Prefeitura de Brasiléia atrasa de novo alguns pagamentos dos servidores efetivos

Prefeitura de Brasiléia ainda não fez o pagamento de alguns dos funcionário permanente da prefeitura.

 Por Alemão Monteiro 3 de Julho Noticias 

prefeito Everaldo

Socorro eu quero o meu pagamento!!! Assim diz alguns funcionários, tipo médicos, agentes de Edemia, vigias, professores, auxiliares administrativos e outros que até o momento o pagamento dos mesmos ainda não foram depositados, e os mesmo são de cargos efetivo da prefeitura.  

A redação do 3 de julho foi procurada por alguns dos funcionários para questionar sobre o pagamento, depois que conversamos com alguns dos funcionários, os mesmos se dirigiram até o ministério público para fazer uma denuncia sobre seus pagamento.

Imagina-se como será que os funcionários irão ficar nas datas comemorativas de natal e ano novo, a prefeitura tem que pagar o salário do mês de novembro que está atrasado, mas é importante ter conhecimento de que antes do dia 24 os funcionários devem receber o salário do mês de dezembro junto do 13°. Fica a pergunta. Será que a prefeitura vai ter competência para realizar todos os pagamentos?

A prefeitura de Brasiléia sem argumentos para justificar o atraso do pagamento anda colocando a culpa na crise que está acontecendo no Brasil, se o pagamento é culpa da crise (sem ser pessimista) é importante lembrar que os repasses constitucionais caem na conta da prefeitura sempre nos dias 10, 20 e 30 de cada mês.

O que mais se temia da atual gestão aconteceu! Não é surpresa a história do sálario atrasado (Acaba de acontecer novamente) agora é pela quarta vez em menos de três anos de mandato do PMBD à frente da prefeitura, fato este que só existiu na saudosa administração Peemedebista há cerca de quase 15 anos atrás.

Pois são inúmeros os casos de falta de comando, atraso de pagamento de prestadores de serviços terceirizados e por fim, o fantasma do pagamento atrasado dos servidores efetivos da prefeitura.

Alguns funcionários mesmo não tendo seus proventos em dia ainda temem em denunciar o caso por medo de represália, se é que existe repressão maior do que trabalhar e não ver a cor do dinheiro no final do mês, alguns deles ainda alimentam a esperança de que talvez até o final da semana serão ressarcidos com o pagamento.

Contra golpe de Eduardo Cunha, Dilma Rousseff falará à nação

O Palácio do Planalto deve se manifestar oficialmente sobre o assunto até o fim do dia.

A presidente Dilma Rousseff fará um pronunciamento ainda na noite desta quarta-feira (2) no Salão Leste do Palácio do Planalto e adotará o tom de que a atitude de Cunha, de aceitar o pedido de abertura do processo de impeachment, foi uma retaliação política. Neste momento, Dilma está reunida em seu gabinete com os ministros Jaques Wagner (Casa Civil), José Eduardo Cardozo (Justiça), Ricardo Berzoini (Secretaria de Governo) e com seu assessor especial, Giles Azevedo, fechando os detalhes de sua fala.

Imediatamente após o anúncio de Cunha de que aceitaria o pedido de impeachment, o ministro Jaques Wagner (Casa Civil) desceu para o gabinete de Dilma para discutir o assunto. Em seguida chegou o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo. O Palácio do Planalto deve se manifestar oficialmente sobre o assunto até o fim do dia.

Auxiliares da presidente afirmaram que o momento é de cautela e que não cabia até então ao governo se antecipar ao debate sobre o impeachment. Até minutos antes do anúncio de Cunha, o Planalto avaliava que se ele tomasse essa decisão, ficaria evidente que estava se vingando do PT e do Executivo. Surpreendidos, os governistas se reunirão para decidir qual será a reação a Cunha.

dilma

Fonte: brasil247.com

Ex-presidente Lula inaugura frigorífico Dom Porquito em Brasiléia

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva participou na manhã desta segunda-feira (30) da cerimônia de inauguração do complexo frigorífico Dom Porquito, em Basiléia, interior do Acre.

 Por Paula Alcântara com Instituto Lula 

Lula em Brasiléia Acre

O ato também teve a presença do governador do estado, Tião Viana (PT), e dos governadores de Tocantins, Marcelo Miranda (PMDB) e do Piauí, Wellington Dias (PT), além dos vice-governadores da Amazônia e Rondônia.

O complexo frigorífico ajuda a articular a criação dos animais por pequenos e médios produtores para o mercado interno e a exportação, aproveitando a localização do complexo próximo às fronteiras da Bolívia e do Peru, na Estrada do Pacífico, que permite às mercadorias brasileiras chegarem aos mercados da Ásia.

O diretor-presidente do Frigorífico, Paulo Santoyo, lembrou da abertura do caminho para o Pacífico que criou oportunidades para o estado do Acre.

