Everaldo Gomes, Aldemir Lopes, Joelso Pontes e outros formaram uma organização criminosa para receber “Mensalinho”

A operação investiga uma organização criminosa formada por empresários e agentes políticos suspeitos de fraudar licitações. Esquema de fraude teria desviado mais de R$ 1 milhão. 

 Por Alemão Monteiro 

De acordo com os elementos informativos até então obtidos demonstram claramente que os investigados entre eles: Vereador Joelso Pontes (PP), Aldemir Lopes, Everaldo Gomes e outros formaram uma organização criminosa com o intuito de fraudarem licitações para favorecerem  a empresa “Souza e Silva”  e, em contrapartidas, recebiam Mensalmente dinheiro fruto da corrupção, denominada de “Mensalinho” posteriormente a  “Folhinha”.

Nesse sentido, segundo cálculo realizado pela equipe de investigação da Polícia Federal, o dano ao erário foi de aproximadamente de R$ 1.065.001,91 (Um milhão, sessenta e cinco mil, um real e noventa e um centavos).

Assim, buscado minorar os possíveis danos causados ao patrimônio público, é imprescindível a medida cautelar de bloqueio de valores contas e aplicações bancárias dos investigados, até o montante de mais um Milhão, sessenta e cinco mil, um real e noventa e um centavos.

Diante do exposto a vara criminal da comarca de Brasiléia, colheu em parte a representação da autoridade policial para decretar a prisão preventiva dos envolvidos entre outras medidas.

No caso do vereador Joelso Pontes além da prisão decretada, a justiça determinou a suspensão do exercício das funções públicas, onde o mesmo ficará sem exercer a função de vereador pelo prazo de sessenta dias ou mais se permanecer preso no termino desta data.

A justiça determinou ainda o cumprimento do mandado de busca e apreensão de: Documentos, aparelhos eletrônicos que armazenem dados, pendrive, Smartphones e telefones, tabletes, notebook, materiais que tenha relação com os crimes imputados na representação, bem como objetos adquiridos, em tese, com dinheiro proveniente do crime, tais como jóias relógios e quantia de dinheiro superior a R$ 5.000,00 (cinco mil reais), quantia em moeda estrangeira acima deste valor, motos e automóveis utilizados pelos investigados, ainda que em nome de terceiros, ficando a autoridade policial autorizada a proceder à perícia técnica para acesso ao conteúdo constante nos bens apreendidos com lavratura de laudo pericial, em desfavor do vereador Joelso Pontes e demais investigados.

Outra medida determinada pela justiça foi o bloqueio de valores constantes em contas bancárias ou investimentos até o valor causado ao erário em desfavor do vereador Joelso Pontes, Aldemir Lopes, Everaldo Gomes e outros.

Dê-se ciência ao Ministério Público. Dê-se ciência ao presidente da Câmara de vereadores do município de Brasiléia do afastamento do cargo dos referidos membros da casa investigados nestes autos.

Como funcionava o esquema

Investigação da Polícia Federal aponta que após a escolha da empresa ligada à organização criminosa, os agentes políticos eram responsáveis por fazer empenhos acima do necessário para efetivar os pagamentos dos serviços. A diferença entre o valor empenhado e real valor devido pelos serviços prestados eram sacados por representantes da empresa e entregues, em espécie, a membros da prefeitura do município, que eram responsáveis pela distribuição dos valores entre integrantes do próprio Executivo, do Poder Legislativo e de “laranjas” indicados por membros da organização.

O valor desviado no esquema é superior a um R$ 1 milhão, conforme a PF. Mais de 90 policiais federais estão envolvidos nesta fase da operação. Estão sendo cumpridos também 16 mandados de condução coercitiva. A Justiça determinou o afastamento de 3 vereadores e o bloqueio de contas e sequestro de bens de 14 investigados. A Polícia Federal não divulgou o nome dos envolvidos.

Ainda conforme a PF, o nome da Operação é uma referência direta à atuação desses dois indivíduos, que ocupavam posições de comando na Organização Criminosa formada para dilapidar o erário público daquele Município.

Na mitologia grega, Apate e seu correspondente Dolos são espíritos que personificam o engano, a fraude e a malícia.

