Deputada Leila Galvão destaca agenda no TJAC para realização do Projeto Cidadão no Alto Acre

A deputada Leila Galvão (PT) falou, na manhã desta quarta-feira (5) sobre a agenda mantida junto à presidente do Tribunal de Justiça do Acre (TJAC), desembargadora Denise Bonfim.

Na pauta, a realização do Projeto Cidadão em Brasileia e Xapuri neste segundo semestre. A parlamentar agradeceu a receptividade de Denise Bonfim, que garantiu atender o pleito feito pela deputada petista.

“Fizemos uma visita de cortesia à desembargadora Denise Bonfim hoje pela manhã. Apresentamos algumas demandas para o Tribunal de Justiça. Quero agradecer a atenção e a acolhida da desembargadora Denise Bonfim. Fiquei muito feliz que o Tribunal de Justiça retomou o Projeto Cidadão, resgatando esse projeto que já aconteceu no Estado todo em pareceria com outras instituições. Sabemos da importância dessa iniciativa para quem está nas florestas e também na área urbana.

Gostaria de agradecer por esse atendimento à desembargadora Denise Bonfim, que, inclusive, sinalizou que já pode acontecer nesse segundo semestre pelo menos em dois municípios do Alto Acre: Brasileia e Xapuri. Faremos o contato com a prefeita Fernanda Hassem e o prefeito Bira e vamos juntar forças para atender ao maior número de pessoas”, disse Leila Galvão.

A deputada do Vale do Alto Acre defendeu ainda uma parceria com o Projeto Mulher Cidadã e o Saúde Itinerante, para a realização das edições do Projeto Cidadão naquela região. “Faremos um documento para o Tribunal atender o nosso pleito para o município de Brasileia, em parceria com o Saúde Itinerante, o Mulher Cidadão e as prefeituras”, destaca.

Finalizando, Leila agradeceu ao presidente da Aleac, deputado Ney Amorim (PT), pelo encaminhamento célere quanto a questão dos posseiros de Xapuri, ameaçados de expulsão de suas ‘colocações’. “Quero reafirmar o compromisso desta casa com o movimento que foi recebido ontem.

Sei que o compromisso é de todos os parlamentares para tentar rever decisão que que atinge tantas famílias. Quero agradecer ao presidente Ney Amorim, que acelerou as agendas das comunidades rurais com o Ministério Público e com o Tribunal de Justiça. Estamos firmes na defesa daqueles que mais precisam”, completa.

Deputada Leila GalvãoJosé Pinheiro / Agência Aleac

Ney Amorim suspende sessão na Aleac para receber trabalhadores rurais de Xapuri

Deputado e presidente Ney Amorim suspende sessão na Assembleia Legislativa para receber trabalhadores rurais.

Deputado Ney Amorim 1

O presidente da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Ney Amorim (PT), suspendeu a sessão ordinária, para receber representantes do Sindicato de Trabalhadores Rurais de Xapuri, que denunciam a ocorrência de conflitos com fazendeiros na área em que vivem.

Os trabalhadores rurais alegam que mais de 500 famílias estão sendo ameaçadas de expulsão das áreas rurais ondem vivem, devido a liminares expedidas pela Comarca de Xapuri, em favor de fazendeiros. Eles pedem que o Poder Legislativo tome providências, e alegam também estarem sofrendo ameaças.

O deputado Ney Amorim, junto aos demais parlamentares que fazem parte da Comissão de Legislação Agrária da Aleac, elaboraram uma proposta de resolução para o conflito, que será encaminhada ao Tribunal de Justiça (TJAC), Ministério Público (MPAC), Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e ao Instituto de Terras do Acre (Iteracre).

“Eles têm a solidariedade, apoio e total acolhimento do Poder Legislativo e esperamos conseguir mediar esse conflito e encontrar a melhor solução possível”, afirmou o deputado Ney Amorim.

