Polícia prende acusados de executar jovem, em Sena Madureira

A motivação do homicídio tem a ver com a guerra entre facções criminosas que impera no estado do Acre.

Através de um minucioso trabalho de investigação, a Polícia Civil de Sena Madureira está conseguindo desvendar a morte de Wilian Santos de Lima, 26 anos.

Na tarde desta quinta-feira, 20, foram apresentados na Delegacia Geral de Polícia, quatro acusados de envolvimento no crime.

Trata-se de Taisson Carvalho, Hércules Lima, Ivo Souza e Francisco Braga, conhecido pela alcunha de ‘Romário’. Todos eles já se encontram no presídio Evaristo de Moraes, em Sena.

De acordo com o delegado Marcos Frank, responsável pelo inquérito policial, tão logo a morte do rapaz foi confirmada a investigação começou culminando na captura dos infratores.

“As investigações apontaram para esses acusados e nós representamos pela prisão preventiva dos mesmos que acabou sendo deferida.

Três deles já estavam presos por outros crimes. Tivemos pressa porque se viessem a sair rápido seria mais difícil efetuar a captura. Os indícios de autoria são veementes e ainda estamos trabalhando na conclusão do inquérito”, comentou.

Relembrando o caso 

No dia 6 de janeiro deste ano, ao se encontrar cortando o cabelo na Rua Siqueira Campos, Bairro cafezal, Wilian Santos foi pego de surpresa e alvejado com um tiro na região da cabeça.

Socorrido, ele deu entrada no hospital de Sena Madureira e foi transferido para o PS de Rio Branco entre a vida e a morte. Em face da gravidade dos ferimentos, ele não resistiu e acabou indo a óbito no dia 27 de março.

A motivação do homicídio tem a ver com a guerra entre facções criminosas que impera no estado do Acre.

Polícia prende acusados de executar jovemFonte: Senaonline.com

Fonte: Se