Secretaria de Agricultura Realiza Reunião com representantes das cooperativas e sindicatos rurais

A reunião, foi a aprovação de critérios para a permanência dos equipamentos agrícolas, nas comunidades rurais, para que façam o melhor proveito.

A Prefeitura de Brasiléia por meio da Secretaria Municipal de Agricultura, realizou na última sexta-feira, 8, uma reunião, no auditório do CEDUP, com os membros das Cooperativas, Associações e Sindicatos Rurais de Brasiléia para dar sequência ao cronograma de ações elaborado para área rural.

O objetivo da reunião, foi a aprovação de critérios para a permanência dos equipamentos agrícolas, que a prefeitura de Brasiléia disponibilizou para os produtores, nas comunidades rurais, para que façam o melhor proveito, auxiliando na plantação e no escoamento dos produtos.

Dentre as ações elaboradas durante a reunião, a Secretaria de Agricultura irá elaborar uma agenda, visitando cada comunidade rural para prestar assistência aos produtores e ensina-los a elaborar um plano de trabalho.

O plano de trabalho será de forma unificada, secretaria e associações, sindicatos e cooperativas, para que possam ter controle da forma que está sendo utilizado os equipamentos.

“Com a realização desta reunião, a Secretaria de Agricultura, elaborou uma programação para que até o final do mês de setembro, tenhamos visitado 8 comunidades rurais fazendo o acompanhamento das 280 famílias que serão beneficiadas com os equipamentos”, informou Antônio Francisco, secretário de agricultura.

Veja a lista dos presos pela Policia Federal em Brasileia e em Rio Branco

A Polícia Federal executou sete mandatos de prisão durante a Operação Metástase, nesta manhã em Brasileia e Rio Branco.

 Por Alemão Monteiro 

A Policia Federal do Município de Epitaciolândia deflagrou a terceira fase da Operação Metástase e também deu continuidade na operação Labor que foi deflagrada no ano de 2016 sendo esta a quarta fase denominada “Dolos Aparte”.

As referidas operação consiste em 37 mandados, sendo 7 prisões, 14 mandados de buscas e apreensões, 16 mandados de conduções coercitiva, afastamento de três vereadores de seus respectivos mandatos e bloqueio de valores de contas de 14 investigados.

Já em Brasileia os investigados consistem em três vereadores de mandatos atuais e três ex-vereadores do município além de dois ex-prefeitos, sendo o ex-prefeito de Brasiléia e o ex-prefeito do município de Plácido de Castro.

Veja agora a relação dos presos:

Everaldo Gomes Pereira da Silva (PMDB) – ex-prefeito de Brasileia

Aldemir Lopes da Silva (PMDB) – Ex-prefeito de Brasileia e ex-secretário-geral do PMDB no Acre

Roney de Oliveira Firmino (PSD) – Ex-prefeito de Plácido de Castro

Josué Willian de Andrade Mendes, trabalhava na prefeitura de Brasileia na administração de Everaldo Gomes

Joelso dos Santos Pontes – Vereador do PP em Brasileia 

Marivaldo da Silva Oliveira – Ex-vereador do PMDB em Brasileia

Jacks Aroldo Batista Pessoa

Acesse os links abaixo para saber mais sobre a Operação Dolos-apate:

Ex-prefeito do PMDB de Brasileia, Aldemir Lopes é preso novamente pela PF, em Rio Branco

Ex-secretário geral do PMDB, Aldemir Lopes é preso pela Polícia Federal na capital Acreana.

Uma das maiores lideranças do PMDB do Acre foi preso pela Polícia Federal (PF) nesta manhã. Trata-se do ex-secretário geral da agremiação, Aldemir Lopes, que também é ex-prefeito de Brasileia. Ele foi preso durante a Operação Dolos-apate, quarta-fase da Operação Labor, iniciada no ano passado.

Lopes já havia sido preso pela PF em 2016 durante a realização da Operação Metástase, acusado de participar de esquema criminoso que promoveu desvio de recursos, lavagem de dinheiro e falsificação de documentos públicos em Brasileia durante a administração do prefeito Everaldo Gomes, também do PMDB e também preso nesta manhã durante a mesma operação.

A importância de Aldemir Lopes na política acreana é tanta que, em agosto passado, coordenou reunião com o virtual candidato ao governo do Estado pela oposição, o senador Gladson Cameli (PP).

