Mas não são apenas as mangueiras que florescem nos cemitérios, tem também caju, goiaba e jaca.

Um bom e  nutritivo alimento no Dia dos Finados.
Um bom e nutritivo alimento no Dia dos Finados.

Nem só de velas é flores é feito o Dia dos Mortos. É também tempo de  manga. Uma fruta muito comum nesse período e bastante encontrada nos cemitérios, considerados  terra fértil. O que acaba proporcionando um bom e  nutritivo alimento no Dia dos Finados.

Esse aperitivo, antes de qualquer refeição, é, às vezes, a salvação de muita gente. A aposentada Nilda Moraes Souza, 61, que o diga, sem um tostão no bolso, aproveitou a oportunidade da arvore carregada de mangas no cemitério e abocanhou sem dó. “Ma rapaz, eu não tenho medo de comer, nada a ver; só porque é de cemitério?, indaga de boca cheia.

Existem aqueles, porém, que não  arriscam a petiscar o fruto que nasce

do lado das covas. Uma dessas pessoas é o Leandro Freitas Amaral, 22, que também trabalha como pintor. “Nem quero provar isso, deve ter é verme por dentro deles’’ fala assustado.

Valcemir Mendes, de Rio Branco