Prefeito Mano Rufino é acusado de pagar diárias a servidor falecido

Segundo o documento, as diárias foram pagas para custear despesas de uma viagem a Brasília.

PREFEITO DE SENA Mano Rufino
PREFEITO DE SENA MADUREIRA Mano Rufino

O prefeito de Sena Madureira, Mano Rufino (PR), que foi denunciado ao Ministério Público por contratar servidores ‘fantasmas’, agora está sendo acusado de pagar diárias a um funcionário falecido.

A denúncia foi feita pelo vereador Gerlen Diniz (PP). Essa semana, o parlamentar mostrou a nota de empenho que revela o pagamento de R$ 1.400 mil ao servidor, que morreu há mais de cinco anos.

Segundo o documento, as diárias foram pagas para custear despesas de uma viagem a Brasília. A nota é datada do dia 13 de maio deste ano. “Após empregar fantasmas em cargos de confiança, a prefeitura de Sena paga diárias para pessoa falecida há mais de cinco anos”, afirma o vereador.

Secretário diz que foi um erro de digitação

O secretário de Administração da Prefeitura de Sena Madureira, Juza Bispo, disse que não existe corrupção. Segundo ele, não houve pagamento de diárias, mas sim erro cometido pela empresa que alimenta o Portal da Transparência do município.

“Não existe pagamento de diárias para pessoa falecida. O que houve foi um erro grotesco da empresa que alimenta os dados do nosso portal, mas as providências cabíveis já estão sendo tomadas. Estamos solicitando esse reparo, de imediato, por parte da empresa”, garantiu.

Com informações do site Repórter Sena