Everaldo corta salários e insalubridade que gera revolta entre servidores.

Corte de salários em Brasiléia gera revolta entre servidores

Da Redação Com Agência ContilNet

Foto: Alemão Monteiro

Everaldo Gomes Prefeito De Brasiléia. Foto: Alemão Monteiro

Mais problemas

Funcionários públicos em Brasiléia estão revoltados com o prefeito Everaldo Gomes (PMDB) pelo fato do gestor ter cortado R$ 300 dos pagamentos deles.

Adquiridos por Lei

Os cortes são de benefícios adquiridos por Lei. São recursos referentes a insalubridade, adicional noturno, horas-extras e gratificações.

Providências

O presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Brasiléia, Aélson Araújo, esteve na manhã desta terça-feira (1°) na Câmara de Vereadores em busca de apoio dos parlamentares para resolver a questão.

A coisa não vai ficar boa

Os servidores prometem que o corte de R$ 300 não ficará por isso mesmo. Providências serão tomadas e as coisas tendem a não ficar boas para o prefeito Everaldo Gomes.

Trator: Prefeito André Hassem envia a câmara assinatura falsa.

Vereadores denunciam falsificação de assinatura de empresário em Epitaciolândia.

Escrito Por ACNOTICIA.COM

P. DEE. aNDRÉ H

Epitaciolândia-Acre

O que já era complicado acabou de piorar de vez. Os vereadores de Epitaciolândia enviaram mais uma denuncia ao ministério público Estadual e Federal solicitando a apuração de uma suposta assinatura falsa em documento enviado a câmara de Epitaciolândia pelo prefeito André Hassem (PSDB). Desconfiados da veracidade das informações fornecidas pelo o prefeito.

Os vereadores decidiram comparar a assinatura do empresário no documento com a assinatura do mesmo empresário na ata do pregão presencial 05/2013 cujo objeto era um trator de esteira com recurso do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento – MAPA através do contrato 10002441-26/2012/MAPA/CAIXA.

No oficio da de se perceber a forma grotesca como a assinatura atribuída ao empresário não confere com a original da ata anterior.

Compare nos dois documentos assinatura do SR. Rodrigo Alves Osorio. A primeira seria o falso.

212121

Cinco vereadores de Epitaciolândia, Messias Lopes (PT), Carlos Portela (PPS), Aldemir Sales (PT), Marcos Ribeiro (PSB), Raimundão (PR), denunciaram ao MPE a falsificação da assinatura de um empresário que participou de licitação em Epitaciolândia no valor de 497.500,00(quatrocentos e noventa e sete mil e quinhentos reais).

32323223

Prefeitura de Brasiléia corta salário dos funcionário na marra.

Funcionários De Brasiléia São Surpreendidos Com Cortes De Benefícios Adquiridos Por Lei

Fernando Oliveira/Chiquinho Chaves

Funcionários De Brasiléia São Surpreendidos Com Cortes De Beneficios Adquiridos Por Lei 12

A bruxa continua solta em Brasiléia para o lado da atual administração comandada por Everaldo Gomes do PMDB, se não bastasse o escândalo recente do desvio de 400 mil reais dos cofres públicos, o atual gestor surpreendeu uma grande quantidade de funcionários do município descontando boa parte de seus vencimentos.

O presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Brasiléia, Aelson Araújo esteve na manhã desta terça-feira 1° de Abril, na Câmara de vereadores em busca de apoio dos parlamentares mirins, para intermediar uma conversa com o executivo e resolver o impasse.

Segundo Aelson, a prefeitura não informou com antecedência que faria os descontos referentes a insalubridade, adicional noturno, horas-extras e gratificações.”Fui pego de surpresa por que, como a administração não informou que haveria esse corte, o pessoal tem me procurado e consta que na nossa lei municipal que após 10 anos de gratificação esse abono fica incorporado ao salário, é o caso de muita gente, além de outras coisas mais”,lamentou.

Os descontos variam de 280 a 400 reais dependendo das funções desenvolvidas pelos servidores, uma quantia considerável levando em consideração que os salários dos funcionários não chegam a 1000 reais e estão sem reajustes.