Deputado Ney Amorim

A pedido de Leo de Brito, Comissão de Direitos Humanos vai investigar conflitos de terra em Xapuri

A Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara (CDHM) acolheu relato de Leo de Brito e deve acompanhar de perto a iminência de novos conflitos agrários em Xapuri.

Na última semana, a imprensa local noticiou uma denúncia de que posseiros de áreas de terras, próximas à Reserva Chico Mendes, poderiam ser expulsos após mandados de reitegração de posse, expedidos pela Justiça acreana, em favor dos fazendeiros.

Recentemente, o juiz da comarca de Xapuri, Luiz Gustavo Alcaide, suspendeu a liminar de reintegração de posse e marcou audiência de conciliação a ser realizada no mês de agosto.

Preocupado com a situação, Brito levou a questão à Comissão, que deve ser avaliada pelo colegiado para evitar que haja violação de direitos humanos. "Recebemos um ofício da Comissão em resposta ao nosso relato.

O conteúdo diz de maneira muito clara que a análise dos títulos de propriedade deve considerar as diversas formas de utilização e posse da terra, sob pena de grave violação de direitos fundamentais, como o direito à alimentação e à moradia", afirmou o parlamentar. 

A CDHM, que tem como atribuição avaliar e investigar denúncias relativas à ameaça ou violação de direitos humanos, se comprometeu a enviar um de seus representantes ao local do conflito.

Segundo dados da Ouvidoria Agrária Nacional, entre janeiro de 2001 a junho de 2016, foram registrados 223 homicídios decorrentes de conflitos agrários no Brasil. Destes, 132 ocorreram na região norte do país. A CDHM tem acompanhado com preocupação os números sobre violência no campo em todo o Brasil.

Leo de Brito

Secretários do prefeito Zum participam de bebedeira com menores de idade em banho no rio Acre, em Assis Brasil

Assessor de Comunicação e Secretário de Saúde de Assis Brasil participam de bebedeira com menores de idade.

 Por Alemão Monteiro 

Os cargos de confiança do prefeito Antônio Barbosa o Zum

Dois servidores públicos do primeiro escalão da Prefeitura de Assis Brasil não foram prudentes na hora de postar as fotos do final de semana em uma rede social.

Os cargos de confiança do prefeito Antônio Barbosa (PSDB), publicaram várias imagens comprometedoras, onde aparecem compartilhando bebidas alcoólicas com menores de idade. Em uma das imagens até mesmo uma criança aparece entre os farristas.

O Secretário de Saúde, Antônio Rios e o Assessor de Comunicação, Gerineudo Galdino, não tiveram nenhuma cerimônia na hora de expor as imagens ao público.

As fotos foram compartilhadas pelo próprio Secretário de Saúde, através de sua conta no facebook. Nas imagens duas adolescentes foram identificadas.

Segundo informações as mesmas estudam na escola estadual Íris Célia no período da manhã, portanto, ainda menores de idade. Já a criança que aparece em uma das fotos estava acompanha pela mãe.

As informações e as fotos do episódio foram enviadas à redação do "Jornal 3 de Julho Noticias" por uma moradora de Assis Brasil que diz ser parente de uma das adolescentes. Ela usou o direito de não se identificar com medo de represálias.

A redação do deste site tentou por diversas vezes entrar em contato com o Assessor de Comunicação, Gerineudo Galdino pelo celular (68) 99956 com o final 44, mas não conseguimos falar com o Assessor, de qualquer forma o site está aberto para direito de respostas e o Assessor Gerineudo dar a sua versão dos fatos.

Assis Brasil

Zum de Assis Brasil

Prefeito Zum

Prefeito de Assis

Zum

Prefeitura de Brasiléia vai dar suporte no curso de informática do Senac que inicia as aulas nesta quarta-feira

Nesta terça-feira, 04, aconteceu no auditório do centro cultural Sebastião Dantas, a abertura do curso de informática que será ministrado pelo Senac.

