Mulheres da Secretaria de Educação são homenageadas

Serviços de beleza e cuidados com a pele foram os mais procurados.

 Por Mágila Campos 

A véspera do Dia Internacional da Mulher, celebrado em 8 de março, foi de festa na Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE). A instituição montou  uma programação para homenagear as servidoras que dedicam sua vida ao ensino do Acre.

“As mulheres acumulam muitas funções, dividem-se entre o lar e a profissão e muitas vezes não sobra tempo para se dedicarem a elas mesmas. Por isso trouxemos ao local de trabalho delas, onde passam a maior parte do dia, serviços que a valorizam e elevam sua autoestima”, explicou a psicóloga da SEE, Márcia Aurélia.

Dentre as atividades oferecidas, destacam-se, exposição de artes, serviços de beleza como corte, escova e manicure, prestados pelo alunos do Instituto Dom Moacyr. E ainda consultoria jurídica e social. A parceira Mary Kay participou oferecendo maquiagem e a Polishop consultoria de bens de consumo.

Lyzandra Alab, do setor de prestação de contas, aproveitou a oportunidade para arrumar os cabelos: ” É muito bom receber um ‘mimo’ desses na véspera do nosso dia. São essas pequenas ações que nos valorizam como mulher e profissional”, disse.

A programação foi organizada pela coordenação de Humanização da SEE. Começou pelo período da manhã e vai até às 17 horas, desta terça-feira, 7 . O encerramento será com uma exposição artística do projeto Arte de Ser.

Mulheres

Prefeito Zum ainda não informou o início do ano letivo, em Assis Brasil

Prefeitura ainda não deu informação sobre o ano letivo e pais de alunos de Assis Brasil querem saber quando iniciará as aulas na cidade.

Por Alemão Monteiro 

A Prefeitura de Assis Brasil ainda não anunciou quando as aulas da rede municipal de ensino irão começar. Pais e alunos estão apreensivos com a demora e a falta de informação por parte da Secretaria Municipal de Educação.

Até o momento o Poder Público Municipal não deu nenhuma satisfação à comunidade escolar.

A demora para iniciar o ano letivo na rede municipal de ensino também tem prejudicado dezenas de alunos da rede estadual.

É que o transporte escolar do município está parado e deixa de atender alunos do estado que moram nas rotas de reponsabilidade da Prefeitura.

Pais, alunos, professores e gestores das escolas municipais pedem uma satisfação ao prefeito da cidade, Antônio Barbosa (PSDB), acerca do início das aulas no município de Assis Brasil.

A redação do Site 3 de Julho entrou em contato por telefone através do número 99929 com o final 85 para falar com a secretária de Educação Maria Alícia que informou que no final da tarde desta sexta-feira estarão em uma reunião junto do prefeito Zum e coordenadores da educacão para defenir o caledário do início das aulas que no momento ainda não foi defenido o dia do início do ano letivo no municipio.

Prefeito de Assis Brasil

Alunos acreanos terão 80 horas de aulas a mais no currículo escolar

Os alunos da rede pública estadual do Acre terão 80 horas a mais de carga horária no currículo escolar.

 Por Mágila Campos 

As aulas serão ministradas no contraturno

Isso porque semanalmente, no contraturno, participarão das atividades do Programa Ensino Médio Inovador (ProEmi).

Trata-se de um programa do Ministério da Educação (MEC), criado em 2009 com o intuito de apoiar e fortalecer os sistemas de ensino no desenvolvimento de propostas curriculares dinâmicas e flexíveis, que atendam às necessidades dos estudantes e as demandas sociais.

No Acre o ProEmi atua desde 2010, mas só este ano a carga horária foi ampliada e está sendo implementada em todas as séries do ensino médio. Em 53 escolas urbanas e rurais do estado, o novo sistema funcionará em 2017.

Alunos acreanos terão 80 horas de aulas a mais no currículo

Público-alvo

Deverão participar alunos identificados com baixo desempenho escolar na avaliação do Sistema Estadual de Avaliação da Aprendizagem Escolar (Seape), ferramenta utilizada para avaliar o nível de proficiência média dos alunos acreanos.

Carga horária

Serão 40 horas de apoio pedagógico nas disciplinas de português e matemática, sendo 20 horas para cada área. As outras 40 serão distribuídas de acordo com os Campos de Integração Curricular, obrigatórios e optativos, propostos no documento orientador do MEC.