Não foi possível contactar com a secretária de Administração municipal, Nely Braga para ouvir a versão da prefeitura de Brasiléia diante do fato, porém alguns vereadores da base de Everaldo expuseram que os descontos atendiam determinação do Tribunal de Contas do estado.

Para o presidente do sindicato, os cortes das gratificações com direito adquirido, bem como outros benefícios de adicional noturno e insalubridade foram feitos de maneira incorreta.”Não acredito que o Tribunal de Contas tenha pedido para fazer cortes em cima de direitos adquiridos pelo servidores”,disse Aelson.

Ao final da sessão ordinária, foi encaminhado que uma comissão de vereadores e representante do sindicato dos funcionários estariam reunindo para tomar conhecimento do caso e posteriormente procurariam a Prefeitura de Brasiléia e o Ministério Público para resolver mais um problema na atual administração do município.

Palácio Rio Branco é iluminado pelo Dia Mundial do Autismo.

Rio Branco adere ao dia Mundial de Conscientização do Autismo.

Por Celis Fabrícia 

e12e2

Quem for ao centro da capital acreana à noite poderá ver que o Palácio Rio Branco ganhou iluminação especial. O tom azul é o símbolo das campanhas de luta contra o preconceito dirigido às pessoas com autismo. Diversos prédios e monumentos no mundo também serão iluminados com azul neste dia 2 de abril, Dia Mundial de Conscientização do Autismo.

“Nós precisamos amar o diferente, romper com o preconceito e abraçar as causas,” destacou Marlúcia Cândida, primeira-dama do estado e coordenadora do Acre Solidário, que idealizou a campanha.

Preconceito que Elisa Maria Silva de Souza sabe muito bem o que é. Mãe de José Miguel, que tem três anos e quatro meses, no ano passado, após um trabalho de faculdade, identificou algo diferente no filho. José Miguel não acenava, nem olhava nos olhos, não interagia com os pais e tinha movimentos repetitivos das mãos. Em contato com Associação dos Amigos e Pais dos Autistas do Acre, e após consultas com neuropediatras identificou o problema e começou o tratamento do filho.

“Um dos principais desafios é o preconceito. Ainda falta muita informação para as pessoas”, compartilhou.

A secretaria de Estado de Educação (SEE) garante, por meio da lei 12.764 atendimento personalizado aos alunos nas escolas. O número passou de 12 para 100 atendentes profissionais nos últimos três anos. “Os alunos são atendidos nas salas de recursos multifuncionais das escolas e nas instituições Dom Bosco e Apae, ” falou Úrsula Maia, coordenadora de educação especial da SEE.

Autor da lei que também institui o dia no Acre, o deputado Jamyl Asfury acredita que todos devem se envolver com a discussão do tema. “Quando fazemos esse evento chamamos a atenção da sociedade para entender mais o que se passa com quem tem autismo”, destacou.

(Foto: Val Fernandes/Secom)

(Foto: Val Fernandes/Secom)

Sobre o Dia A

No dia 2 de abril de 2007, a Organização das Nações Unidas (ONU) instituiu o Dia Mundial de Conscientização do Autismo, ou Dia A, com o objetivo de conscientizar sobre o transtorno do espectro autista.

O autismo causa alteração que afeta a capacidade de comunicação, socialização e comportamento do indivíduo. De acordo com a Associação dos Amigos e Pais dos Autistas do Acre, o estado tem hoje 180 famílias com registro na associação, e estima-se que aproximadamente 500 famílias tenham algum caso.

Tião se destaca com seu empenho em meio a crise do rio madeira.