 Da Assessoria PMB 

Senai em Brasileia

O curso, que contempla mais de 50 alunos divididos em turmas nos 3 turnos, e terá a duração de 196 horas, visa capacitar jovens e adultos de Brasiléia, para que possam ser inseridos no mercado de trabalho, cada vez mais competitivo nos dias atuais.

E a prefeitura de Brasiléia vem dando todo o suporte necessário para que essa parceria dê certo e o Senac traga mais e mais cursos para capacitar nossos munícipes. 

A coordenadora do núcleo de educação profissional do Senac, Vanessa Carla, ressalta a importância da capacitação dos jovens e de como o Senac vem ajudando nesse processo

“O Senac fica muito satisfeito com a realização destes cursos e a inclusão destes jovens, por podermos dar essa contribuição a sociedade.

Na realidade o Senac tem esse trabalho social, que são os cursos gratuitos voltados as pessoas de baixa renda, o PSG, onde oferecemos os cursos de capacitação em diversas áreas para estas pessoas.

Aqui no município de Brasiléia estamos com o curso de informática, trouxemos nossa carreta, que é equipada com aparelhos de ultima geração para podermos melhor atender os nossos alunos e que eles saiam daqui preparados para o mercado de trabalho”, ressaltou a coordenadora.

O vice-prefeito e secretário de obras, Carlinhos do Pelado, representando a prefeitura no evento, falou sobre como é importante para os jovens do nosso município esse curso e de como o município de Brasiléia fica feliz em ser comtemplado com o mesmo

“Nós ficamos muito feliz por Brasiléia receber a carreta do Senac, que vem oferecer a nossa comunidade esse curso de informática. Estes jovens que aqui estão buscam se aprimorar, buscam o conhecimento, pois reconhecem as dificuldades do mercado de trabalho tão competitivo nos dias de hoje.

A prefeita Fernanda Hassem, não pode estar presente hoje mas nos pediu que estivéssemos presentes na abertura deste curso com todo o carinho, pois reconhecemos que este curso busca, também, dar qualidade de vida aos nossos munícipes”, declara Carlinhos.

As aulas terão inicio a partir desta quarta-feira, 04 de julho, na carreta do Senaca, que está estacionada nos arredores do Centro Cultural Sebastião Dantas.

Brasiléia Acre 1 Brasiléia Acre 3 Brasiléia Acre 5 Brasiléia Acre 6 Brasiléia Acre 7 Brasiléia Acre 8 Brasiléia Acre 9 Brasiléia Acre 10 Brasiléia Acre 11 Brasiléia Acre 12 Brasiléia Acre 13 Brasiléia Acre 14 Brasiléia Acre 15 Brasiléia Acre 16 Brasiléia Acre 17 Brasiléia Acre 18 Brasiléia Acre 19 Brasiléia Acre 20 Brasiléia Acre

Prefeito Zum aluga prédio de seu principal cabo eleitoral. O aluguel custará R$ 72 mil reais por ano

O prefeito do município de Assis Brasil, Antônio Barbosa (PSDB), o Zum, mostrou mais um ato de gratidão ao seu principal cabo eleitoral, o empresário Jorge Barateiro.

 Por Alemão Monteiro 

Zum Prefeito

Secretaria de Educação do município de Assis Brasil já possui um prédio próprio, mas o prefeito prefere alugar outro prédio só pra ajudar a amizade azul do PSDB.

O prefeito de Assis Brasil, Zum acaba de alugar um prédio de propriedade do empresário Jorge Barateiro, onde passará a funcionar a Secretaria de Educação Municipal. Segundo informações, o aluguel custará R$ 6.000,00 (seis mil reais) por mês aos cofres públicos.

O que mais chamou a atenção dos moradores é que a Secretaria de Educação do município de Assis Brasil possui um prédio próprio que foi reformado recentemente.

A grande amizade entre o prefeito Zum e o empresário Jorge já vinha sendo motivos para descontentamentos de alguns empresários locais e aliados políticos.

