Ex-prefeito de Sena, Nilson Areal é condenado há 14 anos de prisão em regime fechado

Nilson Areal ainda pode recorrer da sentença condenatória junto à Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Acre.

A Vara Criminal da Comarca de Sena Madureira condenou os réus Cecília Teixeira de Souza (ex-diretora financeira) e Nilson Areal de Almeida (ex-prefeito), além de seis supostos prestadores de serviços “contratados” por aquela municipalidade, a penas que somadas ultrapassam 40 anos de prisão pela prática dos delitos de apropriação ou desvio de bens ou rendas públicas (crime de responsabilidade) e falsidade ideológica.

A decisão, do juiz de Direito Fábio Farias, titular da unidade judiciária, ainda aguardando publicação no Diário da Justiça Eletrônico (DJE), considerou que os fatos apontados na representação criminal foram devidamente comprovados por ocasião da instrução processual, sob o crivo do contraditório judicial e da ampla defesa, impondo-se, dessa forma, a responsabilização penal dos envolvidos.

Entenda o caso

A denúncia do Ministério Público do Acre (MPAC) informa que os réus Nilson Roberto Areal de Almeida (ex-prefeito) e Cecília Teixeira de Souza (ex-diretora financeira) teriam organizado verdadeiro esquema de desvio de verbas públicas no âmbito da Prefeitura do Município de Sena Madureira, no ano de 2012, em concurso com os demais acusados.

Conforme a representação ministerial, os valores eram desviados através de pagamentos indevidos por supostos contratos de “serviços” (não prestados pelos contratados) como coleta de lixo, desobstrução de valas e ruas, pintura de prédios públicos, recapeamento de pneus, além da suposta contratação de professores e até mesmo de um bacharel em Direito que “sequer estava qualificado” para prestar o serviço para o qual foi contratado (de advogado), já que não estava regularmente inscrito nos quadros da OAB à época da contratação.

Dessa forma, foi requerida a condenação dos réus pelas práticas dos delitos de apropriação ou desvio de bens ou rendas públicas em proveito próprio ou alheio (crime de responsabilidade) e falsidade ideológica.

Sentença

Após a análise das provas reunidas aos autos, incluídos os depoimentos dos acusados e testemunhas, o juiz de Direito Fábio Farias entendeu que os fatos descritos na denúncia do MPAC restaram devidamente comprovados em relação aos réus Alison Augusto Marciel Brito, Arnaldo da Silva Mota, Cecília Teixeira de Souza (ex-diretora financeira), Júnior Joaquim de Lima, Micheces Pereira dos Santos, Nilson Roberto Areal de Almeida (ex-prefeito), Sebastião Ferreira da Silva e Sheilene Araújo de Souza.

O magistrado destacou que o conteúdo probatório reunido aos autos permite aferir que o acusado Nilson Areal foi o mentor do esquema de desvio de verbas públicas, tendo atuado como “o protagonista do teatro do crime, ao agir com dolo (intenção) direto e de forma irresponsável no trato com a coisa pública, dela apropriando-se sorrateiramente para beneficiar particulares a ele ligados de alguma forma”.

“Houve montagem de um aparato em 2012, justamente na época em que Nilson estava à frente da administração local, com vistas a saquear os cofres públicos, com o seguinte modus operandi: Nilson (Chefe do Executivo) nomeava sem qualquer rigor técnico particulares para prestar os mais variados serviços na rede pública de educação, supostas reformas e obras em prédios públicos, geralmente por curto período – de 1 a 3 meses; como estes nunca apareceram para a contraprestação, o ex-prefeito e Cecília (diretora financeira) criaram ordenações fictícia de despesas, no afã de justificar os indevidos pagamentos”, assinalou o juiz de Direito sentenciante.

Teoria da Cegueira Deliberada

O juiz de Direito titular da Vara Criminal da Comarca de Sena Madureira também assinalou a contratação irregular de Micheces Pereira dos Santos para suposta “prestação de serviços advocatícios”, considerando-se que o réu “sequer possuiu inscrição nos quadros da Ordem dos Advogados do Brasil” à época do contrato, fatos que foram insistentemente negados pelo acusado em Juízo.

