Afonso Nemetala e Eduardo Silva, jogadores da categoria BC2, irão disputar o brasileiro. Lesionado, Edvânio Barbosa (D) que disputa a BC4, não se recuperou a tempo (Foto: Reprodução TV Acre)

Eduardo Silva e Afonso Nemetala, ambos da categoria BC2, disputarão o Campeonato Brasileiro de Bocha 

Afonso Nemetala e Eduardo Silva, jogadores da categoria BC2, irão disputar o brasileiro. Lesionado, Edvânio Barbosa (D) que disputa a BC4, não se recuperou a tempo (Foto: Reprodução TV Acre)
Afonso Nemetala e Eduardo Silva, jogadores da categoria BC2, irão disputar o brasileiro. Lesionado, Edvânio Barbosa (D) que disputa a BC4, não se recuperou a tempo (Foto: Reprodução TV Acre)

O Campeonato Brasileiro de Bocha Adaptada, competição mais importante da modalidade, que será disputado na cidade de Maringá, no Paraná, entre os dias 24 e 27 de outubro, terá dois atletas acreanos representando o Estado. Eduardo Silva e Afonso Nemetala, estarão na disputa na categoria BC2, onde os jogadores tem paralisia cerebral e tetraplegia epástica.

Além dos atletas, a delegação será formada pelo terapeuta ocupacional Geison Morais, a fisioterapueta Áurea Campos e a professora e técnica Raquel Abude, do colégio Dom Bosco.

O atleta Edvânio Barbosa, que joga na categoria BC4 – quando não há paralisia cerebral – e também iria participar da competição, não segue com a delegação para Maringá por causa de uma fratura no fêmur esquerdo.

Os jogadores do Acre são grande promessa no campeonato, segundo explica Geison Morais.

– Eles estão se destacando, inclusive nacionalmente. O Eduardo é o atual campeão da região Norte e o Afonso, o quinto colocado do último brasileiro – disse o terapeuta ocupacional.

Os acreanos embarcam na madrugada desta quarta-feira (23) rumo ao Paraná. A competição, é organizada pela Associação Nacional de Desporto para Deficientes (Ande).

Por