Durante o encontro, o cacique peemedebista usava uma tornozeleira eletrônica de monitoramento remoto, já que estava sob liberdade vigiada em virtude das investigações da PF em curso. Ele se tornou o coordenador da campanha de Gladson na região do Alto Acre.

Segundo o que apurou a Operação Metástase, a quadrilha desviou de mais de R$ 7 milhões em recursos públicos. O dinheiro era usado para o pagamento de propinas, promovia o desvio de verbas e promovia contratos fraudulentos desde 2013.

Aldemir Lopes coordenou o encontro com a autoridade de dirigente do PMDB acreano.

Polícia Federal realiza a terceira fase da operação metástase em Brasileia e afasta três vereadores

Além disso, foi determinado o afastamento de três vereadores, bem como o bloqueio de contas e sequestro de bens de 14 investigados.

A Policia Federal do Município de Epitaciolândia deflagrou a terceira fase da Operação Metástase e também deu continuidade na operação Labor que foi deflagrada no ano de 2016 sendo esta a quarta fase denominada “Dolos Aparte”.

As referidas operação consiste em 37 mandados, sendo 7 prisões, 14 mandados de buscas e apreensões, 16 mandados de conduções coercitiva, afastamento de três vereadores de seus respectivos mandatos e bloqueio de valores de contas de 14 investigados.

Segundo informações vários bens já foram apreendidos, mas pelo fato das investigações estarem em andamentos ainda não se tem um número preciso, a continuação das referidas operações estão acontecendo no município de Brasiléia e na capital Rio Branco, onde quatro mandados estão sendo cumpridos em Rio Branco sendo três mandados de prisões e uma condução coercitiva.

Já em Brasileia os investigados consistem em três vereadores de mandatos atuais e três ex-vereadores do município além de dois ex-prefeitos, sendo o ex-prefeito de Brasiléia e o ex-prefeito do município de Plácido de Castro.

Mais de 90 policiais federais estão cumprindo os mandados judiciais – 31 na cidade de Brasileia e seis em Rio Branco. A operação foi comandada pelos delegados federais Henrique e Fares Feghali.​

De acordo com informações divulgadas pela assessoria da PF, a operação tem por objetivo desarticular organização criminosa formada por empresários e agentes políticos suspeitos de atuaram em conluio para fraudar licitação, realizada no primeiro semestre de 2013, que possuía como finalidade a contratação de empresa de fornecimento de mão de obra terceirizada à prefeitura de Brasiléia.

“Após a obtenção de êxito na escolha da empresa ligada à organização criminosa, agentes políticos eram responsáveis por realizar empenhos acima do necessário para efetivar os pagamentos dos serviços realizados de fato. A diferença entre o valor empenhado e real valor devido pelos serviços prestados eram sacados por representantes da empresa e entregues, em espécie, a membros do Poder Executivo local, que eram responsáveis por efetivar a distribuição dos valores entre integrantes do próprio Executivo, do Poder Legislativo e de “laranjas” indicados por membros da organização.

Segundo o que foi levantado pela PF, o valor desviado supera R$ 1 milhão.

Na mitologia grega, Apate e seu correspondente Dolos são espíritos que personificam o engano, a fraude e a malícia.

No decorrer das investigações, restou comprovado que a atuação de dois ex-prefeitos do município de Brasiléia foi decisiva para o cometimento dos mais diversos ilícitos.

O nome da Operação é uma referência direta à atuação desses dois indivíduos, que ocupavam posições de comando na Organização Criminosa formada para dilapidar o erário público daquele município.

Câmara de Brasileia realiza vigésima sétima sessão ordinária de 2017

Ao todos oito vereadores participaram da vigésima sétima sessão ordinária, mas nem todos fizeram o uso da tribuna.

 Por Paula Alcântara Assessoria de Comunicação CMB 

A Câmara Municipal de Brasileia realizou nesta terça-feira (12) a vigésima sétima sessão ordinária do primeiro ano legislativo da décima quarta legislatura do município e contou com a presença dos vereadores: Charbel Reis Saad (PP), Joelso Pontes (PP), Francisco Valadares Neto (PMDB), Reinaldo Gadelha (PMDB), Marquinhos Tibúrcio (PSDB), Zé Gabriele (PSB), Rozevete Honorato (PSB) e o presidente Rogério Pontes.

