Lenilda Cavalcante

detento--199x300Em entrevista coletiva na tarde desta quarta-feira, 31, o diretor do Instituto de Administração Penitenciária do Acre – IAPEN, Dirceu Augusto negou que o detento Wesley Ferreira da Silva, 27 anos, que se encontra internado a mais de dois meses no leito 72 do Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco – HUERB tenha sido torturado por agentes penitenciários e afirmou que na verdade o preso sofreu um AVC – Acidente Vascular Cerebral.

De acordo com Dirceu Augusto o detento cumpria pena no Presídio Urso Branca em Porto Velho-RO e foi transferido para o Presídio Estadual em Rio Branco  no dia 23 de março deste ano e que no mês de maio o detento passou mal e foi encaminhado ao Pronto Socorro onde foi constatado ter sido vítima de um AVC.

Dirceu acrescentou que não estaria afirmando que o detento estaria mentido, mas determinou

abertura de sindicância para apurar, mas ele enquanto diretor presidente do Iapen colocaria “a mão no fogo” servidores.

31-07-13-dirceu-150x150

Segundo declarações de Dirceu Augusto uma servidora do IAPEN-ACRE foi enviada a cidade de Porto Velho para pegar a documentação com os antecedentes médicos do preso, pois garante que ele já saiu de Porto Velho doente.

“Vamos comprovar que não houve agressão, que não houve tortura e que a internação do detento é por outros problemas de saúde e não por ter sido espancado até ficar cego ou tetraplégico como dizem” afirmou Dirceu.