Os campos são: Acompanhamento pedagógico, Iniciação Científica, Mundo do Trabalho e Produção e Fruição das Artes.

E os optativos: Línguas adicionais (estrangeiras), Cultura Corporal, Comunicação, Uso de Mídias e Cultura Digital e Protagonismo Juvenil.

As aulas serão ministradas no contraturno 1

Cronograma

De acordo com a coordenação do programa na SEE, as aulas serão integradas ao currículo escolar, mas ministradas de forma flexível, para atender às necessidades dos estudantes. Nessa nova edição, os estudantes estudarão cinco horas semanais a mais, até completar as 80 exigidas.

Para o ensino médio será escolhido um dia por semana, em que serão ministradas as aulas. Já para o ensino fundamental, as horas serão divididas em dois dias, cada um com duas horas e meia.

“Os alunos com dificuldades de aprendizagem receberão aulas de reforço para complementar de forma atrativa os conteúdos oferecidos em sala de aula”, explica João Bosco, assessor pedagógico do programa, na Secretaria Estadual de Educação e Esporte (SEE).

Alunos acreanos terão 80 horas de aulas a mais no currículo escolar

Projeto certifica 70 alunos de cursos profissionalizantes, em Rio Branco

Oportunidades: Foram certificados 70 alunos de diversos cursos profissionalizantes.

 Por André Araújo 

Com o objetivo de ofertar alternativas aos moradores da capital por meio de programas culturais, educacionais e profissionalizantes, o Instituto Socioeducativo do Acre (ISE), em parceria com a Organização de Conservação Ambiental e Proteção Indígena (Oncapi/AC), desenvolve o Projeto Oportunidades.

Neste mês houve a certificação de 70 alunos dos cursos de técnicas de vendas, recursos humanos, instalação hidráulica, carpintaria e pintura. O evento contou com a participação da vice-prefeita de Rio Branco, Socorro Neri.

As formações contaram com o apoio de entidades do Sistema S, Instituto Dom Moacir (IDM), Instituto Federal do Acre (Ifac) e demais colaboradores voluntariados.

“O foco deste projeto é gerar oportunidades de renda e mostrar uma nova visão de mundo para crianças, adolescentes e adultos, além de contribuir para o desenvolvimento da comunidade”, relata o diretor-presidente do ISE, Rafael Almeida.

O gestor destaca que as atividades constituem um caráter preventivo, uma vez que elas desenvolvem e valorizam as habilidades individuais de cada indivíduo, principalmente da juventude.

“O conhecimento, aliado às oportunidades, estimula os adolescentes a ficarem distantes dos atos inflacionais, assim como fortalece os vínculos familiares e sociais”, enaltece Almeida.

Moradora do bairro Cidade Nova, Tamires Santos, comenta que este projeto veio no momento certo pois ela está na busca de um emprego. “Concluí o curso de atendimento ao público e esse certificado veio a somar com outras formações que tenho e me anima a conquistar uma vaga no mercado de trabalho”, disse.

Cerca de duas mil vagas em cursos profissionalizantes e ações esportivas e culturais estarão disponíveis neste ano.

Os interessados devem se dirigir à sede do Projeto Oportunidades, na Rua Guajará, 386, bairro Cidade Nova, ao lado da Igreja Nossa Senhora de Guadalupe (próximo à Praça da Juventude).

Mais informações poderão ser obtidas pelo e-mail oncapiacre@gmail.com

Alunos do Acre

Justiça determina melhorias em estrutura de escola pública da Capital

Decisão ressalta que direito à educação é prerrogativa conferida pela Constituição às crianças e adolescentes, o que inclui também instalações dignas, transporte adequado, alimentação, etc.

O Juízo da 2ª Vara da Infância e da Juventude da Comarca de Rio Branco deferiu em parte o pedido de antecipação de tutela postulado pelo Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) no Processo n°0800069-87.2016.8.01.0081,determinando que o Estado do Acre realize reparos na estrutura e consertos ou substituição de alguns equipamentos da Escola Estadual Elias Mansur Simão Filho, localizada no Bairro Taquari.