Com a palavra vereador Charbel Reis Saad (PP), no uso de suas atribuições, pediu que o setor responsável providenciasse iluminação pública nas ruas do Bairro Marcos Galvão II, ainda falando de iluminação pública o parlamentar pediu que a secretaria de obras estivesse contemplando a Rua Altair Pereira localizada no Bairro José Moreira e aproveitou para pedir que a secretaria de obras realizasse trabalhos de limpeza e cerque o local onde funcionava a antiga pousada Vila Brasília e também associado a isso que seja encaminhado um ofício ao comando da Polícia Militar para que seja feito mais rondas nas proximidades, tendo em vista que os moradores estão reclamando por conta da falta de policiamento naquela região e os usuários de drogas estão aproveitando para fazerem uso de produtos ilícitos na antiga vila Brasília e pediu também que o setor responsável faça uma limpeza no cemitério do km 52 e também que cerque o local e pediu ainda que seja feito uma limpeza e trabalhos de capina na travessa Amélia Rocha de Souza.

Com a palavra vereador Francisco Valadares Neto (PMDB), no uso de suas atribuições, pediu que a prefeitura visse a possibilidade de estar fazendo uma passarela para os pedestres e para os ciclistas em frente o Hospital das Clínicas Raimundo Chaar, pois devido o desmoronamento que houve a passagem está comprometida.

Com a palavra vereador Joelso Pontes (PP), no uso de suas atribuições, falou sobre o comunicado que recebeu da Deputada Federal Jéssica Sales sobre a liberação de recursos para o município de Brasiléia de autoria da referida deputada no valor de R$250.000,00 (duzentos e cinquenta mil reais) para a compra de caminhão basculante para os serviços de infra-estrutura urbana do município e foi liberado através do programa Calha Norte.

Com a palavra vereador Zé Gabriele (PSB), no uso de suas atribuições, reivindicou que a secretaria de agricultura esteja fazendo trabalhos de recuperação na ponte do ramal do km 18, tendo em vista que a população está preocupada com as condições da ponte.

Com a palavra vereador Marquinhos Tibúrcio (PSDB), no uso de suas atribuições, pediu que a secretaria de agricultura estivesse fazendo trabalhos de recuperação no ramal km 59 próximo do rio Xapuri e as pessoas estão pedindo melhoramento, o parlamentar pediu ainda que a prefeitura esteja fazendo trabalhos de recuperação e tapas buracos na Rua Ernestino do Amaral localizada no Bairro Alberto Castro, rua esta que dá acesso a nova unidade de saúde do referido Bairro e aproveitou para pediu que a secretaria de agricultura esteja fazendo melhoramento no Ramal do Picadão e uma recuperação na segunda ponte próximo da residência do senhor Dino e complementou pedindo que seja feito trabalhos de melhorias no ramal Santa Inês no ramal do Pólo e numa ponte e falou também da ausência de fossa na nova unidade de saúde do Bairro Alberto Castro.

Com a palavra vereador Reinaldo Gadelha (PMDB), no uso de suas atribuições, pediu que o poder executivo fizesse uma reforma na quadra de grama sintética que troque o tapete e coloque iluminação pública no local, a quadra fica localizada no Bairro Eldorado, o parlamentar pediu também que a secretaria de obras esteja fazendo um trabalho de tapa buracos na Rua 5 de dezembro localizada no Bairro José Braúna e aproveitou para pedir que o executivo faça reposição de lâmpadas na praça Dona Mica localizada na referida rua.

Com a palavra vereador Rozevete Honorato (PSB), no uso de suas atribuições, pediu que a Câmara de Vereadores estivesse mandando um documento pedindo que o poder executivo coloque dois banheiros um masculino e outro feminino na Praça Hugo Poli, tendo em vista que as pessoas que praticam exercício no local estão pedindo Ra fazerem suas necessidades, o parlamentar pediu também que a câmara na forma do regimento esteja enviando um ofício ao Corpo de Bombeiros para que o mesmo faça uma vistoria no muro do antigo Banacre, e pediu também que a secretaria de obras esteja fazendo reposição de lâmpadas na Rua Pedro Pereira e pediu também que a secretaria de agricultura faça trabalhos de melhoramento no ramal do km 52 que vai até a Cantina e também que faça trabalhos de melhoramento no trecho chamado ladeira do Palitó, onde segundo os moradores quando chove não tem como o caminhão subir com os alunos e ainda que a prefeitura veja as possibilidades de fazer o ramal Castanheira.

