Para gerir os rumos do PT nacional, Rui Falcão era o favorito entre outros cinco candidatos

Joãozinho melo
Joãozinho-Foto Alemão Monteiro

Chiquinho Chaves

Durante o dia de domingo 10, filiados do Partido dos Trabalhadores em todo país exerceram a democracia interna do Partido, elegendo seus presidentes em âmbito Nacional, estadual e municipal.

Para gerir os rumos do PT nacional, Rui Falcão era o favorito entre outros cinco candidatos (até o fechamento dessa matéria não havia encerrada a apuração de votos do nacional), como presidente do PT Regional foi eleito o cientista politico Ermício Sena, e em Brasiléia o partido dos Trabalhadores homologou a candidatura do ex-vereador Joãozinho para os próximos 4 anos no comando do Diretório Municipal.

Joãozinho desde que abriu mão de sua candidatura a reeleição de vereador( ganhou três vezes), não se afastou do Partido, ao contrário tem procurado a unidade interna contribuindo com os debates e auxiliando os parlamentares e lideranças petistas.

O novo presidente do diretório municipal de Brasiléia obteve 96 votos dos 113 filiados votantes.

Uma das missões de Joãozinho e dos presidentes eleitos, é reorganizar o próprio sistema de filiação partidária, onde vários filiados ficaram de fora da lista de votação (Senador Jorge Viana e Markus Alexandre, prefeito de Rio Branco).

Em Brasiléia por exemplo, o partido conta coma mais de 700 filiados e apenas 150 estavam aptos a votar.

FOTOS ALEMÃO MONTEIRO

12345678911101213