Para o governador, os inúmeros problemas são compensados pelo apoio das pessoas

Luciano Tavares

Para o governador, os inúmeros problemas são compensados pelo apoio das pessoas

Desde o dia em que a situação da enchente do rio Madeira se agravou no Acre (24 de fevereiro deste ano), quando a Polícia Rodoviária Federal e o DNIT resolveram pela primeira vez interditar a BR-364 para o tráfego de veículos pequenos, por causa da inundação de um grande trecho no distrito de Jaci-Paraná, em Porto Velho, Tião Viana resolveu agir e isso tem feito de forma incansável. Acordando às 5 da manhã e dormindo após às 23 horas, Tião Viana é o que se pode chamar de um homem determinado.  Nesses 35 dias de crise, a situação no Acre só não é pior ainda mais porque o governador petista tem tomado medidas emergenciais para tentar manter abastecido o estado com produtos de primeira necessidade.

Ao ver o tamanho do problema, a primeira medida foi estabelecer um rápido planejamento com a participação de empresários locais e a Defesa Civil em constantes reuniões na chamada sala de situação, na Casa Civil. Assim que surgiu o risco iminente da falta de combustíveis há quase um mês, Sebastião Viana tratou de entrar em contato com a Petrobrás para liberar a distribuição de diesel e gasolina pelas centrais de Porto Velho-RO e Manaus-AM, via Purus (Porto Acre) e rio Juruá  (via Cruzeiro do Sul). E ainda abriu as negociações com o governo peruano para a aquisição de produtos hortifrúti e cimento.

balsa

Tião também pensou em outras alternativas. Os voos da FAB com alimentos e hortifrutigranjeiros para os supermercados, e medicamentos para as unidades de Saúde tem sido priorizados no transporte aéreo. O problema do gás foi resolvido rapidamente através do transporte por balsas de 450 toneladas do produto, cada uma.

Apesar das críticas que se ouve no meio da população, que provavelmente desconhece o esforço concentrado de Sebastião e sua equipe, as medidas e ações tomadas pelo governador do Acre neste período de crise, tem sido elogiado pelos empresários. “Ele tem trabalhado muito para diminuir o impacto do racionamento”, diz o presidente da Associação Comercial do Acre, Jurilande Aragão, que integra a sala de situação desde o começo da crise.

Um dos exemplos mais citados pelos empresários de diferentes ramos foi a disposição que o governo teve em mandar ao trecho alagado da BR-364, em Jaci-Paraná e Nova Mutum, equipes do Deracre e Defesa Civil para trabalhar na implantação de uma estrutura temporária para o atracamento de balsas que passaram a atravessar toda a área inundada da rodovia carregadas de caminhões com produtos.

Mas duas coisas chamam a atenção de quem acompanha de perto todo este esforço do governo. Uma é boa: em nenhum momento ele mistura ação de governo com política. A outra é ruim: ele peca pelo fato de “esconder algumas verdades” que a população merece tomar conhecimento. Mas justifica ao dizer que “o governo não pode alardear tudo que sabe para não provocar pânico desnecessário”. E como exemplo cita do caso dos combustíveis. Isso sem falar das informações desencontradas, o que leva a crer que o governador tem sido mal assessorado por alguns membros de sua equipe, mesmo quando busca divulgar informações verdadeiras.

Perguntado por ac24horas, sobre sua rotina de vida nesses últimos 35 dias, se perdeu peso e tem dormido menos, qual o principal problema enfrentado neste momento e se busca refúgio espiritual diante da crise, Tião Viana disse que seu ritmo de trabalho é sempre o mesmo independente de enchente.

“Acordo antes da cinco, trabalho até às 21 horas com ou sem enchente. Durmo menos de quatro horas ao dia, sempre… Tenho alegria e entusiasmo com a vida todo dia”.

Segundo Sebastião Viana, o maior desafio será recuperar as perdas econômicas de mais de 200 milhões ocasionados pelo isolamento.  E sobre a perda de peso, o que é evidente nesses últimos dias, o governador diz que não tem a ver com a crise. Ele tem frequentado a academia e quando pode caminha no Parque Tucumã. “Academia. Quero perder mais”, diz.

Para o governador, os inúmeros problemas são compensados pelo apoio religioso e das pessoas com ou sem religião.

“Normal, sempre cultivei a minha fé. No entanto, o que me conforta é receber o carinho e solidariedade de tanta gente, de todas as religiões e crenças, da população em geral, a quem eu fui escolhido para servir na função de governador”, completa.

