“Em Feijó, tem gente rezando com medo de ser enterrada viva”

 Feijó vc ter que morrer
Feijó vc ter que morrer

“O prefeito Mêrla extrapolou qualquer expectativa e vai pagar quase o tripulo por urnas funerárias. No total a prefeitura pretende enterrar 149 crianças e 149 adultos, por ano.”
Mesmo contra vontade, a população de Feijó vai ter que morrer, à força, para dar conta de tantos caixões comprados pela prefeitura do município, que em agosto abriu licitação para aquisição de nada mais nada menos que 298 caixões para enterrar defuntos na cidade.
Acreditem, fizemos um levantamento que mostraram que em Feijó morrem e são enterradas nos cemitérios em atividades, em média oito pessoas por mês, o que somaria 96 enterros por ano.
Mas, talvez prevendo uma praga daquelas do Egito, onde dezenas de vidas foram ceifadas, ou até mesmo uma daquelas epidemias devastadoras, ou até mesmo pensando beneficiar a empresa de um amigo, o prefeito Mêrla extrapolou qualquer expectativa e vai pagar quase o tripulo por urnas funerárias. No total a prefeitura pretende enterrar 149 crianças e 149 adultos, por ano. Ou seja, 24 cidadãos feijoenses por mês. Agora é orar com muita fé para essa profecia maluca do prefeito não se cumprir.
O que mais está irritando os moveleiros que constrói um caixão para criança por R$ 250,00 aproximadamente, foi terem perdido a licitação para a empresa Díla Feijó LTDA que não tem sequer, uma plaina ou uma cerra para cortar um pedaço de madeira. Díla vai construir 149 caixões para crianças no valor de R$ 160,00 reais.
A outra firma ganhadora da licitação para construir 149 caixões para adultos foi a empresa L.M LTDA, que vai construir cada urna para adultos no valor de R$ 404,00 reais.
Com medo de ser enterrado vivo, já tem muita gente que está pensando em mudar de cidade.

Escrito Por Contilnetnoticias