Redação-3dejulho

fonte-Acre-alerta

image_thumbMarivânia Evangelista, que vinha sendo investigada desde 2011, foi presa na manhã desta sexta-feira, em sua residência, no bairro Boa União.

Foi presa na manhã desta sexta-feira (02), a gerente financeira da Ótica Ipanema, Marivânia Evangelista da Silva, de 36 anos, acusada de desvio de dinheiro da empresa. A prisão aconteceu em sua residência, localizada no bairro Boa União.

Marivânia trabalha na loja desde fevereiro de 2010, e é investigada desde o final de 2012. Ela é acusada de desviar mais de 400.000 reais da ótica.

De acordo com informações dos proprietários da ótica, o casal Auricélio e Zaira Ayache, eram realizadas transferências bancárias da empresa para a irmã da gerente, Silvânia Evangelista da Silva.

Após a realização das transferências, Marivânia as imprimia, passava corretor no nome da irmã, colocava o nome de algum fornecedor, fazia uma fotocópia e apresentava aos chefes como se tivesse realizado algum pagamento.

A irmã da acusada, Silvania Evangelista, disse que não sabe de nada

A irmã da acusada, Silvania Evangelista, disse que não sabe de nada

Ainda segundo informações, seria impossível Marivânia ostentar uma vida luxuosa com seu salário na ótica. Marivânia possui, além uma mansão luxuosa no bairro Boa União, com piscina, churrasqueira e ampla área de lazer; um apartamento no bairro Manoel Julião, além de 3 carros e 2 motocicletas.

A irmã, Silvânia Evangelista, alega desconhecer quaisquer esquemas envolvendo seu nome; em virtude disto não foi presa pela polícia. Porém, Zaíra alega ter informações algumas ligações de Marivânia e sua irmã, onde Silvânia cobrava por transferências ainda não realizadas.

A queixa foi realizada por Auricélio na 1º Delegacia Policial (DP) de Rio Branco.

As informações são da Agência ContilNet, com imagens de Selmo Melo.