Prefeita Fernanda Hassem, reúne-se com moradores da Agrovila do KM 26, em Brasiléia

Com cerca de 200 famílias, a Agrovila do Km 26 é uma das maiores comunidades da zona rural do município de Brasiléia.

 Da Assessoria PMB 

Feranada Hassem

Começando como seringal e depois passando para Vila do Incra, a comunidade ansiava pelo olhar do poder público pois a algum tempo estava carente do mesmo.

Na última quarta-feira, 12, a prefeita, Fernanda Hassem, e alguns de seus secretários, atendendo um pedido da comunidade, foram até a Agrovila do Km26 para reunir-se com os moradores do local. Foram assuntos da ordem do dia as reivindicações dos moradores, referente a melhorias na Agrovila, e as melhorias que a prefeita e os secretários levariam para a comunidade.

Com a articulação do vereador Rosildo Rodrigues, a comunidade compareceu em peso, tanto para falar sobre seus anseios, quanto para ouvir o que a prefeitura tinha para falar. A primeira grande notícia, veio por parte da secretaria de Assistência Social, que levará o Centro do Idoso para atender nossos amigos da melhor idade que residem na agrovila. A indicação do senhor Evaldo Nobre, por parte da prefeitura, para ser o coordenador da Agrovila, tornando-se o elo de ligação entre o poder público e a comunidade, com isso a prefeitura espera estreitar o diálogo com os moradores e e ficar a par das demandas e anseios da comunidade.

O vereador,  Rosildo Rodrigues, fala da importância desse olhar da prefeitura para a comunidade.

“Para nós aqui da comunidade é uma grande satisfação receber a prefeita e os seus secretários aqui, isso mostra o comprometimento que essa gestão tem com todos os moradores de Brasiléia. Eu, enquanto vereador, tenho orgulho de defender uma prefeita assim, que cuida e olha pelo povo, e deixar um representante da prefeitura aqui na agrovila, é mais uma prova do compromisso da gestão com essa comunidade”, ressalta o vereador.

O agora representante da prefeitura na comunidade, Evaldo Nobre, agradece a oportunidade e garante não decepcionar.

“Eu agradeço a prefeita pela oportunidade, já pertenço ao quadro efetivo de funcionários da prefeitura e já venho fazendo um trabalho aqui na agrovila do 26, prometo não decepcionar e agradecer pela confiança com trabalho, pois é isso que a nossa comunidade precisa, esse olhar do poder público que a tempos não recaia sobre nós”, declara o coordenador da Agrovila.

A prefeita, Fernanda Hassem, reafirma seu compromisso com a comunidade da Agrovila do KM 26.

“Agradeço o convite feito pela comunidade para que eu viesse até aqui, agradeço as pessoas que vieram para a nossa reunião e ao grupo da melhor idade que esteve aqui presente. Nós viemos aqui para ouvir as reivindicações da comunidade, sabemos que ainda temos muito por fazer, mas já avançamos bastante desde o início de nossa gestão, pontuamos aqui o que é possível e o que não é possível fazer, pois é assim que balizamos a nossa gestão, na verdade e na transparência.

Anotamos todas as reivindicações que foram colocadas pela comunidade, que vão desde iluminação pública até melhoramento de ruas. Trouxemos aqui toda a nossa equipe, secretários e representantes de cada secretaria, para que pudéssemos apresentar o pacote de ações da prefeitura para a comunidade.

Apresentamos hoje também o nome do Evaldo Nobre, que será o representante da prefeitura aqui na comunidade, afinando assim o diálogo com os moradores. É assim que nossa gestão trabalha, ouvindo a comunidade e buscando atender todas as demandas que nos são colocadas.

Estivemos dialogando com o superintendente do Incra e este centro de reflorestamento está sendo passada para o município, e após uma reforma no prédio iremos fazer aqui o programa de inclusão digital para os moradores aqui da comunidade. Para além disso, outros serviços que são oferecidos na cidade, como o Centro de Referência ao Idoso, também estão vindo pra cá, e isso só nos alegra e reafirma o nosso compromisso aqui com a Agrovila do 26”, declarou a prefeita de Brasiléia, Fernanda Hassem.

