Com proximidade do Natal, acreanos lotam comércio em Cobija

BOLIVIA

A alta do dólar, nos últimos dias, não tem sido gargalo para os acreanos seguirem para o lado boliviano e fazerem as compras de Natal. Nos finais de semana o comércio em Cobija, cidade da Bolívia, capital do departamento de Pando, fica lotado por acreanos em busca de produtos com preços menores do que no Brasil.

Percorrer os 240 quilômetros de Rio Brancoa Brasiléia, que faz fronteira com a Bolívia, não é dificuldade para milhares de acreanos que querem “encher o carrinho” de lembrancinhas.

“É uma forma de passear. Lá encontramos as coisas bem mais em conta do que no Brasil, mesmo com o dólar em alta”, disse a estudante de Nutrição, Lúcia Araújo.

O dólar começou a semana com valorização. A moeda americana abriu o pregão desta segunda-feira (25) sendo negociada a R$ 2,2806 para compra e R$ 2,2812 para venda. Nesta terça-feira (26), o dólar deu continuidade ao movimento observado na véspera. Perto das 9h40 (horário de Brasília), a moeda norte-americana avançava 0,38%, cotada a R$ 2,2967 para a venda.

Na semana passada, o dólar chegou a ser negociado a R$ 2,3061 (compra) e R$ 2,3067 (venda) na quinta-feira (21). A menor cotação na última semana foi na terça-feira (19), quando a moeda chegou a R$ 2,2656 (compra) e R$ 2,2662 (venda).

FONTE-AGAZETA.NET