Sebastião Viana diz ainda que o atual momento vivido pelo Acre “é como se estivéssemos vivendo um bloqueio geral”. A minha dedicação à função é motivada pelos valores que acredito; considero missão de vida o trabalho. O Acre tem amplos desafios. Este, ora enfrentado, é o maior desde a revolução acreana, é uma operação de guerra, como se estivéssemos vivendo um bloqueio geral. Felizmente, temos tido o apoio da presidenta Dilma e,assim, superado tantos obstáculos. São dezenas de jovens acreanos, dia e noite, trabalhando 24 horas por dia às margens da BR”, concluiu o governador.

Numeros da alagação do madeira _ quadro700

Prefeitos eleitos em 2012 fazem administrações desastrosas no Alto Acre

Eleitos apoiados em pesadas críticas aos adversários, gestores do PSDB e PMDB enfrentam enxurrada de denúncias de corrupção e ainda não mostraram a que vieram

Ray Melo, da editoria política de ac24horas

Prefeitos eleitos em 2012 fazem administrações desastrosas no Alto Acre 12

Os prefeitos do Alto Acre, que se elegeram em 2012 – com um discurso oposicionista que apontava as falhas administrativas e a saturação do projeto político defendido pela Frente Popular do Acre (FPA), depois de 15 meses de mandato ainda não mostraram as soluções que prometeram para os problemas recorrentes de Epitaciolândia, Assis Brasil, Xapuri e Brasiléia.

Os tucanos André Hassem, Humberto Filho (o Betinho), Marcinho Miranda e o peemedebista Everaldo Gomes – estariam devendo uma resposta aos anseios dos eleitores e poderão receber o mesmo castigo que foi conferido aos gestores da Frente Popular que chagaram a dar as acartas nos quatro municípios, antes de receberem o cartão vermelho dos eleitores nas urnas.

Segundo populares, o prefeito de Brasileia, Everaldo Gomes (PMDB) estaria fazendo a administração mais desastrada entre os gestores eleitos no Alto Acre.  O peemedebista enfrenta uma enxurrada de denúncias. Ele chegou a demitir todos os secretários de sua administração, mas continua enfrentando um verdadeiro inferno astral no executivo municipal. Até mesmo aliados de campanha se voltaram contra supostos atos ilícitos na administração de Brasileia. A denúncia mais recente envolvendo Gomes é  o desvio de R$ 400 mil dos cofres públicos da prefeitura para a conta particular de um servidor da Secretária de Saúde. A denúncia foi formalizada ao MPF.

Os vereadores autores da acusação acrescentam ainda que há um movimento dentro da prefeitura, para abafar o caso. Carlinhos do Pelado (PSB), Fernanda Hasssem (PT) e Tereza Chaves (PT) afirmam que apresentarão requerimento solicitando a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar desvios de recursos na prefeitura de Brasileia.

No ano passado, Everaldo Gomes foi condenado pelo TCE, por deixar de aplicar a lei de licitações durante o período do decreto de emergência administrativa. O prefeito e seus assessores acabaram multados em R$ 9.996,00 –  pelos conselheiros do Tribunal de Contas do Estado (TCE). As irregularidades foram detectadas durante inspeção especial determinada pelo órgão.

Para complicar ainda mais a vida de Everaldo Gomes, ele é acusado de ser figurante dentro da prefeitura, pois os destinos da cidade foram entregue ao famoso Aldemir Lopes (PMDB), que é quem decide o que fazer, como fazer e quando fazer.

Prefeito_andreIrregularidades no ninho tucano

Na vizinha cidade de Epitaciolândia, a situação não é diferente. O prefeito André Hassem (PSDB) também encara um verdadeiro rosário de denúncias. Apesar de se apresentar como o prefeito mais bem avaliado, Hassem foi acusado por ceder um trator da prefeitura para fazer obras em fazendas na Bolívia. Os vereadores fotografaram o equipamento em atividade.

