Vítima exibia a pistola para a garota no momento do acidente, mas se esqueceu de tirar as balas.

Pamela Reno
Pamela Reno

Uma menina de 11 anos, da Carolina do Norte, nos Estados Unidos, matou o padrasto acidentalmente com uma arma recém-adquirida pelo homem.

Segundo o jornal The New York Daily News, Bryan Reno, de 19 anos, queria mostrar para a garota sua nova pistola, mas se esqueceu de remover todas as balas. O acidente fatal aconteceu quando a menina puxou o gatilho sem querer e atingiu o rapaz no peito.

Reno comprou a arma de um amigo na sexta-feira (6) e a levou para a casa que dividia com Pamela Reno, de 35 anos, e as filhas dela.

Pamela estava dormindo quando Bryan foi atingido. Equipes de emergência chegaram minutos depois, mas o jovem morreu no local.

As autoridades não pretendem apresentar nenhuma acusação contra a enteada, que foi declarada entre as vítimas da tragédia, incluindo policiais e médicos que lidam com as consequências.

A mulher lamentou o ocorrido e descreveu o marido, com quem estava casada havia menos de um ano, como um ótimo pai. “Ele faria qualquer coisa por qualquer um, estava me ajudando a criar minhas duas filhas”, contou Pamela.

 Fonte: R7