A reclamação é que as empresas de Jorge Barateiro estão sendo beneficiadas pela gestão tucana e que, segundo relatos, o empresário vende desde o copo descartável até material de construção, merenda escolar e ainda executa obras de construção e reformas.

Prefeito Zum

Prefeito Zum de Assis Brasil e seu principal cabo eleitoral, o empresário e proprietário do "Comercial Barateiro"

Alguns chegam a dizer que a prefeitura poderia ser chamada tranquilamente de “Comercial O Barateiro”, uma referência a uma das empresas do comerciante.

O aluguel que custará R$ 72 mil reais por ano é o principal assunto nas rodas de conversa na pequena cidade de Assis Brasil. Os moradores alegam que para uma prefeitura “quebrada” como alega o gestor é de estranhar o aluguel de um prédio tão caro.

Outros dizem ainda que não havia necessidade justificável para esse gasto desnecessário, já que a Secretaria de Educação possui um prédio que foi utilizado nos últimos 12 anos sem nenhum problema.

O que estranha também é que a Secretaria Municipal de Educação gastou dinheiro público para reformar o prédio, mas agora resolve sair e alugar o mais caro da cidade.

Prefeito de Assis Brasil Zum

Carnaval fora de época reuniu 35 mil pessoas em Brasileia

Prefeita Fernanda Hassem diz que festa movimentou economia da região. Carnavale ocorreu no município de Brasileia de 30 de junho a 2 de julho.

Fernanda Hassem

Com shows das Bandas É o Tchan e Cheiro de Amor, o “Carnavale”, carnaval fora de época realizado no município de Brasileia de 30 de junho a 2 de julho, reuniu 35 mil pessoas nos três dias de festa.

A informação foi repassada pela prefeita do município, Fernanda Hassem, nesta segunda-feira (3). Segundo a gestora, os números são preliminares e foram divulgados pela Polícia Militar (PM), que reforçou a segurança no evento.

O “Carnavale” encerrou a celebração do aniversário do município, comemorado nesta segunda (3). De acordo com a prefeita, a festa foi tranquila, sem registro de casos graves e os foliões também se divertiram com a apresentação de bandas locais.

“Os resultados da segurança foram muito bons. Nada de incidentes graves, só algumas pessoas que exageraram com a bebida, mas logo foram contidas”, destaca.

A prefeitura ressaltou ainda a movimentação econômica que foi gerada com a presença de foliões de Brasileia, Epitaciolândia e até a cidade de Cobija, na Bolívia, que faz fronteira com o Acre. Segundo ela, mais de 100 pessoas comercializaram comidas e bebidas durante o evento.

“Aqueceu muito a rede hoteleira e a economia da região. Ainda vamos fazer, juntamente com o Sebrae-AC, um levantamento de quanto foi essa movimentação”, finalizou.

Brasileia Carnaval

Carnaval 1

Carnaval

Do G1 Acre

Munícipes e visitantes de Brasiléia prestigiam última noite do Carnavale

O evento que faz parte da programação do aniversário do município teve como destaque a segurança e a animação do público durante os três dias de festa.

Carnaval em Brasileia 10

0 3 de julho 2017, data em que é comemorado 107 anos de fundação do município de Brasiléia e fazendo parte da programação alusiva à data foi realizado o Carnavale 2017, considerado o maior carnaval fora de época do Acre e uma das festas que fazem parte do calendário cultural do Estado.

Este ano, a prefeitura de Brasiléia, que em anos anteriores era a organizadora do evento, por não dispor de condições financeiras para a realização do evento esse ano, firmou parceira com uma empresa de eventos, mantendo-se somente como parceira do Carnavale, contando também com o apoio do Governo do Estado, Sebrae, além de outros parceiros que garantiram a realização da tradicional festa.

É importante mencionar que essa atividade fomenta a economia local, com geração temporária de renda, como fala o proprietário do Bar Varandas Fox Antônio Raimundo “A realização do Carnavale é muito importante para todos nós comerciantes, é uma renda a mais que conseguimos com a venda dos nossos produtos. Só tenho a agradecer a todos os organizadores”, destacou Antônio.