“O caso, pois, encaixa-se com perfeição na teoria (…) da cegueira deliberada (willful blindness), a qual se refere a quem se comporta como um avestruz, enterrando a cabeça propositadamente para não enxergar um crime e dele tirar algum proveito”, anotou.

“Verdadeiro (s) fantasma (s)”

A sentença também ressalta que restou devidamente constatado, nos autos, que os supostos contratados “jamais estiveram nos locais onde deveriam ter exercido suas funções”, constituindo-se em “verdadeiro (s) fantasmas (s), participando direta e ativa e voluntariamente de abjeto esquema criminoso articulado para o desvio de verbas municipais”.

Penas

O decreto judicial prolatado pelo Juízo da Vara Criminal da Comarca de Sena Madureira fixou as seguintes penas privativas de liberdade em desfavor dos acusados:

Alison Augusto Marciel Brito
Pena 3 anos e 3 meses
Regime inicial aberto
Conversão para prestação de serviços comunitários sim
Multa em dinheiro / reparação do dano 29 salários mínimos
Outra penalidade
Inabilitação para o exercício de cargo ou função pública sim
.
Arnaldo da Silva Mota
Pena 3 anos e 3 meses
Regime inicial aberto
Conversão para prestação de serviços comunitários sim
Multa em dinheiro / reparação do dano 25 salários mínimos
Outra penalidade
Inabilitação para o exercício de cargo ou função pública sim
 .
 Cecília Teixeira de Souza (ex-diretora financeira)
Pena 12 anos e 6 meses
Regime inicial fechado
Conversão para prestação de serviços comunitários não
Multa em dinheiro / reparação do dano Ministério Público não indicou valor mínimo nem apresentou, na presente ação, elementos que demonstrem de forma objetiva a real extensão do dano
Outra penalidade perda da função pública
Inabilitação para o exercício de cargo ou função pública sim
 .
 Júnior Joaquim de Lima
Pena 2 anos e 4 meses
Regime inicial aberto
Conversão para prestação de serviços comunitários sim
Multa em dinheiro / reparação do dano 50 salários mínimos
Outra penalidade
Inabilitação para o exercício de cargo ou função pública sim
 .
 Micheces Pereira dos Santos
Pena 4 anos e 22 dias de prisão
Regime inicial semiaberto
Conversão para prestação de serviços comunitários não
Multa em dinheiro / reparação do dano Ministério Público não indicou valor mínimo nem apresentou, na presente ação, elementos que demonstrem de forma objetiva a real extensão do dano
Outra penalidade
Inabilitação para o exercício de cargo ou função pública sim
.
 Nilson Roberto Areal de Almeida (ex-prefeito)
Pena 14 anos, 6 meses e 22 dias
Regime inicial fechado
Conversão para prestação de serviços comunitários não
Multa em dinheiro / reparação do dano Ministério Público não indicou valor mínimo nem apresentou, na presente ação, elementos que demonstrem de forma objetiva a real extensão do dano
Outra penalidade
Inabilitação para o exercício de cargo ou função pública sim
 .
 Sebastião Ferreira da Silva
Pena 3 anos e 3 meses
Regime inicial aberto
Conversão para prestação de serviços comunitários sim
Multa em dinheiro / reparação do dano 25 salários mínimos
Outra penalidade
Inabilitação para o exercício de cargo ou função pública sim
 .
 Sheilene Araújo de Souza
Pena 3 anos, 10 meses e 12 dias
Regime inicial aberto
Conversão para prestação de serviços comunitários sim
Multa em dinheiro / reparação do dano 75 salários mínimos
Outra penalidade
Inabilitação para o exercício de cargo ou função pública sim


Recurso

Os réus ainda podem recorrer da sentença condenatória junto à Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Acre.

Fonte: ac24horas

Prefeitura de Brasiléia realiza atividades alusivas à páscoa no Centro dos Idosos

A Prefeitura de Brasiléia, juntamente com o centro dos idosos, encerrou a programação da páscoa, na quarta-feira, 28.

Os idosos receberam ovos da páscoa que foram confeccionados por eles, em uma oficina de chocolate disponibilizada pela equipe.

A Prefeita Fernanda Hassem tem se dedicado para que a melhor idade seja valorizada nessa gestão, proporcionando uma diversidade de conhecimentos para esse grupo que tem tanto a ensinar.

