ponto alto da festa que começou com um misto de música sertaneja, brega, gospel, funk 

“Festa da hora”
“Festa da hora”

A “Festa da Democracia” como foi apelidada pelo senador Sérgio Petecão (PSD), organizada na noite de sábado (9), para comemorar o retorno do horário antigo do Acre foi um fiasco de público. O festejo com bandas gospel , DJ e cantores locais não despertou o interesse da população da capital. 

O evento que aconteceu na frente do Palácio Rio Branco, numa estratégia para provocar o governador Sebastião Viana (PT), que foi o autor da lei que mudou o fuso horário do Acre sem que uma consulta popular fosse realizada no Estado, teve a participação de poucos militantes de oposição. 

ponto alto da festa que começou com um misto de música sertaneja, brega, gospel, funk e discursos de líderes de oposição foi o show à parte do anão Montana Jack, o fiel escudeiro do senador Sérgio Petecão, que apesar de gago, levantou o restrito público que ficou até a meia-noite. 

O fiasco da “festa da hora” foi semelhante a Marcha Contra Corrupção, organizada pelos líderes e partidos de oposição, para protestar contra o escândalo da Operação G-7 da Polícia Federal – que revelou um esquema de fraude de licitação e desvio de dinheiro público no governo do Acre. 

 Foi um Fiasco De Público
Foi um Fiasco De Público

Sérgio Petecão, o anfitrião da comemoração reconhece que a população se adaptou ao horário de Sebastião Viana, “mas uma coisa é certa: todos concordam que a partir de agora, quando esse governo ditador quiser tomar uma medida na marra, vai pensar duas vezes. A democracia venceu”, enfatiza o oposicionista. 

A festa de Petecão contou com a participação do pré-candidato ao governo do Acre, Tião Bocalom (DEM) e da deputada federal Antônia Lúcia (PSC). Os líderes de PMDB, PSDB, PP, CMN, PR, PPS, Solidariedade ePTdoB – bloco que apoia Márcio Bittar e Vagner Sales não deram as caras.

Ray Melo, da redação de ac24horas

FESTA DA HORA
FESTA DA HORA