Conforme está detalhado na sentença, publicada na edição n°5.828 no Diário da Justiça Eletrônico (fl. 80), da terça-feira (21), o Ente Público está obrigado a realizar: reparos na estrutura do telhado da escola, cozinha e depósito de alimentos no prazo de 45 dias; e conserto e/ou substituição dos ventiladores que encontram-se com defeito, quadro branco, substituição das lâmpadas de emergência e recarga dos extintores de incêndio, no mesmo prazo.

O juiz de Direito Romário Divino, titular da unidade judiciária e responsável por deferir a liminar, ressaltou que “(…) o direito à educação é prerrogativa conferida pela Constituição às crianças e adolescentes, e este, por sua vez, compreende não só o ensino em si, mas também instalações dignas, transporte adequado, alimentação e demais medidas que venham a proporcionar um ambiente minimamente digno e sadio ao aprendizado”.

Entenda o Caso

O Ministério Público ajuizou Ação Cível Pública em face do Estado do Acre, almejando sanar as irregularidades na Escola Estadual Elias Mansour Simão Filho, com pedido de antecipação dos efeitos de tutela, “consistente na adoção, no prazo de 15 dias de medidas tendentes a evitar ou afastar o risco de acidentes e prejuízos à saúde e garantir a salubridade na Escola”.

Na peça inicial, o MPAC informou que foi realizado inquérito civil que apontou a necessidade de melhorias nas instalações físicas da escola, arguindo que a unidade escolar “apresenta inadequações e irregularidades que afetam a oferta do ensino, disso resultando risco à segurança e saúde dos alunos e funcionários”.

Em sua manifestação prévia, o demandado argumentou que não existe “omissão de sua parte, vez que a reforma da escola já foi orçada e está prevista para ser realizada após o período de enchente”. O Ente Público também disse que está tomando providências para resolver o credenciamento da unidade escolar junto ao Conselho Escolar, além de informar que a qualidade da água atende os padrões exigidos, a entrega de alimentos está correta e há limpeza regular.

Decisão

O juiz de Direito Romário Divino, ao avaliar o pedido de antecipação de tutela, concedeu partes do que foi requerido por compreender que a unidade escolar precisa de reparos para que possa ser oferecido um serviço “(…) dentro dos padrões de qualidade, sobretudo por tratar-se de problemas estruturais que põe em risco a integridade física e saúde adas crianças e adolescentes que estudam na unidade escolar em comento”.

Na decisão o magistrado observou que o não deferimento da liminar aumentaria “os riscos à integridade física dos estudantes (problemas de ordem estrutural)”, diante da “exposição deles às irregularidades constatadas, levando-se em conta ainda o intenso período de chuvas”.

Por fim, o juiz Romário afirmou que após ter sido intimado da decisão o requerido deverá comprovar o cumprimento das obrigações expressas no prazo que foi estipulado (45 dias), sob pena de multa diária de R$3 mil.

escola

Por GECOM – TJAC

Universidade Federal do Acre abre inscrições para pré-enem gratuito

A atividade tem como público alvo estudantes do terceiro ano do ensino médio oriundos da rede pública de ensino.

A Universidade Federal do Acre (Ufac), por meio do Projeto de Extensão Med Aprova, abriu nesta terça feira (21), as inscrições para seleção de alunos interessados em ingressar no curso preparatório gratuito para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). 

Nesta edição, serão ofertadas 82 vagas para uma única turma. As aulas, que iniciam dia 20 de março, serão realizadas no período de segunda a sexta-feira, das 19h às 21h30; e aos sábados, das 9h às 11h, no auditório do centro de convenções da Ufac, em Rio Branco.

Segundo os organizadores, o projeto tem como objetivo possibilitar o acesso à educação, aumentando as perspectivas de ingresso em uma universidade. “Esse é, sem dúvida, o maior projeto do curso de Medicina. Para a gente, é muito motivador poder encontrar ex-alunos na fila do restaurante universitário ou em qualquer outro lugar da Ufac e ouvir um agradecimento sincero. É inspirador poder fazer parte da mudança de vida de famílias inteiras”, diz Juan Pablo Lima, estudante do oitavo período do curso de Medicina e integrante da equipe de execução do Med Aprova. “Além do trabalho, o estudo também possibilita dignidade. É isso que o Med Aprova mostra. Ao longo de todos esses anos, temos conseguido ampliar as condições de acesso a vários estudantes e, consequentemente, uma mudança de vida”, completa Augusto Mello, acadêmico do terceiro período do curso de Medicina e também organizador do projeto.

