.

Com muito dinheiro no banco, ele era um bem sucedido empresário australiano, mas de repente a situação começou a mudar e ele acabou falindo.

Depois de anos de miséria, ele decidiu, em 1993, que iria se mudar para uma ilha deserta e viver tranquilamente. Sua única companhia viva é uma cachorrinha. Além disso, ele tem um manequim como amiga.

Por 20 anos, sua vida foi tranquila, comendo caranguejos, tomando água de coco e conectado àinternet por um sistema de energia solar. Ele disse que até tentou arrumar uma namorada por sites de relacionamento na internet, mas  teve sorte no amor.

Entretanto, a vida mansa está com os dias contados. O governo do Estado de Queensland, responsável pela ilha, está tentando expulsar Glasheen do território. De acordo com reportagem publicada no jornal britânico Daily Mail, a condição para que o ex-empresário arrendasse a terra, seria a construção de um resort.

Como Glasheen faliu e não pode construir o empreendimento, sua permanência na ilha estaria irregular.

Antes de ir à falência, ele contou que fez um contrato de arrendamento por 43 anos em um valor de R$ 50 mil ao ano. O contrato era para possibilitar que Glasshen e seu sócio construíssem um alojamento turístico e instalações para pesca. Todo o empreendimento teria que ter um valor mínimo de R$ 501 mil.

Como a construção não foi concretizada, desde 2000, o governo de Queensland tenta remover Glasshen do local. Glasheen contou ao Daily Mail que repudia totalmente a decisão da Corte australiana e que irá apelar da decisão que saiu no final de agosto deste ano

 jornal Voz do Acre.