O prefeito de Epitaciolândia também é acusado pelo vereador Carlos Portela (PPS) de enganar os professores do município. De acordo com Portela, o gestor municipal não cumpriu acordo firmado com os educadores. O parlamentar denunciou André Hassem no Ministério Público Estadual (MPE), por contratar servidores provisórios comprometendo 54% dos orçamento com pessoal.

André Hassem é acusado ainda  por irregularidade no processo das primeiras licitações de sua gestão. Carlos Portela, o autor das denúncias chegou a alegar que estaria sofrendo represálias por parte de assessores do prefeito tucano, que estavam espalhando boatos que faltaria remédio nos postos porque o parlamentar teria apresentados as supostas irregularidades.

Prefeito_betinho (1)Revolta na tríplice fronteira

Depois de passar 10 meses com as contas do município de Assis Brasil na inadimplência, o prefeito Humberto Filho, o Betinho (PSDB) estaria se desentendendo até mesmo com seus aliados e enfrentando acusações de proteger um secretário acusado de estupro. A menor de 11 anos, que seria vítima de um gestor de Betinho, estaria sob tutela da Justiça.

Antes mesmo de completar um ano de administração, o tucano que criticava a ex-prefeita Eliane Gadelha (PT), pelos problemas administrativos, não passou pelo crivo do Tribunal de Contas do Acre. O TCE determinou, através de medida cautelar, que Betinho suspendesse a contratação de 18 agentes comunitários de saúde e pediu o afastamento dos servidores contratados de forma irregular.

Betinho, que sonhava em mudar o destino de sua cidade natal ainda não conseguiu um norte para sua administração. Revoltados, servidores da prefeitura denunciam Betinho por maus-tratos e pela contratação de um supersecretário que teria se tornado seu principal conselheiro e afastando aliados que o ajudaram a chegar ao cargo de prefeito de Assis Brasil.

Prefeito_macinhoTerra de Chico Mendes continua sofrendo

O município de Xapuri, que ficou mundialmente conhecido pelo assassinato do sindicalista e seringueiro Chico Mendes, passou por momentos difíceis nas duas últimas administrações, mas a via-crúcis da pequena cidade do interior parece que está longe de terminar. O início da administração do tucano Marcinho Miranda foi marcado por denúncias na área de educação.

Nos primeiros noventa dias de poder do PSDB, em Xapuri, alunos de escolas públicas realizaram uma manifestação, em frente à Secretaria Municipal de Educação, para pedir merenda na rede municipal de ensino. Os professores da denunciaram que nas escolas municipais estariam servindo apenas bolachas, e os alunos estariam chorando com fome.

Na tentativa de solucionar o problema, o prefeito Marcinho Miranda foi acusado pelos vereadores Chiquinho Barbosa e José Cecílio, de comprar merenda escolar de parentes. A denúncia teve repercussão na Câmara de Vereadores de Xapuri. O tucano também sofreu críticas de que andou sumido da cidade, após vencer a disputa pelo poder na terra de Chico Mendes.

PREFEITO_CAPA_300Para agravar a situação dos prefeitos do Alto Acre, que não estariam cumprindo suas promessas de campanha, muita prefeituras do Acre estão ameaçadas de terem suas contas bloqueadas por conta de dívidas e problemas contábeis.

Deixe o Seu Comentário A Baixo.Quem é o pior Prefeito Do Altoacre?

Tião Viana Destina R$ 10 Milhões Para Educação No Alto Acre

O investimento faz parte de um conjunto de 14 novas escolas que estão recebendo a ordem de serviço 
Tião Viana Destina R$ 10 Milhões Para Educação No Alto Acre
A semana começou com boas notícias para a educação na região do Alto Acre. O governador Tião Viana assinou duas ordens de serviço para construção de novas escolas – uma em Brasileia e outra em Xapuri, e inaugurou em Epitaciolândia a Escola Estadual Belo Povir, de ensino médio.

Em Xapuri, a Escola de Rita Maia, do 1º ao 5º ano, após construída será repassada para a administração municipal, cumprindo um acordo feito com o município, que repassou um prédio para o funcionamento do Instituto Federal de Educação do Acre (Ifac). O valor da obra será de R$ 2,6 milhões.

