Governo revitaliza e entrega quartel da PMAC em Mâncio Lima

Tião Viana foi homenageado pelo 6º BPM pelos esforços em prol da segurança no Juruá.

 Por Arison Jardim 

Demonstrando a valorização que o Estado tem dado às forças de segurança do Acre, o governador Tião Viana entregou o quartel da Polícia Militar em Mâncio Lima totalmente revitalizado nesta sexta-feira, 16. A obra custou R$ 134 mil e faz parte de um processo que está sendo feito para renovar 12 espaços de segurança na capital e interior, o que vai custar mais de R$ 3 milhões.

O comandante-geral da Polícia Militar do Acre, coronel Júlio César, explicou que a reforma estrutural garante mais comodidade para os servidores de segurança no exercício de seu dever. Ele pontuou ainda o esforço que todas as equipes da corporação têm realizado.

“Estamos fazendo o dever de casa contra a criminalidade. Estamos buscando bloquear todos os movimentos que o crime faz ao procurar novas rotas para seus delitos”, afirmou o coronel.

Apoio parlamentar

A solenidade foi acompanhada também por parlamentares que atuam diariamente em apoio ao Estado. Jonas Lima, deputado estadual, afirmou que “tem sido com muito carinho que o governador Tião Viana tem olhado para Mâncio Lima”.

Já o deputado federal Léo de Brito pontuou o tratamento diferenciado que o governo tem com as forças de segurança: “O governo tem um sentimento especial por essa corporação. Mesmo em um tempo de crise, criou um Fundo de Segurança para valorizar ainda mais o trabalho dos policiais”.

Reconhecimento

Agraciado com um certificado de Amigo do 6° Batalhão da PMAC, em agradecimento ao trabalho realizado pela segurança, o governador Tião Viana retribuiu lembrando a importância que a instituição tem para a construção de uma sociedade de paz.

“Além da repressão ao crime, a Polícia tem papel importante no diálogo com nossa juventude, mostrando o quanto a opção pelas drogas e pelos malfeitos destroem as famílias. Temos que fazer uma força-tarefa de consciência pela paz”,  afirmou o governador, convidando também a classe escolar, religiosa e outras instituições sociais para o debate da segurança.

Tião Viana

:: Textos publicados nesta página são de inteira responsabilidade do colunista. Não refletem a opinião do Jornal.

.