Estiveram presentes no encontro os vereadores Edu, Rozevete e o vereador Sabá, além de representantes do Depasa, Iteracre, cooperativas e sindicatos do município.

Prefeita Fernanda Hassem 1 Prefeita Fernanda Hassem 3 Prefeita Fernanda Hassem 4 Prefeita Fernanda Hassem 5 Prefeita Fernanda Hassem 6 Prefeita Fernanda Hassem 7 Prefeita Fernanda Hassem 8 Prefeita Fernanda Hassem 9 Prefeita Fernanda Hassem 10 Prefeita Fernanda Hassem 11 Prefeita Fernanda Hassem 12 Prefeita Fernanda Hassem 13 Prefeita Fernanda Hassem 14 Prefeita Fernanda Hassem 15 Prefeita Fernanda Hassem 16 Prefeita Fernanda Hassem 17 Prefeita Fernanda Hassem 18 Prefeita Fernanda Hassem

Atleta paralímpico é homenageado na Aleac pelo Presidente Ney Amorim

O deputado Ney Amorim (PT), presidente da ALEAC, parabenizou a atuação de Lucas nas competições paralímpico.

Ney Amorim

O Deputado Ney Amorim participou, no plenário da Assembleia Legislativa do Acre, da entrega de uma Moção de Aplausos ao atleta paralímpico Lucas Vinicius. A homenagem acontece a pedido do deputado estadual Lourival Marques.

O jovem tem paralisia cerebral grau leve e com apenas 18 anos é o primeiro atleta acreano a ser convocado para a Seleção Brasileira Paralímpica para disputar o Campeonato Mundial de Jovens de Atletismo, que ocorre na Suíça, entre os dias 03 e 06 de agosto.

"Fico muito feliz em ver um jovem, que apesar das dificuldades, representa tão bem nosso estado e nosso país. Temos buscado contribuir de alguma forma para contribuir com esses guerreiros.

Temos excelentes atletas no Acre, pessoas que se dedicam e precisam do nosso apoio. Agradeço ao deputado Lourival Marques e aos demais parlamentares, por estarmos nesse momento prestigiando o Lucas. Parabenizo também a Escola Dom Bosco, que tem estimulado nossos jovens especiais", afirmou Ney Amorim.

Ney Amorim 1

Com votos de Gladson e Petecão, Senado aprova reforma trabalhista

A noite deste 11 de julho de 2017 ficará marcada como aquela em que o Senado brasileiro enterrou 74 anos de história de proteção dos direitos dos trabalhadores.

Foi aprovada nesta noite a reforma trabalhista, que revoga a maior parte da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e precariza as relações trabalhistas no País. A reforma foi aprovada por 50 votos a 26, entre esses, votos a favor dos senadores acreanos Gladson Cameli (PP) e Sérgio Petecão (PSD).

Gladson, alias, desempenhou um papel vergonhoso ao tentar intimidar senadoras de oposição que desde cedo ocupavam a mesa diretora da casa. Elas exigiam que a matéria pudesse ser alterada pela casa, ao contrário dos governistas que defendiam a aprovação da matéria sem qualquer alteração.

Clique aqui e curta nossa página do facebook

Entre as medidas de maior destaque da reforma trabalhista, estão o acordado entre empregados e empresários sobre o legislado, o que deixa em segundo plano os direitos previstos na legislação.

A votação da proposta foi adiada por quase sete horas devido ao protesto das senadoras pedindo alterações no texto. O governo de Michel Temer não quer que a matéria seja alterada para evitar que retorne à Câmara, que atualmente está às voltas com a análise da denúncia de corrupção passiva contra o peemedebista.

Ex-líder do PMDB, agora integrante da oposição, o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) lembrou que o governo não tem legitimidade para aprovar a reforma. “Muitas vezes a virtude está na minoria. Foi o que aconteceu nesta noite”, disse.