A ordem de serviço assinada em Brasileia, para a construção de uma escola estadual de ensino médio, modelo, foi no valor de R$ 3, 4 milhões. O prédio abrigará 12 salas de aula, laboratório, pátio, sala de recursos, quadra poliesportiva e refeitório. Já a Escola Belo Povir, entregue em Epitaciolândia, custou R$ 3,4 milhões.

Daniel Zen, secretário de Educação, explicou que o Acre tem hoje 660 escolas estaduais em sua rede. “O Acre é o estado que mais tem escolas, em termos proporcionais. Isso porque nossas comunidades são muito espalhadas e nosso esforço é para que todos tenham acesso a educação, mesmo que seja na zona rural, numa área isolada. O investimento faz parte de um conjunto de 14 novas escolas que estão recebendo a ordem de serviço agora, incluindo as três escolas na Cidade do Povo”, disse.

“Nós éramos o último estado em qualidade da educação no Brasil, hoje houve um grande avanço e alcançamos os primeiros lugares. E devemos isso a alunos e professores”, afirmou o governador Tião Viana.

O deputado estadual Geraldo Pereira acompanhou a agenda do governador no Alto Acre, ao lado de deputado Moisés Diniz. Em Xapuri, o deputado Manoel Morais juntou-se à comitiva.

13548245613_ba1f263ebe_z

Por Tatiana Campos/imagens Gleilson Miranda/Secom)

Por não pagarem INSS, prefeituras acreanas tem repasses bloqueados.

A Reunião Entre Receita Federal E 20 Prefeitos Acrianos Que Tiveram O Sequestro Parcial Ou Total Do Fundo

De Participação Dos Municípios (FPM)Terminou Sem Acordo Na Ultima Sexta-Feira 28. Em Vários Municípios, O Executivo Corre O Risco De Fechar E Os Serviços Serem Interrompidos.

Telma Chaves Foto: Facebook

Telma Chaves Foto: Facebook

A coordenadora da Associação dos Municípios do Acre (AMAC), Telma Chaves, explicou que os repasses ficaram com o Leão porque as prefeituras deixaram de honrar o parcelamento da dívida do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) que chega a casa de milhões de reais.

Com a limitação de gastos do FPM, várias prefeituras estariam passando dificuldades para pagar as dívidas com os fornecedores e os salários dos servidores, gerando demissões. Em Acrelândia, os garis entraram em greve por falta de pagamento.

“Estamos em busca de uma saída, mas a Receita nega um acordo, porque está cumprindo a lei”, afirmou Telma Chaves.

Das 22 prefeituras, a única em situação confortável é a de Rio Branco. As outras tiveram cortes, sendo que oito deixaram de receber os únicos valores que garantem a sobrevivência do poder público: Assis Brasil, Jordão, Porto Acre, Plácido de Castro, Senador Guiomard, Sena Madureira, Capixaba e Porto Walter, sendo que esta última cidade teve os recursos sequestrados indevidamente.

De acordo com o Sistema do Tesouro Nacional (STN), o FPM teve aumento no repasse. Em janeiro do ano passado, todos municípios receberam R$ 25.882.314,79, enquanto no mesmo período deste ano o valor chegou a R$ 34.094.082,40, mas que não estariam chegando aos municípios devido ao bloqueio.

“Alguns municípios não conseguiram honrar o parcelamento de dívidas juntos com a Receita Federal causando o bloqueio no repasse do FPM, esse situação vem se agravando ainda mais devido a queda na arrecadação do ICMS, colocando em risco a capacidade do município em quitar a folha salarial do funcionalismo”, alertou Marcus Alexandre.

O senador Anibal Diniz (PT) acrescentou às informações do prefeito de Rio Branco que, devido à crise, alguns prefeitos estão pensando na possibilidade de renunciarem ao cargo.

“A situação é tão séria que já existem prefeitos pensando em renunciar ao cargo por conta das dificuldades”, acrescentou o senador.