A Coordenadora do Centro, Saida Jafuri,falou do trabalho realizado com o grupo.

“Sempre realizamos uma nova atividade com o grupo e neste dia estamos comemorando a páscoa e entregando os chocolates que foram confeccionados em uma oficina de chocolate. Realizamos todo mês uma programação especial, e diariamente ofertamos café da manhã para os idosos, e iremos também iniciar novos cursos, além de alguns passeios”, disse Saida Jafuri.

Uma das participantes do centro, a idosa Dilza Gerônimo, destacou a importância das atividades que são realizadas.

Eu me sinto muito bem com os atendimento que recebemos aqui. Pra mim é muito bom. Porque antes eu não tinha atendimento nenhum, agora estou me achando  maravilhada com essas atividades”,finaliza Dilza.

Páscoa nas Escolas

A Prefeitura de Brasiléia, através da Secretaria de Educação, também realizou na mesma data, nas escolas municipais, uma confraternização da páscoa para os alunos.

A Escola Ruy Lino esteve apresentando atividades variadas durante toda a semana e fecha a programação com doces, pinturas e muitos sorrisos.

As escolas têm ensinado às crianças a importância das datas comemorativas e levado o máximo de conhecimento através de atividades diferenciadas.

A Gestora da Escola Rui Lino, Alexandra Furtado, falou sobre a atividade.

“Todas as atividades realizadas na escola Rui Lino, tem em foco o desenvolvimento dos alunos e esses momentos em que celebramos a páscoa levamos os alunos a refletir através dessas atividades lúdicas, a reflexão do comportamento humano”, disse Alexandra. 

A Secretária de educação, Ramiege Rodrigues, também falou a respeito.

Hoje nós estamos aqui na escola Rui Lino,finalizando o projeto da páscoa, que foi trabalhado com todas as crianças através de um planejamento com os professores que executaram o projeto em sala de aula com as crianças e agora finalizam com a culminância”,finaliza Ramiege.

Brasiléia será beneficiada com programa Internet Para Todos

A Prefeita Fernanda Hassem, participou na terça-feira, 27, da cerimônia de lançamento do programa Internet Para Todos, realizado no Teatro de Náuas, em Cruzeiro do Sul.

O evento contou também com a presença de 20 prefeitos do Estado do Acre, sendo que da regional do Alto Acre participaram: Antônio Barbosa (Zum) deAssis Brasil, Raimundo Nonato(Raimundão) vice- prefeito de Epitaciolândia, José Augusto de  Capixaba, Francis Ubiracy (Bira) de  Xapuri.

O evento contou ainda com a presença do Ministro da Ciência e Tecnologia, inovação e comunicação, Gilberto Kassab, os senadores Jorge Viana,Gladson Cameli e Sergio Petecão e o deputados federal Alan Rick.

O Projeto tende a beneficiarcomunidade rurais e urbanas de Brasiléia e demais municípios com internet,  levando a inclusão digital a diversos locais do município.

A Prefeita Fernanda Hassem falou dos benefícios que o projeto irá oportunizar.

“Participaram do lançamento do programa internet para todos 20 prefeitos do Estado do Acre, sendo que a ideia principal é ofertar internet para os moradores da área urbana  e rural dos municípios, levando a comunicação rápida, podendo assim  oportunizar a todos”, disse Fernanda.

Prefeitura emite nota de esclarecimento sobre a situação do Procurador Pedro Diego

Procurador jurídico da Prefeitura, Pedro Diego, não preenchia os requisitos exigidos no concurso público.

A Prefeitura Municipal de Brasileia publicou uma nota de esclarecimento referente ao Processo administrativo instaurado contra o procurador Jurídico, Pedro Diego que vem alegando inverdades nas redes sociais quando diz que está sendo perseguido por suas práticas.

Em nota a Prefeitura do Município explica detalhadamente a situação do procurador Pedro que vem faltando com a verdade desde dias anteriores.