Lula no alto acre 1

“Esse frigorífico não estaria aqui se não tivesse essa rodovia, se não tivesse esse caminho do Pacífico. Quando Lula quis fazer essa rodovia, certamente teve uns 100 burocratas que devem ter dito para ele: ‘você está louco presidente’. E ao fazer essa estrada ele abriu oportunidades para o Acre”

O modelo de negócio, articulando produção agroindustrial e pequenos produtores cooperados no complexo de suinocultura, é semelhante ao do complexo Peixes da Amazônia, visitado pelo ex-presidente Lula em maio deste ano, e fazem parte de uma estratégia do governo do Acre para desenvolver a economia do estado fortalecendo as cadeias produtivas – da castanha, látex, e óleos para cosméticos, por exemplo – com agroindústria, cooperativas e pequenos produtores.

Os governadores presentes na cerimônia homenagearam o ex-presidente. Wellington Dias defendeu Lula dos ataques políticos que vem sofrendo. “O que você fez está guardado na memória e no coração do brasileiro. Por isso estão atacando você. Minha vó dizia que não se joga pedra em árvore que  não dá fruto.”

Lula no alto acre

Lula é recebido pelo governador Tião Viana em Rio Branco

No aeroporto, Tião Viana recebe o ex-presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva.

 Por Ana Paula Pojo 

 (Foto: Gleilson Miranda/Secom)

(Foto: Gleilson Miranda/Secom)

O ex-presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, chegou ao Acre na noite deste domingo, 29, e foi recebido pelo governador Tião Viana no aeroporto internacional de Rio Branco, Plácido de Castro. Muitas pessoas aguardavam no aeroporto a chegada do ex-presidente que é considerado um amigo do Acre e que teve participação importante na história do estado. Lula também foi recepcionado pelos governadores do Piauí, José Wellington Barroso de Araújo Dias, e de Tocantins, Marcelo Miranda. Além do prefeito de Rio Branco, Marcus Alexandre, e do deputado federal, Leo de Brito.

Lula veio participar do primeiro Encontro de Cadeias Produtivas Sustentáveis do Acre, realizado até esta segunda-feira, 30, em Brasileia. Na ocasião, juntamente com Tião Viana, o ex-presidente prestigiará a inauguração do Frigorífico de Suínos Dom Porquito, considerado, pela Associação Brasileira de Suinocultura, o mais moderno do país em uso de tecnologia.

Na manhã de segunda, o governador Tião Viana e o ex-presidente devem se dirigir à região do Alto Acre, para participarem das programações que preveem um ciclo de palestras sobre suinocultura, avicultura, ovinocultura, piscicultura, extração de castanha, látex e óleos, pecuária e agricultura familiar, e microcréditos.

Na noite da segunda-feira, o ex-presidente promoverá uma palestra aos alunos do Instituto Federal do Acre (Ifac), no Congresso de Pesquisa e Inovação da Rede Norte e Nordeste de Educação Tecnológica (CONNEPI), realizado de 30 de novembro a 3 de dezembro, na capital.

Na terça-feira, 1, Lula deve visitar os alunos do Centro de Referência e Inovações para Educação (Crie) e a Indústria de Beneficiamento de Castanha do Brasil, administrada pela Cooperativa Central de Comercialização Extrativista do Acre (Cooperacre), no Parque Industrial de Rio Branco.

Rio Acre em Brasiléia já deu sinal de vazante

Corpo de bombeiro já anunciou os 10 primeiros centímetros da vazante em Brasiléia 

Foto:  Sérgio Vale/Secom

Foto: Sérgio Vale/Secom

O rio Acre em Brasiléia já deu sinal de vazante,por volta das hs 9:00 da noite desta terça feira o corpo de Bombeiros já anunciou os primeiro 10 Centímetros de vazante deixando a população mais calma.

  Todo o Centro de Brasiléia ficou completamente alagado fazendo com que o prefeito Everaldo decretasse estado de calamidade pública.

Já em Epitaciolândia o prefeito André Hassem decretou estado de emergência, quatro bairros da cidade foram atingidos pela cheia mais de 600 famílias desabrigadas, Brasiléia e Epitaciolândia continua sem comunicação. 

Fonte Almir Andrade Noticias da Fronteira

Prefeito decreta situação de emergência em Rio Branco

O nível do Rio Acre chega à 15,38 metros às 9h da manhã desta terça-feira (24)

Foto: Assessoria Prefeitura

Foto: Assessoria Prefeitura

O prefeito Marcus Alexandre decretou nesta segunda-feira, 23, situação de emergência nas áreas afetadas pela enchente nos bairros Triângulo Velho, Quinze, 06 de Agosto, Taquari, Invasão da 6 de Agosto, Base, Baixa Habitasa, Cadeia Velha, Adalberto Aragão, Triângulo Novo, Cidade Nova e Airton Senna, e nas comunidades rurais à jusante da Cidade de Rio Branco, como o Panorama, Liberdade, Boa Água, Bagaço, Comunidade da Extrema, Panorama Ribeirinho, Catuaba, Comunidade ribeirinha do Amapá, Projeto de Assentamento Colibri e Comunidade Oriente.