As informações foram confirmadas pelo secretário da Fazenda do governo do Acre, Mâncio Lima Cordeiro, que disse  que a arrecadação do imposto caiu muito em relação ao mesmo período do ano passado.

“Para termos uma dimensão de como a arrecadação caiu drasticamente, no mesmo período do ano passado tínhamos arrecadado mais de R$ 1 bilhão, este ano está em a arrecadação foi de R$ 500 milhões”, comentou.

Fonte: A Tribuna

Mais uma de Aldemir Lopes agora são mais de meio milhão de reais.

Só Para a União São Mais De Meio Milhão De Reais.

Por Alemão Monteiro com Informação www.tjac.jus.br

Aldemir Lopes Presidente Do PMBD De Brasiléia

Aldemir Lopes Presidente Do PMBD De Brasiléia

Recentemente esta redação do site de notícias do jornal 3 de julho tomou conhecimento de um processo de número 0005001-90.1999.8.01.0003 iniciado no fórum de Brasiléia em 25 de outubro de 1999 contra o Senhor Aldemir Lopes da Silva. No referido processo ele foi condenado por prejudicar a Administração Pública.

Apesar do processo ter sido iniciado no ano de 1999, o mesmo se encontra ainda tramitando no fórum de Brasiléia. E a dívida resultante do processo, no qual o Sr. Aldemir Lopes foi condenado por lesar o Município de Brasiléia na época em que foi prefeito, está sendo executada neste ano de 2014 pelo Ministério Público do Acre. Dívida que devidamente atualizada se encontra no valor de R$ 139.160,10(cento e trinta e nove mil, cento e sessenta reais e dez centavos).

Infelizmente até a presente data o Ministério Público só conseguiu penhorar um lote urbano no valor de R$ 60.000,00 (sessenta mil reais) de propriedade do ex-prefeito Aldemir Lopes. Porém ao tentar penhorar outra propriedade constatou que a mesma já se encontrava penhorada por causa de um processo que corre na Justiça Federal ,também contra o Sr. Aldemir Lopes, no qual ele deve para a União mais de meio milhão de reais. Exatos R$ 578.057,44 (quinhentos e setenta e oito mil, cinquenta e sete reais e quarenta e quatro centavos).

Fonte: http://www.tjac.jus.br/. Processo: 0005001-90.1999.8.01.0003

(003.99.005001-0)

Mais dois relatório notificam a prefeitura de Epitaciolândia.

(Prefeito de Epitaciolândia não quer ver que os tempos são outros)

Alemão Monteiro

prefeitura2

Um do poder Judiciário em relação a Prorrogação do Concurso, ainda do ex prefeito José Ronaldo, que o prefeito André pediu a anulação; mas que não se preocupou em fazer outro concurso, em vez disso inchando a Prefeitura de provisórios, o que é ilegal. O mesmo veio com determinações pesadas caso o Prefeito não se adequar em um curtíssimo prazo além de uma multa. 

O outro é mais um do Tribunal de Contas do Estado, em relação aos gastos excessivos com a folha de pagamento em detrimento aos desmando com tantos provisórios colocados na sua administração. O TCE em um uma sessão realizada no dia 26 deste mês, resolveu dar uma chance ao prefeito dando 30 dias para que o Prefeito se adequar reduzindo os gastos com pessoal sobre duras penas no caso de reincidência, também foi alertado sobre a inserção de dados contábeis e fiscais no sistema SISTIN, que o mesmo não vem fazendo, impedindo assim a transparência cabíveis da administração. 

A Prefeitura passou o ano todo gastando a mais do Limite Prudencial em pagamento de pessoal. Isto significa que está em risco o “misero” aumento à classe da educação municipal prevista para o próximo mês.

unnamedO vereador Portela passou o ano cobrando e denunciando estas atitudes, cumprindo o seu papel de fiscalizador, mas que o Prefeito vem desrespeitando o Poder Legislativo, ao Tribunal de Contas, ao Ministério Público e as demais Leis, e isso não é cabível para um Poder Executivo. Vários Vereadores também tem se manifestado com as atitudes desrespeitosa do Prefeito André Hassem, diz Vereador Portela