Veja abaixo a nota de esclarecimento

ESTADO DO ACRE
PREFEITURA DE BRASILEIA
SECRETARIA MUNICIPAL DE COMUNICAÇÃO

Em razão das últimas matérias jornalísticas veiculadas na imprensa Estadual, nos dias 26 e 27 de março de 2018, a respeito da Portaria de n. 080/2018, onde instaurou Processo Administrativo Disciplinar com suspensão de atividades laborativas do Procurador Municipal Pedro Diego Costa de Amorim, a Prefeitura Municipal de Brasiléia esclarece que:

– O procurador responde à Processo Administrativo Disciplinar por faltar com a verdade quando se inscreveu no concurso público e tomou posse no cargo sem preencher as condições legais (5 anos de experiência na advocacia), tendo sido omisso nesse quesito ao exercer a função de Secretário de Administração do Município de Brasiléia em gestão anterior;

– Afirmou em juízo que não poderia realizar audiências em nome do Município por motivo de atestado médico, ao tempo em que realizava audiências em causa própria;

– Apresentou novo atestado médico perante seu superior, faltando ao serviço, mas atuando judicialmente em nome do município, apenas nas causas de seu interesse particular, colocando em dúvida seu estado de saúde;

– Representou o Município em processos judiciais, usurpando a função de sua chefia imediata (Procuradora Geral), incorrendo no crime previsto no art. 327 do Código Penal;

Diante desses e de outros fatos colecionados em processo interno de sindicância e Processos Administrativos Disciplinares, esta municipalidade está tomando as providências cabíveis, visando dar efetividade aos trabalhos em prol da população.

Brasiléia, Acre, 27 de março de 2018.

Prefeitura Municipal de Brasileia.

Promotor diz que comentário do procurador da Prefeitura de Brasileia, Pedro Diego foi leviano e irresponsável

Promotor Ildon Maximiano Peres Neto questiona procurador da Prefeitura, Pedro Diego e diz que seu comentário foi leviano e irresponsável.

Por Alemão Monteiro

O procurador jurídico da Prefeitura de Brasileia, Pedro Diego da Costa Amorim, tentou se passar por vítima, após sua perseguição desenfreada contra a Prefeita Fernanda Hassem do Município de Brasileia.

Durante o seu desabafo arfante a um blog, o procurador insinua que a transferência do Promotor Aurê Ribeiro foi dada por conta das três ações civil pública contra a mandatária maior do município, mas foi respondido pelo Promotor Ildon Maximiano Peres Neto que afirmou que o comentário do procurador do Município referente ao Ministério Público foi leviano e irresponsável e risível.

Segundo o Promotor Ildon, o Promotor Aurê Ribeiro teve sua movimentação na carreira dentro dos preceitos legais e republicanos como aconteceu antes e agora com outros promotores de justiça substitutos. No lugar dele ficou outro servidor igualmente preparado, combativo e cumpridor de suas obrigações legais e constitucionais.

“O senhor procurador do Município de Brasileia Pedro Diego entrou em rota de colisão com a Prefeitura Municipal. A pretexto disso, afirmou que o promotor de justiça Aurê Ribeiro foi retirado da comarca de Brasileia por ter proposto ações contra a mandatária maior do Município. Não sei quanto ao mais que foi dito, afinal mal conheço este senhor, mas seu comentário sobre o Ministério Público, isso posso atestar, além de leviano e irresponsável, é risível”, publicou Ildon em sua página do facebook.

É considerado no mínimo uma falta de profissionalismo do procurador municipal, Pedro, afirmar essas asneiras com intenção maldosa de aplicar a responsabilidade em cima de alguém que não tem nada a ver com a situação.

Coronel Ulysses torna-se o “novo” mandatário do PSL no Estado do Acre e Bocalom desembarca no Patriotas

Diante disso, já anunciou a debandada do seu grupo do partido de Alan Rick com destino de desembarque no Patriotas.

Após tanta “pixotada” dentro da oposição, parece que as coisas começam a caminhar daqui para a frente. Uma vez que, o vice do pré-candidato Senador Gladson Cameli foi definido, o DEM foi retirado de Tião Bocalom e entregue nas mãos do deputado federal Alan Rick e o MDB depois de tantos vai e volta decidiu permanecer unido à pré-candidatura de Cameli. Com isso, a turma de Bocalom e Cel. Ulysses já tem novo destino.

