Instituto de Matemática fica entre os seis melhores no prêmio Darcy Ribeiro

A Comissão de Educação da Câmara Federal elegeu nesta quarta-feira, 9, os três ganhadores do prêmio Darcy Ribeiro.

 Por Nayanne Santana 

Instituto de Matemática

O Acre conquistou o sexto lugar na premiação, sendo representado pelo Instituto de Matemática, Ciências e Filosofia (IMCF), indicado ao prêmio pelo deputado Leo de Brito.

“Parabenizo os dez finalistas. Vimos, pelas apresentações, que são experiências e personalidades de fato muito importantes para a educação do nosso país, e o objetivo do prêmio Darcy Ribeiro é exatamente dar visibilidade a essas experiências”, disse Leo de Brito durante pronunciamento na comissão.

A iniciativa do Acre concorreu com personalidades que atuam na área de Educação e instituições dos mais diversos estados. Recebeu 10 votos computados pela presidência. Os deputados Raimundo Angelim e Moisés Diniz e o senador Jorge Viana manifestaram apoio a iniciativa educacional acreana.

Os eleitos foram, em primeiro lugar, o professor e fundador da Universidade de Guarulhos, Antônio Veronezi, em segundo, o Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec), de São Paulo, e em terceiro, o escritor mineiro José Humberto Henriques.

Leo de Brito destacou sua satisfação de ver o IMCF entre os finalistas. “O instituto foi criado em 2014, pelo governador Tião Viana, visando fortalecer as inovações, tanto metodológicas, pedagógicas, como também o potencial que existe nos estudantes da rede pública e também, conciliando, inclusive, a rede particular, com aulas gratuitas”, destacou Leo.