O pró-reitor de Extensão e Cultura, Carlos Paula de Moraes, ressalta que o projeto Med Aprova vem sendo potencializado, nos últimos dois anos, pela Proex. “O Med Aprova integra as ações do programa ‘Conhecendo a Ufac’. Esse programa é uma tentativa de diminuir a distância entre as escolas de ensino público e a Ufac com projetos como o Pré-Enem da Ufac e Pré-Enem Med Aprova”, explica o pró-reitor. “O Med Aprova está dentro da visão dos alunos do curso de Medicina, que atuam como tutores ou bolsistas nesse programa”.

Moraes diz que este ano o projeto poderá acontecer também no interior do Acre, é o Med Aprova Interior. “Estamos fechando uma parceria com as prefeituras dos municípios que querem receber o projeto. A contrapartida das prefeituras é disponibilizar um espaço, geralmente uma escola, e um tutor local que ficará responsável por divulgar a ação e incentivar os alunos; bem como prover hospedagem e alimentação ao tutor que irá da capital”.

Projeto – O Med Aprova é um projeto promovido por acadêmicos voluntários do curso de Medicina e professores voluntários, juntamente com a Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (Proex), criado em 2009 por estudantes do curso de Medicina em conjunto com o professor Wagner de Jesus Pinto. O projeto tem como objetivo contribuir para o desenvolvimento dos alunos da rede pública de ensino, promovendo a democratização do ensino superior, dando oportunidade de acesso à universidade a pessoas de baixa renda.

A metodologia do projeto inclui a oferta de aulas expositivas de todas as matérias competentes do ensino médio regular (português, física, química, matemática, biologia, história, geografia, redação e filosofia), além de aulas de reforço (monitoria), visando aperfeiçoamento do conhecimento adquirido no ensino regular e a, consequente, aprovação no Enem.

Este ano, pelo menos 14 aprovações pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu) na Ufac estão sendo comemoradas através do projeto. São novos calouros em cursos como Enfermagem, Medicina Veterinária, Engenharia Agronômica, Ciências Biológicas, Engenharia Civil, Geografia, Medicina e Direito.

É o caso de Izabela da Silva Oliveira, 17 anos, que foi aprovada para o curso de Biologia na Ufac. Saindo direto da escola pública para a universidade, Izabela afirma que o curso foi seu principal reforço. “O Med Aprova me ajudou muito, principalmente com conteúdo que não vi na escola pública e aprendi no curso”, afirmou a estudante. “Os professores nos ajudam muito, com monitoria, corrigindo redação, eles sempre nos compreendiam e nos apoiavam e para mim, que não posso pagar um pré-enem particular, foi uma grande ajuda”.

Ex-aluna da Escola José Ribamar Batista, localizada na baixada da Sobral, Dhayn Cassie Freitas é, agora, caloura de um dos cursos mais cobiçados da Ufac. “Medicina sempre foi um sonho e o Med Aprova foi fundamental nessa conquista. Cheguei nas aulas e recebi reforço em todas as áreas, mas principalmente em química, física e biologia”, relembra. “Eu não entendia muito bem na escola e no curso todas as dúvidas foram sendo sanadas”, destaca a nova universitária que já planeja contribuir com o projeto. “Agora, quero poder ajudar outros estudantes como eu através do projeto. Vou separar um tempinho da rotina e desempenhar o mesmo papel que desempenharam pra mim”, garante.

Inscrições – Para concorrer a uma das vagas, os interessados podem se inscrever até o dia 15 de março, pela página do Med Aprova no Facebook (https://www.facebook.com/medaprovaufac). A inscrição é gratuita. As provas de seleção – 60 questões objetivas e uma subjetiva – estão marcadas para o dia 18 de março, no campus sede. As questões aplicadas abordarão interpretação de texto e lógica, além de conteúdos básicos das disciplinas de matemática, física, química, biologia, história, geografia, sociologia, filosofia e língua portuguesa. As vagas serão preenchidas com os candidatos que tirarem as 82 maiores notas. O critério de desempate levará em consideração a única questão subjetiva aplicada na prova. A divulgação da primeira chamada será feita no dia 19 de março através da página do projeto na internet.