Já Ronaldo Lima, proprietário do Bar de Restaurante da Luca, localizado no município de Assis Brasil e que participou da comercialização de comidas na praça de alimentação, falou dessa oportunidade “É bom quando temos oportunidade de vender nossos produtos. Pra mim o Carnavale sendo realizado foi ótimo, principalmente na crise financeira em que estamos isso ajuda desde o pequeno ao grande comerciante e ganha todo mundo. Estão de parabéns por realizarem essa festa”, finalizou.

O evento contou com duas atrações nacionais, São o Tchan na sexta-feira, 30 de junho, e Banda Cheiro de Amor no dia 1º de julho, além das bandas acreanas. Já no domingo, 02, quem animou o público foram as bandas Perfil, Arregaça-aê e Ferdiney Ryos e banda.

Munícipes e visitantes compareceram na Praça Hugo Poli para a última noite do evento que teve como marca a tranquilidade de todos que participaram. Folia, agito e descontração foi o que não faltou.

Na segunda-feira, 03, aniversário da cidade, as comemorações dos 107 anos de Brasiléia se encerram com a alvorada e salva de tiros ao amanhecer com a participação da Banda de Música da Polícia Militar e a tarde serão realizados o concurso de fanfarras e apresentação de esportes radicais da Praça Hugo Poli.

Carnaval em Brasileia 1 Carnaval em Brasileia 2 Carnaval em Brasileia 3 Carnaval em Brasileia 4 Carnaval em Brasileia 5 Carnaval em Brasileia 6 Carnaval em Brasileia 7 Carnaval em Brasileia 8 Carnaval em Brasileia 9 Carnaval em Brasileia 11 Carnaval em Brasileia 12

Prefeitura de Brasileia realiza alvorada em comemoração aos 107 anos do município

Iniciando as comemorações dos 107 anos de Brasileia, a prefeitura juntamente com a banda da Policia Militar (PM) de Rio Branco resgatam uma das mais antigas tradições da cidade, o alvorada, que há cinco anos não era mais realizado.

 Por Raylanderson Frota 

Fernanda Hassem de Brasileia

Brasileia se originou a partir de um antigo Seringal Carmen, em 3 de Julho de 1910 (Foto: Raylanderson Frota)

A alvorada percorreu as principais ruas e pontos da cidade, despertando a população que aos poucos saia de suas casas e ficavam olhando pela janela para saudar os músicos que passavam.

O morador João Evangelista, 84 anos, ficou muito emocionado ao poder reviver essa tradição no município. “É muito emocionante poder vivenciar essa festa novamente, desde a minha infância que todos os anos, no dia 3 de julho, era comum os músicos militares passar pelas ruas tocando e cantando os parabéns para a cidade. Estou muito honrado e agradecido com a prefeita Fernanda Hassem e o Vice – prefeito Carlinhos do Pelado por trazer novamente a tradição e a alegria ao povo de Brasileia” destacou Evangelista.

Durante a caminhada foi realizada a queima de fogos preparada e organizada pela equipe da prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Educação. “Hoje é uma data muito importante, Brasileia comemora 107 anos e nós estamos aqui juntamente com a banda da Policia Militar para poder saudar e parabenizar os munícipes de Brasileia dando continuidade a nossa festa”, informou Ramiege Silva, secretária de Educação.

A alvorada teve inicio em frente a prefeitura passando pelas ruas Odilon Pratagi até a praça Valdemir Lopes e dando continuidade até os principais pontos da cidade encerrando na saída da cidade com destino a Assis Brasil. E as atividades continuam no decorrer de todo o dia até a noite com o desfile das bandas de fanfarra de Brasileia, Xapuri, Epitaciolândia e Rio Branco.