O pré-candidato ao governo do Estado Cel. Ulysses Araújo que dormiu vice de Gladson e foi enganado pela “Frente da Mentira”, termo utilizado pelo ex vice presidente estadual do DEM, Frank Lima, não perdeu tempo e ja tornou-se o novo mandatário do PSL, Partido Socialista Liberal, no Acre.

A reunião que apresentou a nova Executiva do partido aconteceu na manhã do último sábado, 24, onde o PSL no Acre será presidido pelo empresário Pedro Valério que terá como vice presidente o economista Resine Jarude e na primeira secretaria o professor Dr. Lauro Fontes.

A reunião que contou com a presença do pré-candidato ao governo do Estado pelo partido Cel. Ulysses Araújo, teve como objetivo apresentar a nova executiva e tratar de possíveis pré candidaturas a deputados estaduais e federais da coligação.

Após ser destituído da presidência do DEMOCRATAS, DEM, Tião Bocalom manteve sua palavra de continuar firme e acreditar no crescimento de Ulysses para concorrer ao cargo de Governador não abandonando o militar. 

acrereal.com

Prefeito Zum de Assis Brasil tenta colocar a culpa da sua péssima gestão nas gestões passadas

Será que o Prefeito Zum vai conseguir colocar o Município de Assis Brasil nos eixos com a teoria de jogar a culpa nos gestores anteriores?

Por Alemão Monteiro

Atualmente o Município de Assis Brasil é considerado o mais retrógado não só da região do Alto Acre como também de todo o Estado devido à péssima administração praticada pelo atual Prefeito Antônio Barbosa, vulgo Zum (PSDB) que ultimamente decidiu jogar a culpa da sua má gestão para dos prefeitos anteriores.

Zum afirma que não tem conseguido fazer quase nada por conta das dívidas deixadaspelos gestores passados, mas se esqueceu de lembrar que dentre esses Prefeitos anteriores, o mesmo se enquadra, onde após o término do seu mandato também deixou dívidas a serem pagas como todos os outros.

É difícil de entender, pois vimos tantos novos gestores que se elegeram e pegaram uma Prefeitura sucateada e afundada em dívidas e conseguiram dar a volta por cima deixando a Prefeitura viabilizada para receber emendasse recursos, tudo com uma boa administração e uma doze extra de vontade de trabalhar, o que não vem acontecendo na gestão de Zum.

Será que o Prefeito Zum vai conseguir colocar o Município de Assis Brasil nos eixos com a teoria de jogar a culpa nos gestores anteriores? Prefeito faça a sua para e se não aguentar ou não souber lhe dar com a situação renuncie.

A Ex-Prefeita de Assis Brasil, Eliane Gadelha, usou as redes sociais para responder o Prefeito Zum que vem se fazendo de vítima quando diz “justamente eu, apareço na história para pagar esse pato”, mas esqueceu de dizer que durante a gestão passada do Ex-Prefeito Betinho, ambos da mesma agremiação política, Zum tinha acesso livre dentro da Prefeitura e mesmo vendo a situação da Prefeitura decidiu se candidatar e agora que se tornou Prefeito novamente vem se fazer de vítima que não sabia de nada, mas vale ressaltar que sabia da situação.

Dizem as más línguas que a situação de Assis Brasil só piorou quando Zum assumiu, continuou o mesmo descaso e o fantasma do salário atrasado voltou a assombrar.