Matrículas – Para os estudante selecionados, a matricula ocorrerá no dia 20 de março, às 19h no anfiteatro Garibaldi Brasil. Para consolidar a matricula, é imprescindível a presença do aluno juntamente com o responsável. No dia da matricula, o aluno deverá estar munido de cópia do RG do aluno e do responsável, comprovante de matricula na escola pública que cursa ou cursou o terceiro ano do ensino médio e uma foto 3×4. Os candidatos selecionados que não comparecerem para se matricular perderão a vaga, automaticamente. Não preenchida as 82 vagas, novas chamadas serão realizadas seguindo a sequência de desempenho na prova de seleção.

Ufac acre

Governo publica normas para matrícula no Colégio da Polícia Militar

O Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça-feira, 21, faz menção ao edital nº 001/2017, que estabelece as normas e fixa o período de inscrição para o processo seletivo de admissão de alunos no Colégio da Polícia Militar do Acre.

 Por Saimon Coelho 

As inscrições podem ser feitas entre os dias 23 de fevereiro e 3 de março, nos dias úteis, das 8 às 13 horas, na sede do Colégio da Polícia Militar, Rua Jaguari, nº 411, Nova Estação, em Rio Branco.

Serão ofertadas 280 vagas para o ensino fundamental, para o período letivo de 2017, nos anos 6º, 7º, 8º e 9º. Dessas, 196 serão distribuídas para dependentes legais de policiais militares, outras 40 para dependentes legais dos servidores efetivos das demais instituições do Sistema Integrado de Segurança Pública (Sisp) e 44 para candidatos aprovados da comunidade, considerada a ordem de classificação.

O processo seletivo será realizado por meio de avaliação do histórico escolar do ano de 2016.

Serão considerados os seguintes critérios: 1º a soma das médias finais das disciplinas de língua portuguesa e matemática, 2º a soma das médias finais das demais disciplinas que compõem o histórico escolar e 3º a assiduidade, sendo as vagas preenchidas na ordem decrescente das notas obtidas, até o limite das vagas previstas.

O resultado da avaliação do histórico escolar será divulgado no mural do colégio e disponibilizado nos sites www.pm.ac.gov.br e www.see.ac.gov.br, conforme calendário constante no edital.

Para mais informações, os interessados podem enviar email com dúvidas para o endereço eletrônico colegiomilitar.pmac@gmail.com ou ligar no telefone (68) 3227-1026.

Policia Militar

Mais de 119 mil alunos iniciaram o ano letivo nas escolas públicas do Acre

Iniciaram-se nesta segunda-feira, 20, as aulas para mais de 119 mil alunos das escolas estaduais urbanas do Acre.

 Por Mágila Campos 

Para dar as boas-vindas a esses estudantes, o secretário de Estado de Educação e Esporte, Marco Brandão, participou da solenidade de abertura do ano letivo, na Escola Estadual Ramona de Castro.

Simbolicamente, a escola representou as outras 170 do Estado que iniciaram suas atividades nesta segunda-feira.  Ramona de Castro fica localizada no bairro Boa Vista, de Rio Branco.

A visita, que teve por objetivo estimular a comunidade escolar em mais uma etapa, foi marcada por risos e abraços. Isso porque o secretário conversou não só com a direção da escola, mas sentou em meio aos estudantes para ouvi-los e falar sobre educação, sonhos, perspectivas e futuro.

“Está se iniciando mais um ano, e com ele renovamos as nossas esperanças. Quero dar um conselho a vocês: concentrem-se nos estudos, para que possam realizar seus sonhos. Mas descubram também o que podem fazer de bom pela humanidade. E sejam esses seres humanos que fazem a diferença no mundo.”

Na oportunidade, o gestor destacou ainda a importância da escola na sociedade e ressaltou o papel de professores e gestores nesse processo.

A diretora da instituição, Francisca Feitosa, ressaltou que a visita do chefe da pasta estadual no primeiro dia de aula serve como impulso para os alunos e a comunidade.

Ramona de Castro

Atualmente a escola Ramona de Castro oferece ensino fundamental, do 1º ao 5º ano. Matriculados para o primeiro bimestre deste ano são 315 alunos.

A pequena Estefane Santos, do 4° ano, conta o que espera do ano letivo: “Estou feliz, pois reencontrei minhas amiguinhas e as tias [professoras]. Quero aprender muito, porque um dia quero ser uma juíza”, conta, empolgada.

Do evento participaram alunos, professores e pais. O diretor de Gestão da SEE, Evaldo Viana, a diretora de Ensino, Rúbia Cavalcante, a de Inovação, Cleide Prudêncio, e a coordenadora de projetos educacionais, Francilene Lima, também estiveram presentes.

