A unidade descentralizada do Instituto Dom Moacyr (IDM)

responsabilidade do técnico levar ao usuário a promoção, prevenção e a proteção à saúde.
responsabilidade do técnico levar ao usuário a promoção, prevenção e a proteção à saúde.

Escrito por Tamara Smoly (Assessoria IDM)

Nesta semana o governo do Estado iniciou novas turmas de formação em saúde nas áreas técnicas de Enfermagem, Imobilizações Ortopédicas, Análises Clínicas e Órteses e Próteses para 150 jovens e adultos do município de Rio Branco. A forma de ingresso se deu pela avaliação realizada pelo Ministério da Educação por meio do último Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM).

A unidade descentralizada do Instituto Dom Moacyr (IDM) Escola Técnica em Saúde Maria Moreira da Rocha realiza os cursos em parceria com o Ministério da Saúde (MS), Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) e Secretaria Estadual de Educação e Esportes (SEE). A Escola de Saúde está sob a coordenação da professora Anna Lúcia Abreu.

Pelo Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) o governo do Estado pretende alcançar até o final de 2013, 19 mil cursistas, atualmente contamos 15 mil inscritos em todo o Estado do Acre.

Eulinda Novaes, aluna do curso técnico em Enfermagem mencionou: “Pretendo ajudar as pessoas que necessitam de cuidados, recentemente estive na África, vi a miséria, o sofrimento, e como necessitam de ajuda. Já desenvolvo atividades de entretenimento na área social, com a formação em saúde poderei contribuir muito mais.”

Héwerton Araújo, aluno do curso técnico de Órteses e Próteses disse que procurou essa formação por conta do mercado de trabalho: “sei que é uma área que está em expansão, e em breve vai me proporcionar empregabilidade. É muito importante a iniciativa do governo ofertar cursos técnicos para todos.”

“É de responsabilidade do técnico levar ao usuário a promoção, prevenção e a proteção à saúde. A atenção básica, os primeiros cuidados chegam primeiramente aos técnicos. Trabalhamos em consonância com os princípios do Sistema Único de Saúde (SUS), que abrangem a universalidade, equidade e integralidade da atenção à saúde,” afirmou Marco Brandão, diretor-presidente do IDM. 

O governador Tião Viana designou que onde houver um cidadão acreano o atendimento em saúde deve alcança-lo, possibilitando assim a melhoria da qualidade de vida de todos. Para tanto é que se tem destinado grande investimento na qualificação de novos profissionais.