Com isso, todos os órgãos da prefeitura passam a estar diretamente envolvidos com o atendimento às famílias afligidas pela alagação do Rio Acre e seus afluentes.

O nível do Rio Acre chegou a 15,38 metros às 9h da manhã desta terça-feira, 24, fazendo com que, até aquele horário, 188 famílias fossem removidas de suas casas e levadas para o abrigo público do Parque de Exposições Marechal Castelo Branco, juntas, inclusive, com seus pertences e animais domésticos. A Defesa Civil prevê que o nível do rio continuará subindo nas próximas horas.

O prefeito leva em conta também o alerta do Centro Nacional de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais 299/2015 que indica risco muito alto de inundação para a cidade de Rio Branco, assim como as previsões do tempo para os próximos dias também indicam agravamento da situação em decorrência da continuidade das chuvas na região.

O decreto leva em consideração várias situações, como as mais de 2.400 edificações atingidas pela cheia do conforme levantamento realizado pelo Departamento de Gestão da Informação da Prefeitura de Rio Branco. Em muitos casos, a estrutura dessas edificações (prédios residenciais e comerciais) estão seriamente abaladas pela incidência das chuvas e seus efeitos

Fonte: Assessoria Prefeitura de Rio Branco 

PM apreende índio embriagado com arma de fogo em Assis Brasil

Segundo o Estatuto do Índio que existe desde 1973, é proibido a venda de bebidas alcoólicas aos indígenas

Índio Juraci Alves Jaminawa (31) foi detido por policiais militares de Assis Brasil – Foto: oaltoacre/cedida

Índio Juraci Alves Jaminawa (31) foi detido por policiais militares de Assis Brasil – Foto: oaltoacre/cedida

Policiais militares lotados na cidade de Assis Brasil, na fronteira com o Peru, prenderam neste final de semana após uma denuncia anônima, um índio da etnia jaminawa sob visível estado de embriagues alcoólica num boteco chamado ‘Bar do Tioca’.

Segundo foi apurado, o mesmo estava ingerindo bebida neste bar na companhia de terceiros, quando perceberam que o mesmo estava de posse de uma arma de fogo (revolver) na sua cintura comprada no lado peruano, quando resolveram comunicar o fato às autoridades afim de evitar uma tragédia.

Após uma busca, os policiais localizaram Juraci Alves Jaminawa (31), que mora na aldeia Betel com acesso pelo Rio Acre, após algumas horas numa canoa. Segundo foi apurado, é comum índios visitarem a cidade para receber suas aposentadorias entre outros benefícios e gastarem em bebidas alcoólicas.

Segundo o Estatuto do Índio que existe desde 1973, é proibido a venda de bebidas alcoólicas aos indígenas, e quem não cumprir a lei será notificado e pode receber multas, além da cassação do alvará de funcionamento.

Fonte-oaltoacre

Revolver de grosso calibre e municiada foi adquirida no lado peruano

Revolver de grosso calibre e municiada foi adquirida no lado peruano

Na onda dos Movimentos, Bolivianos fecham pontes que ligam Cobija a Brasiléia e Epitaciolândia

Na manhã de terça-feira 02, os moto-taxistas bolivianos, fecharam o acesso de veículos do lado bolivianos nas pontes que ligam Cobija-Pando (Bolívia) a Brasiléia e Epitaciolândia, reivindicando maior cota de combustivel diário aos mesmos e quem diria, melhor atendimento por parte dos serviços nos postos de gasolina.

Bolivianosfechamponte-1024x768

Imagens de Chiquinho Chaves

Bolivianosfechamponte1-1024x768

Imagens de Chiquinho Chaves

O Movimento iniciou por volta das 1o horas da manhã e encerra as 17 horas desta terça-feira, se não houver avanços no que reivindicam, eles pretendem fechar a fronteira por 24 horas.

PONTOS DE REIVINDICAÇÃO

COTA DE COMBUSTÍVEL – Os moto-taxistas bolivianos, aproximadamente 500, filiados a 10 sindicatos,  tem uma cota de combustivel diária no valor de 40 bolivianos, cerca de 13 reais, e que autoridades daquele país pretendem baixar essa cota para 30 ou 20 bolivianos ao dia.

ATENDIMENTO MELHORADO NOS POSTOS DE COMBUSTÍVEL – ainda hoje é comum acontecer quilômetros de pessoas enfrentando filas para abastecer motos na Bolívia, os moto-taxistas, reivindicam mais celeridade no abastecimento, que contam com bombas de gasolina arcaicas.