Aldeia do Nepal condena mulheres durante o período menstrual

Diferente do que estamos acostumados, em uma aldeia do Nepal, as mulheres menstruadas são gravemente condenadas.

Aldeia do Nepal

Em um ritual conhecido como chhaupadi, elas são obrigadas a sair de suas casas e a ficar em reclusão até o sangramento acabar. Esses locais foram construídos especificamente para abrigar as mulheres menstruadas. O espaço, chamado de “cabana Chhau”, é um local extremamente pequeno e sem conforto em que as mulheres ficam quatro dias confinadas.

Para entrar no local, é preciso se arrastar.  O banheiro, usado por todos os habitantes, fica a poucos metros de distância, mas não pode ser utilizado pelas mulheres menstruadas. Segundo eles, essas mulheres podem contaminar a aldeia com seu sangue venenoso. 

Durante o isolamento, elas não podem cozinhar, comer alimentos nutritivos, beber ou tomar banho na fonte de água da vila. Além disso, elas não podem tocar em vacas, pois eles acreditam que o animal não dará mais leite e terá que ser sacrificado. Após o fim do sangramento, elas podem voltar a suas casas, maridos, filhos e atividades. A princípio,todas as mulheres participam do ritual. Quando as meninas adolescentes menstruam, são levadas para perto da mãe e só saem de perto após o fim do ciclo.

Conforme vão crescendo, elas começam a entender e a questionar o chhaupadi. Laxmi, de 22 anos falou à BBC que um dia disse aos pais: “Eu não vou para o Chhau. Por que eu deveria ir? Vou ficar em casa. Posso até evitar contato com as pessoas, mas vou ficar em casa”. Ela também revelou que seu pai ficou irritado, mas que seus irmãos apoiaram sua decisão.

Aldeia do Nepal 3

Aldeia do Nepal 2

Aldeia do Nepal 1

BBC ] [ Fotos: Reprodução / BBC ]

Esta notícia está na categoria Mundo. Marcar o link.