Veja a postagem da Ex-Prefeita Eliane Gadelha

Em ano de eleições e enfrentando dificuldades tudo começa novamente, os ataques as gestões anteriores. Como ex prefeita de Assis Brasil venho até esse meio de comunicação informar às pessoas que tenham interesse em saber da verdade sobre a matéria veiculada nesses últimos dias sobre um desabafo que o atual prefeito, o Senhor Antonio Barbosa de Souza fez sobre as dívidas da municipalidade adquiridas das gestões petistas. Não quero aqui dizer que não ficaram dívidas do meu mandato, mas quero lembrar-lhe que essas dívidas vêm arroladas desde as primeiras administrações do nosso município, inclusive do mandato do Sr. Antonio Barbosa de Souza ( 1989 – 1992), então não vamos culpabilizar nem A nem B pela sua atual gestão desastrosa, todos nós que fomos prefeitos sempre herdamos algumas dívidas, lembro-me bem dos vários salários atrasados dos funcionários públicos municipais que Vossa Excelência deixou e que só no mandato do Manoel Batista foram pagos, e essa dívida foi uma das menores, como vossa Excelência é sabedor a Escola Municipal Edilsa Maria Batista ficou anos sem receber recursos federais por falta de prestação de contas de um convênio liberado para ampliação da mesma, essas contas são algumas que me recordo no momento, mais ficou muito mais. E em nenhum momento vi os prefeitos que lhe sucederam jogar a culpa em Vossa Excelência quando a administração não estava dando certo. O Senhor também sabe que por mais 3 vezes tentou ser prefeito de novo e o povo que ainda lembrava do desastre não o elegeu, só agora depois de 24 anos lhe deram a oportunidade de voltar novamente a prefeitura na inocente ideia de que iria ser diferente. Outra coisa Sr. Prefeito o prefeito da gestão anterior à sua era seu companheiro de partido e que, inclusive lhe dava livre acesso dentro da prefeitura, e o Sr. nunca perguntou a real situação do Município? Se candidatou sendo sabedor das dificuldades, então agora supere-as. Eu, Manoel cometemos erros sim, não com intenção de fazê-los, e sim na intenção de melhorar a qualidade de vida do povo humilde de Assis Brasil, e por esses erros carregamos uma bagagem grande de processos na justiça, onde em alguns deles já fomos condenados e estamos pagando pelos erros que cometemos.

Maria Eliane Gadelha Carius

Ex-prefeita de Assis Brasil

Aldemir está em Brasileia e continua dando as cartas como mostra a foto em frente ao banco do Brasil na Av. Marinho Montes

Mesmo após as prisões do ex-prefeito Aldemir Lopes, a oposição de Brasileia continua a ser comandada pelo ex-presidiário.

Por Alemão Monteiro

Uma foto foi tirada de Aldemir Lopes batendo um papo com lideranças da oposição de Brasileia em frente ao Banco do Brasil, localizado na Avenida Dr. Manoel Marinho Montes, e mostra que Aldemir não deixou a política, muito pelo contrário está mais próximo do que muita gente imagina.

Na foto está Aldemir fazendo aseno com os braços, mas acredita-se que o assunto seja politico, pois tem várias figuras políticas reunidas em um só lugar. Não vamos revelar o nome das pessoas por motivo de represália.  

Aldemir continua dando as cartas, engendrando as coligações, candidaturas e conchavos políticos para as eleições de 2018. É ele um dos principais articuladores do apoio que Gladson Cameli vem recebendo do MDB em todo o Acre.

Prova disso são as várias reuniões políticas que Aldemir vem participando como da vez em que Aldemir ainda com tornozeleira na canela participou da reunião realizada na sede do PMDB, em Rio Branco, onde após esta desobediência, Aldemir voltou a ser preso.

Esta não é a primeira vez que Aldemir descumpre a lei e participa de reunião política, tem também a mais recente participação de Aldemir na reunião política que aconteceu na residência do Coronel Ulisses que visa se aliar com Gladson, após levar uma rasteira do Progressista.

O ex-prefeito e o dedo

Para tentar esconder o rosto de Aldemir, Ulysses pôs o dedo em cima da imagem do ex-prefeito para que ele não fosse identificado, mas de acordo com a apuração da reportagem, tratava-se do ex-prefeito que é acusado de fraudar licitação, lavagem de capitais, corrupção ativa e passiva, peculato e organização criminosa.

Aldemir Lopes na prisão

Autor da denúncia (Veja o Vídeo abaixo) que culminou, em setembro do ano passado, na prisão do ex-prefeito de Brasileia Aldemir Lopes (MDB), o promotor Ildon Maximiano afirmou ontem ao jornal Página 20, que se for comprovado o descumprimento das condições impostas pela Justiça ao ex-gestor, o caminho natural é a volta dele ao presídio. 

A possível transgressão veio a público acidentalmente durante entrevista do pré-candidato ao governo do Estado, coronel Ulysses Araújo (sem partido), a um site local na semana passada. Ele mostrou ao entrevistador foto de um encontro político noturno em que o ex-prefeito teria participado.