Prefeita Fernanda Hassem busca mais parcerias para o desenvolvimento de Brasiléia

Em busca de levar mais melhorias ao município de Brasiléia e proporcionar uma melhor qualidade de vida para a população, a prefeita Fernanda Hassem, cumpriu uma vasta agenda de visitas institucionais em Rio Branco.

 Por Raylanderson Frota Assessoria PMB 

Nesta terça-feira, 12, a prefeita viajou até a capital, Rio Branco, para cumprir compromissos institucionais nas principais secretarias e órgãos do Estado. Fernanda visitou a Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre), o Departamento de Trânsito do Acre (DETRAN/AC) e o Gabinete do Governador, em exercício, Ney Amorim.

O objetivo das reuniões é formar parcerias com as instituições, podendo levar melhorias para o município de Brasileia.

Durante a conversa com o secretário de saúde, Gemil Junior, a prefeita, Fernanda Hassem, solicitou a ajuda do Estado para que possam realizar o transporte dos pacientes, de Brasiléia, que fazem hemodiálises no Hospital das Clinicas (HC) em Rio Branco.

“Solicitei ao secretário Gemil, que nos ajude a realizar o transporte dos nossos pacientes da nefrologia, para que possam dar continuidade ao seu tratamento que são realizados três vezes por semana. A prefeitura atualmente que está arcando com todo o gasto da viajem dos sete pacientes,da hemodiálise juntamente com os seis acompanhantes”, informou Fernanda Hassem.

Atualmente os pacientes que realizam hemodiálises em Rio Branco, são divididos em dois grupos. O primeiro grupo viaja nas segundas; quartas e sexta-feira e o segundo grupo viaja nas terças e quinta-feira e no sábado, ambos saem de Brasiléia às 5 da manhã e retornam às 8 da noite, tornando a viajem cansativa, pois a maioria é idosos.

Durante a visita ao DETRAN, em conversa com o Diretor Geral de Transito, Pedro Longo, Fernanda Hassem solicitou melhorias na sinalização na área urbana e na área rural, implantações de semáforos e melhor fiscalização, garantindo mais segurança no transito para os condutores quantos para os pedestres.

Em visita a Casa Civil, a prefeita Fernanda conversou com o Governador em exercício, Ney Amorim, agradeceu a parceria do Governo com a Prefeitura e também apresentou alguns projetos para realizar em Brasiléia. 

Major Rocha diz que PF deverá vigiar convenção do PMDB durante filiação de Márcio Bittar

Virtual candidato ao senado pelo PMDB, Bittar é um velho desafeto de Major Rocha desde quando ambos disputavam espaços no PSDB e em cuja refrega o deputado federal tucano parece ter prevalecido, já que conseguiu com que o ex-parlamentar deixasse a sigla e migrasse para o PMDB.

O deputado federal Major Rocha (PSDB-AC), provável candidato à reeleição em 2018, disse que, mesmo convidado, não comparecerá à convenção extraordinária do PMDB que se realizará no próximo dia 15, no auditório da Livraria Paim, em Rio Branco, cujo evento deverá ser marcado com a filiação do ex-deputado federal Márcio Bittar ao grupo peemedebista. 

O motivo de Major Rocha deixar de comparecer ao ato de filiação de Bittar, que vem sendo anunciado como ato de confraternização de todas as lideranças de oposição ao atual governo, evento que deverá contar, inclusive, com a presença do virtual candidato a governador e atual senador Gladson Cameli (PP), será, segundo Rocha, a presença, entre outros convidados, dos senadores peemedebistas Romero Jucá (Roraima) e Renan Calheiros (Alagoas). Os dois, além de serem alvos de mais de uma dezena de processos no Supremo Tribunal Federal (STF), oriundos da “Operação Lava Jato”, integram uma organização criminosa do PMDB que age no Senado federal, segundo denúncia do procurador geral da República, Rodrigo Janot, feita no início desta semana.

De acordo com Major Rocha, segundo declarou ao jornalista político Luiz Carlos Moreira Jorge, que assina o Blog do Crica, hospedado no site Ac24 horas, a simples presença dos dois senadores investigados no ato de filiação de Márcio Bittar deverá acarretar a vigilância da Polícia Federal ao ato.  “Com certeza a PF estará vigiando as lideranças do PMDB que vierem ao Acre; e em uma festa vigiada pela PF, prefiro ficar distante”, comentou o deputado do PSDB.