Clique aqui e curta nossa página do facebook

Petecão e GladsonCom informações de Brasil 247

Vídeo: Senador Gladson tenta intimidar senadoras contrárias à reforma trabalhista

Senador do Acre Gladson Cameli do PP tenta intimidar senadoras Gleisi Hoffmann que é contrária à reforma trabalhista de Michel Temer.

Cameli

Visivelmente nervoso e andando de um lado para o outro, o senador Gladson Cameli (PP), tentou intimidar as senadoras de oposição que desde as 11 horas da manhã (horário de Brasília), ocupavam a mesa diretora do Senado na tentativa de barrar o andamento da votação da reforma trabalhista, que retira direito dos trabalhadores brasileiros.

Gladson enfrentava mulheres como Gleisi Hoffmann (PT-PR), Fátima Bezerra (PT-RN), Lídice da Mata (PSB-BA), Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) e Regina Sousa (PT-PI), defendem que o Senado exerça o seu papel como Casa revisora e altere os pontos da reforma trabalhista que achar necessário.

Clique aqui e curta nossa página do facebook

“Qual o problema de o projeto voltar de novo para a Câmara? As principais prejudicadas com essa reforma trabalhista são as mulheres.

São as empregadas domésticas, as mães que não vão ter mais lugar salubre de trabalho, é a questão do menor salário. É isso que vai acontecer”, criticou Gleisi Hoffmann.

Gladson Cameli, assim como o senador Sérgio Petecão (PSD) já se posicionaram a favor da reforma trabalhista, mesmo tendo conhecimento que a grande maioria da população brasileira rejeita a medida.

 Veja o vídeo: 

Fernando Cadaxo posta no face e diz que não existe um ex-prefeito tão ladrão como Vagner Sales de Cruzeiro do Sul

Uma publicação feita no Facebook tem circulado nos grupos de WhatsApp do Juruá pelo teor da mensagem e o destinatário ao qual ela se dirige.

O autor do texto mora em Cruzeiro do Sul e se chama Fernando Cadaxo. Ele se apresenta nas redes sociais como funcionário da Construtora Colorado.

Pois bem. O sujeito não tem papas na língua, e está longe de compor o grande grupo de pessoas que idolatram ou temem o ex-prefeito cruzeirense Vagner Sales (PMDB). Deste, aliás, Cadaxo declara-se ferrenho desafeto, a julgar pelo teor do que postou no Fecebook.

Dirigindo-se a alguém não especificado no print que circula pelo “zap”, Fernando diz o seguinte: “Não existe prefeito tão ladrão como passou pela prefeitura de Cruzeiro do Sul como o ex Vagner Sales”.

Clique aqui e curta nossa página do facebook

Cadaxo ainda frisa o fato de estar chamando Vagner Sales de “ladrão”, e desafia o oponente no debate a alertar o peemedebista registrar uma queixa contra ele, “se [Sales] tiver coragem”. E arremata: “claro que ele não tem que (sic) eu vou mostrar porque eu estou chamando ele assim”.

Em seguida, dirigindo-se desta vez a Vagner Sales, Fernando Cadaxo escreveu: Só peço uma coisa, Sr. Vagner Sales, acho bom o senhor me pagar, que a minha paciência está se esgotando”.

E, em seguida, ainda se dirigindo ao ex-prefeito, só que dessa vez mais exaltado, acrescenta: “Me arrependi de não ter te dado uns murros naquele dia em que nos encontramos. Mas você disse que ia me pagar [então] eu decidi deixar pra lá. Ex-prefeito vagabundo”.

Não há resposta de Vagner Sales às acusações e ameaças de Fernando Cadaxo. Como também não há notícia se o peemedebista tomará providências judiciais contra o autor da postagem.

Será que Fernando Cadaxo, conforme frisou em suas postagem, sabe de coisas nebulosas sobre a atuação de Sales na prefeitura de Cruzeiro do Sul – além do que podemos supor em nossas vãs filosofias?

Clique aqui e curta nossa página do facebook

Vagne SalesColuna Poronga / pagina20.net

Prefeito, ex-secretária e ex-vereador são condenados por contratação irregular em Acrelândia

Acusados tiveram direitos políticos suspensos por três anos, e também foram condenados ao pagamento de multa civil no mesmo valor da remuneração que recebiam nos respectivos cargos.

