Verba arrecadada será utilizada para sanar dívidas da instituição.

A expectativa é que 90% dos veículos sejam arrematados até o fim do leilão (Foto: Rayssa Natani/G1)
A expectativa é que 90% dos veículos sejam arrematados até o fim do leilão (Foto: Rayssa Natani/G1)

O primeiro dia de leilão de carros apreendidos pelo Departamento de Trânsito (Detran/AC) foi realizado nesta terça-feira (29), no auditório da Secretaria de Extensão Agroflorestal e Produção Familiar (Seaprof). Até o fechamento da edição do leilão 2013, na quarta-feira (30) a expectativa é de que pelo menos 90% dos 157 veículos disponíveis sejam arrematados.

“Sempre conseguimos boas vendas. Esperamos vender em torno de 90% este ano”, afirma o responsável pelo setor de leilões do Detran, Denis Freitas. Ele explica que a verba arrecada é utilizada principalmente para o pagamento de débitos do órgão. “Além disso, a renda  serve para o custeio do próprio leilão”, destaca.

A maioria dos veículos foram apreendidos de 2009 até 2013, mas, ainda segundo Freitas, alguns estão no pátio há muito mais tempo. Após a apreensão, o dono tem um prazo de 90 dias para retirar o carro.  “Nós notificamos via postal, Diário Oficial, jornal e damos o prazo. Caso não seja reclamado, é feita uma vistoria, análise quanto a legalidade. Só então, vai a leilão”, explica.

O valor do lance inicial é estabelecido pela  Coordenadoria do Registro Nacional de Veículos (Renavam). “É feita uma analise baseada no valor da tabela FIP (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) e há um percentual de depreciação. Como é um leilão, o carro não vai com preço de mercado”.

Depois de arrematados, os lotes têm 24 horas para serem liberados. Os compradores pagam o valor do arremate e recebem os veículos com os débitos, Imposto de Propriedade de Veículo Automotor (IPVA), Licenciamento Anual e multas do Detran, Deracre (Departamento de Estradas de Rodagem) e RBTrans (Superintendência Municipal de Trânsito), quitados.

Rayssa Natani Do G1 AC