Apoiado por sua torcida, o Salgueiro foi para cima desde o início do jogo e dominou a primeira etapa.

Plácido de Castro
Plácido de Castro

Escrito Por Futebol Do Interior

O Tigre do Abunã não foi páreo para o Salgueiro-SE, e no jogo da vida do time acreano o Carcará de Sergipe bateu o time do interior do Acre e conquistou o acesso a Série C. Ao time acreano, resta a grande campanha na competição, para criar forças para nova luta em 2014.

 grito que estava entalado na garganta do torcedor do Salgueiro desde o ano passado finalmente saiu. Nesse domingo, o Carcará do Sertão conquistou seu lugar de volta na Série C do Campeonato Brasileiro com uma vitória por 3 X 1 sobre o Plácido de CaFerramentasstro pela partida de volta das quartas de final da Série D, no Estádio Cornélio de Barros.

Como havia empatado o jogo de ida por 1 X 1, o time pernambucano garantiu o acesso de volta a Série C, um ano após seu rebaixamento, e uma vaga na semifinal da quarta divisão nacional de 2013 para enfrentar o Botafogo-PB, que também garantiu seu acesso nesse domingo.

E apoiado por sua torcida, o Salgueiro foi para cima desde o início do jogo e dominou a primeira etapa. A pressão no começou da partida foi grande e por pouco o Carcará não abriu o placar.

Na primeira grande chance, Fabrício Ceará apareceu livre dentro da área para completar de cabeça um cruzamento, mas o goleiro Robson apareceu pela primeira vez fazendo linda defesa e tocando a bola para escanteio. Na sequência, Vitor Caicó e Clebson também tiveram boas chances de balançar as redes, mas chutaram para fora.
Acuado, o Plácido de Castro demorou para entrar no jogo, mas começou a sair em contra-ataques a partir da metade do primeiro tempo, assustando a torcida adversária, que apoiava o Salgueiro sem parar com apitos e gritos de apoio.

Mas de tanto pressionar, o gol do Carcará finalmente saiu. Aos 40 minutos, em jogada do lateral-esquerdo Daniel, que foi à linha de fundo e cruzou, o zagueiro Gato tentou cortar a bola, mas acabou marcando gol contra 1 x 0 Carcará.

O desespero do time acreano foi trunfo do Salgueiro-SE, que ampliou o placar na etapa final

O segundo tempo foi mais equilibrado. Precisando ir para cima, o Plácido de Castro colocou velocidade no jogo e a partida ficou bastante corrida. Com boas chances para os dois lados, os goleiros passaram a ser mais acionados, mas o gol não saía, para alegria dos torcedores que faziam uma linda festa nas arquibancadas.

Essa festa cresceu ainda mais aos 15 minutos, quando o meia Clebson conseguiu descolar um cruzamento para a área e o atacante Fabrício Ceará completou de cabeça, testando com consciência para o fundo do gol de Robson e ampliando o placar para 2X0.

Desesperado atrás de um gol que colocaria o Plácido de volta no jogo, o time acreano se mandou para o ataque, mas passou a dar muito espaço para contragolpes do adversário. E justamente em um lance de velocidade o Salgueiro ampliou sua vantagem. Vitor Caicó foi lançado em velocidade e ainda chegou a driblar o goleiro antes de tocar de bico para o fundo do gol.

O Plácido ainda conseguiu descontar com o atacante Neto, aos 32 minutos, mas não teve forças para reverter o placar que garantiu a festa nas arquibancadas do Cornélio de Barros com o acesso do Salgueiro.

Para disputar novamente a competição o Tigre do Abunã tem quer ser bi-campeão acreano ou vice-campeão caso o Rio Branco ganhe o campeonato acreano, pois o Estrelão já tem vaga na Série D de 2014 após o rebaixamento deste ano