A senhora pede ao poder público para que seja tomado às providencias

9

Uma senhora que não quis se identificar que é moradora antiga no centro de Brasiléia na rua Marechal Rondon procurou a nossa equipe para uma reclamação por que não sabe mais o que fazer, segundo ela ao chegar em casa tomou um grande susto deparou-se com seu gato de estimação brincando com uma cobra, já por ter uma idade avançada ficou assustada com fato inusitado e começou a gritar sendo socorrida por uns dos seus filhos, que fez o resgate do animal e o devolvendo ao seu habitat.

A senhora pede ao poder público para que seja tomado às providencias, sendo que, não é a primeira vez que isso acontece.

Segundo a senhora o centro da cidade este totalmente abandonado, sem iluminação pública, os bueiros estão entupidos e ao anoitecer fica a mercê dos vândalos e das cobras, sem esquecer do lixo que só vai aumentando em frente as casas deixando os morados desprovidos de tudo.

Segundo a senhora o secretario de obras de Brasiléia diz que vai fazer mais não passa disso, só promessas e fica por isso. O mato aumenta e a roçagem não acontece. O povo paga seus tributos e não recebe os benefícios sendo assim pede socorro a alguém antes que aconteça o pior.

“Ai como era bom na época da Leila Galvão agente podia sentar na calçada e ficar tranqüila, quando será que isso vai acontecer de novo vamos pedir a Deus uma intervenção divina por que só assim possamos alcançar o tão esperado milagre” finalizou. Esse foi um desabafo de uma senhora que apenas espera que na sua velhice usufrua de seus direitos.

Procuramos o Secretário de Obras de Brasiléia o senhor Clécio Gadelha para falar do assunto até o fechamento desta matéria não foi encontrado, mas estamos a disposição para direito de resposta.

Redação De Frente Com A Notícia