Acre participa da 1ª Conferência Livre de Comunicação em Saúde

Reunidos em Brasília, representantes de todos os estados do país, discutem, estratégias de democratização do acesso da população às informações sobre saúde.

 Por Leônidas Badaró 

Acre participa da 1ª Conferência Nacional

Presidente do Conselho Nacional de Saúde discursa durante abertura da conferência (Foto: Susconecta.org)

Organizada pelo Conselho Nacional de Saúde, o principal objetivo é fazer com que a sociedade conheça, de forma mais consciente, o Sistema Único de Saúde (SUS), reconhecido como uma das principais políticas públicas do mundo.

Participam da conferência cerca de 450 pessoas de todo o Brasil. O Acre está representado pela gerência de comunicação da Secretaria Estadual de Saúde e por representantes dos Conselhos Estadual e de Rio Branco de Saúde.

Um exemplo da magnitude do evento ficou evidenciado na abertura do encontro, que contou com a presença de diversas personalidades ligadas ao tema, inclusive do ministro da Saúde Interino, Francisco de Assis Figueiredo.

Durante três dias a conferência vai discutir diversos temas considerados de extrema importância para permitir que a sociedade conheça com mais propriedade o SUS. As mesas de discussão estão divididas entre os seguintes eixos: Desafios da comunicação em saúde; Papel da comunicação na defesa na informação em saúde; O SUS na sala de aula; Novas mídias e o SUS; Informação em saúde como direito e Experiência de coletivos de comunicação.

Talita Montysuma, é secretária executiva do Conselho Estadual de Saúde do Acre, e fala sobre a importância da conferência. “Estou muito empolgada em participar desse evento porque se comunicar bem com as pessoas faz toda a diferença. Então, levar as informações até a sociedade é um grande desafio para quem faz parte do SUS”.

O conselho possui 24 conselheiros que representam os trabalhadores em saúde, os gestores e os usuários do sistema.

Já Isabela Sobrinho, presidente do Conselho de Saúde de Rio Branco, explica que a entidade é o elo da população com o SUS. “Nós temos um sistema de saúde forte, ativo e que as pessoas desconhecem. Por isso esse tipo de conferência é de extrema importância”.

A 1ª Conferência Nacional Livre de Comunicação em Saúde termina nesta quinta-feira, 20, com a realização de mais mesas temáticas e uma palestra com o tema “O preconceito contra o SUS”, que será ministrada pela jornalista Tereza Cruvinel, ex-presidente da EBC, a Empresa Brasileira de Comunicação.

Acre participa da 1ª Conferência Nacional 1

Representantes dos conselhos de saúde do Acre participam de conferência em Brasília (Foto: Leônidas Badaró)

:: Textos publicados nesta página são de inteira responsabilidade do colunista. Não refletem a opinião do Jornal.

.