Ramal Recém Recuperado Pela Prefeitura De Brasiléia Não Resiste A Primeira Chuva

A Prefeitura de Brasiléia esteve recentemente no ramal fazendo um serviço de recuperação do mesmo, mas conforme foi comprovado, fez somente a raspagem do ramal
A Prefeitura de Brasiléia esteve recentemente no ramal fazendo um serviço de recuperação do mesmo, mas conforme foi comprovado, fez somente a raspagem do ramal

Chiquinho Chaves

Moradores do ramal do Km 13 em Brasiléia estão correndo o risco de ficarem isolados por culpa do trabalho mal feito naquela localidade, onde uma simples chuva deixa o trecho que fica após o asfalto, quase que intrafegável.

No último domingo 27, foi grande o transtorno de quem pretendia chegar até seu destino no referido ramal, por conta do lamaçal causado por uma chuva, fazendo com que condutores de veículos corressem risco, um deles chegou a bater no barranco ao perder o controle do carro em meio a tanta lama.

A Prefeitura de Brasiléia esteve recentemente no ramal fazendo um serviço de recuperação do mesmo, mas conforme foi comprovado, fez somente a raspagem do ramal, deixando de colocar picarras para garantir um serviço de qualidade.

Moradores comentam que, foi alertado que sem piçarramento o trecho não resistiria a primeira chuva, e de fato não resistiu. O próprio maquinário da Prefeitura que estava realizando serviços mais adiante, teve que procurar um atalho pelo km 19.

Outra preocupação da comunidade é muitos alunos filhos de produtores, precisam pegar o transporte escolar para chegar até sua unidade de ensino, e com as condições que se encontram o ramal estão correndo risco de não ter como o transporte chegar.

O ramal do Km 13 tem um trecho de oito quilômetros asfaltados pelo Governo do Estado, e nessa comunidade também é grande o número de pessoas que criam frangos para a Acreaves, estando inseridos no mesmo risco de ficarem sem ter como entrar ou sair do ramal.

RAMAL DO 13
RAMAL DO 13

fotos ramal 018

fotos ramal 011