História de Brasileia

Localizado a 237 km ao sul de Rio Branco, na fronteira com a Bolívia, tem limites com os municípios de Epitaciolândia, Assis Brasil, Sena Madureira e Xapuri. Brasileia se originou a partir de um antigo Seringal Carmen, em 3 de Julho de 1910, usando o nome de Brasília.Posteriormente, em 1943, o nome da cidade foi mudado, para não ser confundida com a nova capital federal. Recebendo um novo nome, derivada da união das palavras Brasil (Bras) e Hiléia (floresta), utilizada até hoje.

Fernanda Hassem de Brasileia 2

Fernanda Hassem de Brasileia 3

Fernanda Hassem de Brasileia 4

Epitaciolândia e Assis Brasil recebem R$ 7,5 milhões em investimento do governo

Hoje, em Assis Brasil e Epitaciolândia, foram apresentados os Planos Agrícolas para cada município, somando um valor de R$ 7,5 milhões para mais de 1.400 famílias da agricultura familiar.

 Por Arison Jardim 

Governo investe mais R$ 7,5 milhões

Governo investe mais R$ 7,5 milhões para mais de 1400 famílias no Alto Acre (Foto: Arison Jardim/Secom)

Com uma economia de base diversificada, o Acre caminha no desenvolvimento sustentável social e ambiental. Em seu sétimo ano de gestão, o governador Tião Viana e equipe continuam a apresentar novos investimentos para a consolidação desse modelo econômico.

“A curva da produção rural do Acre é crescente, mostra muita mudança e nossa evolução. O estado tinha em 2010 um PIB [Produto Interno Bruto] de R$ 8 bilhões, em 2014 a riqueza era de R$ 13 bilhões”, afirma o governador, apresentando dados que provam a viabilidade deste modelo de conservar e produzir.

O Plano Agrícola se torna um instrumento de gestão para orientar os investimentos do governo em cada cidade. Para o Alto Acre, estão sendo focadas ações nas cadeias produtivas da borracha, castanha, fruticultura, suinocultura, avicultura, além de mecanização para diversas outras áreas.

Esse planejamento é construído pelas secretarias de Extensão Agroflorestal e Produção Familiar (Seaprof) e de Agropecuária (Seap).

Somando os valores apresentados hoje aos anunciados no mês passado em Xapuri e Brasileia, a região terá quase R$ 19 milhões só para agricultura familiar. Em todo o estado, o governo irá aplicar R$ 137 milhões, que vão fortalecer as ações já iniciadas.

Na oportunidade, foi anunciada também a benfeitoria de 37 km do ramal do Icuriã, em Assis Brasil. Um investimento de mais de R$ 370 mil, que será executado pelo Departamento Estadual de Estradas de Rodagem, Hidrovias e Infraestrutura do Acre (Deracre).

“Estamos falando, com esses investimentos, em uma expectativa da melhoria da nossa prosperidade. Enxergamos aqui uma possibilidade de melhorar o caminho e superar as barreiras da vida”, afirmou o governador, convidando todos os produtores a acreditarem na força dos produtos locais.

Economia do Alto Acre

“Nós não temos medo de fazer. É a criatividade que ergue a economia”, diz Tião Viana (Foto: Arison Jardim/Secom)

Exemplos disso são as cadeias produtivas da borracha, castanha e suinocultura que começam a ganhar mercado.

Em Assis Brasil um grupo de 315 famílias extrativistas comercializam, há 13 anos consecutivos, a Folha Defumada Líquida (FDL), subproduto do látex, com a empresa francesa de calçados Veja (Vert no Brasil).

“Se você somar a renda da castanha com a FDL, o extrativista pode chegar a ter mensalmente um ganho de R$ 1.500. E agora temos mais 74 famílias aptas a realizarem planos de manejo em suas áreas, mais uma renda para os moradores da floresta”, relatou José de Araújo, presidente da Associação Moradores e Produtores da Reserva Extrativista Chico Mendes (Amopreab).

Os investimentos anunciados hoje vão fomentar e dar mais estrutura para programas que visam esse mercado, como o Florestas Plantadas. Entre frutíferas e seringueiras, vão ser plantadas mais de 240 mil mudas.