Rocha também destacou que não há possibilidades de Márcio Bittar vir a obter o apoio do PSDB no seu intento de conquistar uma cadeira no Senado nas eleições do ano vindouro. “Nós não vamos nos aliar com quem vive de patrocinar matérias constantes em um site destinadas a me atacar e ao partido”, disse. Segundo ele, o compromisso do seu grupo é exclusivamente com a reeleição do senador Petecão. Para ele, os ataques que ele e o seu partido sofrem sob a coordenação do neo peemedebista não o prejudicam em nada: “Sou candidato à reeleição, o prejudicado será ele por não ter o nosso apoio, já que disputará uma cadeira de senador”, acrescentou.

Fonte: pagina20.net

Prefeito Bira Vasconcelos cumpre palavra e começa a construir “Xapuri do amanhã”

O Prefeito Bira Vasconcelos fez no início deste ano uma promessa para a filha de que “iria abrir mão durante o período de um ano do seu salário de prefeito para construir mensalmente um parque infantil em cada bairro de Xapuri”.

 Da Assessoria de Comunicação PMX 

O anúncio dessa promessa foi feito durante a cerimônia de posse, realizada na noite de domingo, 1º de Janeiro de 2017, no Ginásio Álvaro da Silva Mota (Ginásio coberto).

Aquilo que era uma promessa começa a se tornar realidade. Na última quinta-feira, 07, durante visita ao bairro Sibéria, Bira Vasconcelos aproveitou para junto com sua filha e a amiga desta, tirar as primeiras fotos do primeiro parque infantil construído pela sua administração.

Para Bira Vasconcelos, promessa é dívida “Prometi a minha filha que iria construir parques infantis no município e agora estou honrando minha promessa e, muito em breve estaremos inaugurando mais uma conquista pra Xapuri”, frisou o prefeito.

Ele que acrescenta “E mais, já estamos em atividade com a construção do nosso segundo parquinho, este situado à Praça São Gabriel, em frente ao Painel dos Mártires. Se Deus quiser, no próximo mês, especificamente no Dia da Criança, estaremos inaugurando mais esse parque”, disse.

A construção desses parquinhos é fruto do projeto “Xapuri do Amanhã”, idealizado e financiado por Bira Vasconcelos.

Xapuri do amanhã! Eu acredito, você acredita, nós acreditamos.

Portal da transparência da Câmara de Brasileia é concluído e já está à disponível à acessos

Presidente Rogério Pontes diz que a população agora tem acesso ao Portal da transparência da Câmara de Brasileia.

 Por Paula Alcântara da Assessoria de Comunicação CMB 

Após uma exigência do Tribunal de Contas do Estado (TCE), o presidente da Câmara Municipal de Brasiléia vereador Rogério Pontes com o apoio da mesa diretora composta pelo vice-presidente Rozevete Honorato, 1° secretário Edu Queiroz e o 2° secretário Zé Gabriele, o presidente decidiu que a criação do portal da transparência seria necessário.

Já que esta é uma exigência da justiça, conforme está escrito a Lei de Responsabilidade Fiscal e também para dar publicidade nas ações da Câmara de vereadores o presidente providenciou a criação do mesmo, com o objetivo deixar transparente aos olhos da população as ações do poder legislativo.

Com isso o portal da transparência foi criado e já está disponível à acessos por parte da população, onde constará as informações necessárias para que a população fique bem informada a respeito do poder legislativo.

Veja o que diz a Lei Complementar 131

Em consonância com o disposto pela Lei Complementar 131, foi editado o Decreto nº 7.185, de 27 de maio de 2010, que define o padrão mínimo de qualidade do sistema integrado de administração financeira e controle da Lei de Responsabilidade Fiscal – LRF.

Conforme definido pela lei complementar LC 131, todos os entes possuem obrigação em liberar ao pleno conhecimento e acompanhamento da sociedade, em tempo real, informações pormenorizadas sobre a execução orçamentária e financeira, em meios eletrônicos de acesso público.

Veja o link abaixo

http://camaradebrasileia.com.br/

 Veja o Vídeo