PM apreende índio embriagado com arma de fogo em Assis Brasil

Segundo o Estatuto do Índio que existe desde 1973, é proibido a venda de bebidas alcoólicas aos indígenas

Índio Juraci Alves Jaminawa (31) foi detido por policiais militares de Assis Brasil – Foto: oaltoacre/cedida

Índio Juraci Alves Jaminawa (31) foi detido por policiais militares de Assis Brasil – Foto: oaltoacre/cedida

Policiais militares lotados na cidade de Assis Brasil, na fronteira com o Peru, prenderam neste final de semana após uma denuncia anônima, um índio da etnia jaminawa sob visível estado de embriagues alcoólica num boteco chamado ‘Bar do Tioca’.

Segundo foi apurado, o mesmo estava ingerindo bebida neste bar na companhia de terceiros, quando perceberam que o mesmo estava de posse de uma arma de fogo (revolver) na sua cintura comprada no lado peruano, quando resolveram comunicar o fato às autoridades afim de evitar uma tragédia.

Após uma busca, os policiais localizaram Juraci Alves Jaminawa (31), que mora na aldeia Betel com acesso pelo Rio Acre, após algumas horas numa canoa. Segundo foi apurado, é comum índios visitarem a cidade para receber suas aposentadorias entre outros benefícios e gastarem em bebidas alcoólicas.

Segundo o Estatuto do Índio que existe desde 1973, é proibido a venda de bebidas alcoólicas aos indígenas, e quem não cumprir a lei será notificado e pode receber multas, além da cassação do alvará de funcionamento.

Fonte-oaltoacre

Revolver de grosso calibre e municiada foi adquirida no lado peruano

Revolver de grosso calibre e municiada foi adquirida no lado peruano