“Eu sinto orgulho em dizer que tenho três hectares de seringueiras dentro de minha propriedade, fruto de uma política voltada para o homem do campo”, afirma Izaías Flores, da comunidade Iracema, em Assis Brasil.

“Eu sinto orgulho em dizer que tenho três hectares de seringueiras dentro de minha propriedade”, afirma Izaias Flores (Foto: Arison Jardim/Secom)

Izaías explica que “investimento na agricultura familiar se torna um dos mais importantes dentro de uma gestão pública, pois garante que haja oportunidade no campo e corta a necessidade de migrar para a cidade, onde nem sempre há estrutura para acolher a todos”.

Apoio parlamentar

Mostrando a importância desse planejamento de governo e das parcerias que são feitas para executá-las, as agendas foram acompanhadas de perto por parlamentares estaduais e federais.

César Messias, Leo de Brito, deputados federais; Leila Galvão, Lourival Marques, Daniel Zen, Manoel Morais e Maria Antônia, deputados estaduais, estiveram presentes.

“Se esses investimentos não forem feitos na agricultura, chegará um dia que não poderemos vir aqui anunciar novos recursos na educação, saúde e segurança. Pois quando se investe no produtor, ele faz a economia girar e assim aumentar nossas riquezas”, afirmou Daniel Zen, líder do governo na Assembleia.

“Tião Viana acredita no produtor rural. Diversificar a produção é a economia do futuro, pois conserva a natureza e faz rodar a economia do estado”, afirmou o deputado federal Leo de Brito.

O que disseram

“Quero agradecer ao governador pelos investimentos que estão sendo feitos no município. É ramal, borracha, avicultura, café, uma garantia para as famílias. Na nossa gestão não existe rótulo nem divergências ideológicas.” – Zum, prefeito de Assis Brasil.

“Aqui no Acre, o governador está trazendo benefícios para aqueles que alimentam as cidades. Obrigado por esses investimentos.” – Tião Flores, prefeito de Epitaciolândia.

“Vamos beneficiar mais de 1.400 famílias com ações apontadas pelas próprias comunidades. O governo apoia e dialoga com a classe dos trabalhadores rurais do Acre.” – João Thaumaturgo Neto, titular da Seaprof

“Nós temos compromisso com o agricultor familiar. Estamos com descascador e secador de café aqui em Assis Brasil e também kits de abatedouros de aves nos dois municípios.” – José Reis, titular da Seap.

“Hoje só quero agradecer ao governador Tião Viana por esses investimentos na classe trabalhadora de todos os municípios do estado.” – César Messias, deputado federal.

“Represento o Alto Acre e quero agradecer todo o investimento nesta região. Além do setor produtivo, há algumas semanas o governador mandou para Assis Brasil uma ambulância novinha. Ainda lembro das escolas indígenas de ensino médio neste município e dos títulos definitivos que foram entregues há 25 dias em Epitaciolândia.” – Leila Galvão, deputada estadual.

“Estamos no sétimo ano do governo Tião Viana e os investimentos continuam a acontecer. Esses recursos fazem parte dos R$ 75 milhões para a produção rural deste ano. Isso mostra a responsabilidade política desse governo.” – Lourival Marques, deputado estadual.

“Mesmo em momentos difíceis no Brasil, o Acre mostra sua força. Tenho orgulho de fazer parte da base desse governo.” – Maria Antônia, deputada estadual.

“O caminho para o Acre é a industrialização e a agricultura. Vemos isso acontecer no Alto Acre.” – Manoel Morais, deputado estadual.

“Em cenário de crise nacional, o Acre está garantindo recursos em todas as áreas e pagamento de pessoal. Tião Viana cumpre sua obrigação, mas vai além, trazendo investimentos para a economia crescer.” – Perpétua Almeida, ex-deputada federal.

Tião Viana 1

Tião Viana