Mais de 119 mil alunos

Estudante acreano sai para fazer trilha na gávea, no Rio de Janeiro, e desaparece

Wanderson desapareceu na madrugada do último sábado e os amigos do acreano fazem uma mobilização em redes sociais à procura dele.

Um estudante de Arquitetura de 21 anos está desaparecido desde a madrugada do último sábado. O acreano Wanderson Amorim do Nascimento saiu de casa, em Niterói, na Região Metropolitana do Rio, de moto, por volta de 1h, para ir à Pedra da Gávea, ponto turístico na Zona Sul do Rio, mas nunca chegou à trilha que leva ao local.

Wanderson se juntaria a um grupo que conheceu pela internet para subir a trilha, mas não chegou sequer ao ponto de encontro. A responsável pelo grupo recebeu um áudio dele avisando que tinha sido parado numa blitz e liberado, mas que estava atrasado. Na mensagem, ele diz ainda que estava “meio perdido”.

Depois, houve apenas uma mensagem para a mãe, por volta das 5h, dizendo “oi, mãe”.

– Nós estamos desconfiados que ele nem ao menos escreveu essa mensagem. Não temos ideia de onde pode estar. O Wanderson não conhece nada do Rio. Mora em Niterói há três anos e só anda por aqui – contou Thainá Félix, de 29 anos, amiga da família do acreano.

Os amigos do acreano fazem uma mobilização em redes sociais à procura dele. Eles obtiveram o áudio enviado por Wanderson, às 1h54, avisando que estava atrasado. O rapaz disse que não sabia chegar à Pedra da Gávea: “Então, eu tô no caminho. A polícia parou. Aí eu fui liberado. Passei quase 30 minutos lá. Me atrasei um pouco. Não sei onde é a Pedra da Gávea. Acho que tô meio perdido. Vou acabar voltando para casa”.

– Nem ao menos sabemos onde essa blitz aconteceu. Achamos que foi no Rio. Já percorremos UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) e hospitais. Fomos ao IML (Instituto Médico Legal) e nada – disse Thayhá.

Segundo ela, a mãe de Wanderson, Hozana Amorim, chegou ao Rio no domingo, às 11h:

– Nossa esperança era de que ele aparecesse no aeroporto, já que estava ansioso com a chegada da mãe. Ele nunca deixaria a mãe esperando. Como não apareceu, temos certeza que algo mais sério aconteceu.

Ainda de acordo com Thayná, o universitário é um rapaz calmo, que não bebe, não fuma e não usa drogas. O caso foi registrado na 16ª DP (Barra da Tijuca). Quem tiver informações sobre Wanderson pode entrar em contato com o Disque-Denúncia (21 2253-1177).

estudante acreano

Com informações, O Globo

Universidade do Acre realiza 2° chamada e convoca mais de mil aprovados no Sisu

Os aprovados têm entre os dias 20 e 21 de fevereiro de 2017 para efetuarem a matrícula institucional.

A Universidade Federal do Acre (Ufac) publicou na noite desta sexta-feira (17) a segunda chamada do processo seletivo para ingresso nos cursos de graduação da instituição, regulado pelo edital 2/2017.

Nesta fase foram convocados mais de mil novos alunos divididos entre os 38 cursos oferecidos nos campi de Rio Branco e Cruzeiro do Sul.

Os cursos tradicionalmente mais concorridos tiveram bastante novos aprovados, em Medicina foram convocados mais 15, no curso de Engenharia Civil foram mais 35 e no curso de Direito foram mais 16 aprovados na 2° chamada.

Os aprovados têm entre os dias 20 e 21 de fevereiro de 2017 para efetuarem a matrícula institucional, primeiro online no site da instituição e depois apresentar os documentos nos campi onde foi selecionado.

Clique aqui a confira a lista de aprovados na 2° chamada do Sisu na Ufac.

O que é Sisu?

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) é uma ferramenta criada pelo Ministério da Educação para selecionar alunos para instituições públicas de Ensino Superior por meio da nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Na prática, o Sisu funciona como um grande vestibular nacional, com milhares de vagas em dezenas de universidades de todos os Estados do Brasil. As instituições de ensino aderem ao sistema e informam quantas vagas tem disponíveis.

Enen