O evento aconteceu na casa do coronel, em Rio Branco, e contou com outras lideranças do MDB, como o deputado federal Flaviano Melo, Vagner Sales e Márcio Bittar, além do senador Gladson Cameli (, também pré-candidato do governo do Acre pelo PP.

Veja no link abaixo matéria relacionada

Veja o Vídeo:

Prefeitura transmite a luta do século em praça pública de Brasiléia

O último episódio de “Dragon Ball Super”, animação japonesa de sucesso mundial, foi exibido em um telão na praça Hugo Poli em Brasiléia, na noite de sábado (24), no interior do Acre.

Após a campanha realizada nas redes sociais, a prefeitura de Brasiléia se rendeu aos pedidos dos fãs e transmitiu ao vivo a tão esperada batalha entre Goku e Jiren.

“Muito legal poder ofertar lazer e entretenimento ao nosso povo, prefeitura fazendo sua parte. Hoje vi crianças, jovens e adultos reunidos, felizes com algo que parece tão simples, mas tão criativo e tem um retorno social bacana. Obrigada equipe de comunicação, esportes e gabinete”, falou Fernanda Hassem, Prefeita de Brasiléia.

Ansioso para ver o último episódio da temporada de Dragon Ball Supero fã, Alberto Júnior, falou a respeito da iniciativa da Prefeitura de Brasiléia em transmitir em tempo real o anime. “Assistir ao último episódio cercado de amigos e pessoas que gostam da mesma série é muito gratificante, é algo maravilhoso e envolve muitas emoções. E a prefeitura está de parabéns por acreditar na campanha realizada nas redes sociais e proporcionar um momento tão importante para nós, por compartilhar com a gente esse momento e acima e tudo esteve presente conhecendo a nossa cultura ‘nerd’ com esse anime que ultrapassa gerações”, enfatizou Alberto.

O idealizador do evento nas redes sociais, HibisSyahu Campos, falou a respeito da transmissão realizado pela prefeitura em praça pública. “Muito obrigado a prefeita Fernanda Hassem por acreditar nessa campanha e realizar esse evento, também quero agradecer a todos os presentes aqui na praça os fãs que vieram prestigiar. Esse é um anime que marcou e vai continuar marcando gerações”, finalizou Campos.

Prefeita Fernanda Hassem participa de encontro realizado pelo TCE/AC no Alto Acre

A Prefeita Fernanda Hassem, o vice Carlinhos do Pelado e secretários  participam de encontro realizado pelo TCE na cidade de Epitaciolândia.

A prefeita Fernanda Hassem, participou na manhã de sexta-feira (23), em Epitaciolândia do I Encontro Técnico do Tribunal de Contas do Estado (TCE), e os Municípios 2018.

O encontro tem como tema “Prestação de Contas Municipais: Orientação sobre normas e procedimentos a serem adotados”, com o objetivo de trocar experiências a partir de dificuldades evidenciadas nos processos de fiscalização e prestações de contas anuais.

A prefeita de Brasiléia, Fernanda Hassem, falou a respeito da participação dos servidores do município. “Faço questão de participar de todos os encontros realizados pelo tribunal, mobilizo toda a equipe de Brasiléia para que compareçam também. Entendo que o mesmo tribunal que julga, acompanha e faz analises das nossas contas é o mesmo que nos orienta. Acho importante que os vereadores, secretários e prefeitos estejam presentes para poder saber como está a situação de seus municípios antes de só criticarem”, ressaltou Fernanda.

No encontro foram abordados temas como “O Dever de Prestar Contas; Falhas e Irregularidades nas Prestações de Contas; Envio de Remessas: Prestação de Contas Mensais 2018 e Defesa e Recurso junto ao TCE”.

O Presidente do Tribunal de Contas do Estado do Acre falou a respeito do ciclo que está sendo realizado no Acre. “Estamos realizando mais um encontro com os nossos prefeitos aqui do Alto Acre, encerrando a primeira etapa do nosso projeto que percorreu todo o Estado. Esse encontro faz parte da programação anual que realizamos 3 ciclos de palestras em cada regional do Acre, e essa primeira fase encerramos agora já que no dia 31 de março os prefeitos já terão que apresentar suas contas”, informou Valmir Ribeiro.

O encontro contou com a presença dos prefeitos do município de Assis Brasil, Xapuri e Epitaciolândia.