Mãe estava com a filha quando um homem parou o carro e puxou a menina de 11 anos

A menina foi raptada quando estava indo para a escola
A menina foi raptada quando estava indo para a escola

A menina de 11 anos que foi sequestrada e sofreu uma tentativa de estupro na manhã desta quarta-feira (16), só foi liberada pelo agressor porque ele se assustou com os gritos dela. Em depoimento à polícia, ela relatou que pediu para não ser estuprada porque era uma criança. Em seguida, o homem a liberou e entregou R$ 4 para ela pegar o ônibus e voltar pra casa.

A menina foi raptada quando estava indo para a escola em Ceilândia (DF) na companhia da mãe. Segundo a mulher, um carro parou e o motorista puxou a menina para dentro do veículo. A mãe ficou desesperada e pediu socorro.

A vítima foi encontrada por policiais do Batalhão de Polícia Militar Ambiental às margens da rodovia DF-180. Ela relatou a polícia que o homem pegou um preservativo, mas não chegou a usá-lo. Ele teria passado a mão nas partes íntimas da menina e depois a liberou na estrada.

O caso está sendo registrado na 19ª Delegacia de Polícia. A Polícia Militar está em patrulhamento à procura do acusado.

Do R7