O Juízo da Vara Única da Comarca de Acrelândia julgou procedente a denúncia expressa no Processo n°0800041-87.2015.8.01.0006, condenando o ex-prefeito Jonas Dales da Costa Silva, a ex-secretária de Assistência Social Renata Martins Silva e o ex-vereador Josué Silva dos Santos, todos de Acrelândia, por eles terem cometido improbidade administrativa, com a contratação ilegal de uma pedagoga para trabalhar em uma creche.

Conforme os autos, o prefeito foi responsável pela contratação ilegal da pedagoga, a ex-secretária permitiu a inserção nas notas fiscais do CRAS dos produtos alimentícios adquiridos pela funcionária ilegal como forma de pagamento, e o vereador junto com Jonas Dales tentou alterar documentação visando esconder a contratação ilegal.

Clique aqui e curta nossa página do facebook

Por isso, a juíza de Direito substituta Kamylla Acioli fixou, na sentença, publicada na edição n°5.914 do Diário da Justiça Eletrônico (fls.114 a 115), a seguinte condenação para os réus: os três tiveram seus direitos políticos suspensos por três anos e também foram condenados ao pagamento de multa civil no valor de uma vez a remuneração que eles recebiam, respectivamente, como prefeito, secretária Municipal e vereador.

Entenda o Caso

O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) ajuizou Ação Civil Pública em face dos três réus, relatando que eles cometeram ato de improbidade administrativa, ao violarem “os deveres de moralidade, legalidade, impessoalidade e eficiência”, denunciou o Órgão Ministerial. É relatado que no ano de 2013, o ex-prefeito, Jonas Dales, contratou de forma ilegal uma pedagoga para trabalhar em uma creche.

Segundo o MPAC, o administrador municipal não usou concurso público, empresa terceirizada ou cargo em comissão para contratar profissional, e ainda pagou parte do salário dela (R$ 2 mil) por empresa terceirizada e deixou que a contratada ilegal pegasse, como forma de pagamento parcial, produtos perecíveis em um estabelecimento comercial, vinculado ao CRAS, e o pagamento da conta foi autorizado pela secretária de Assistência Social, Renata Martins Silva.

Já o envolvimento do vereador Josué, deu-se, conforme esclareceu o Ministério Público, intermediando negociação para que a pedagoga devolvesse ao ex-prefeito os comprovantes demonstrando a contratação ilegal dela.

Sentença

Após analisar os autos, a juíza de Direito Kamylla Acioli, em exercício na 5ª Vara Cível da Comarca de Rio Branco e Vara Única da Comarca de Acrelândia, deu procedência a Ação Cívil Pública, afirmando ter sido “possível constatar que sem dúvidas os demandados agiram de modo a ferir os princípios da Administração Publica (legalidade, isonomia, eficiência, moralidade e impessoalidade), eis que todos agiram visando efetivação de ato ilegal, qual seja, a contratação de funcionário público de forma irregular, sem a realização de concurso público”.

Portanto, os três foram condenados por condutas tipificadas no artigo 11 e nos incisos I e V da Lei Federal n°8.429/1992 (Lei de Improbidade Administrativa), sendo que o ex-prefeito foi apontado nos incisos I e V, a ex-secretária Renata Martins Silva e Josué dos Santos no inciso I.

“(…) restaram cristalinas as condutas ilícitas dos réus e o dolo de realizá-las, sendo que todos contribuíram para que J. trabalhasse de forma irregular para a Prefeitura Municipal de Acrelândia. Logo, assiste razão ao autor em afirmar que os réus violaram os princípios da moralidade, legalidade, dever de honestidade e praticaram ato visando fim proibido em lei, de forma que estão incursos no art. 11, caput e incisos I (em relação a todos) e V (somente em relação a Jonas) da Lei n.º 8.429/92”, concluiu a magistrada.

Clique aqui e curta nossa página do facebook

Acrelândia

 Por GECOM – TJAC

Filho do ex-prefeito Vagner Sales daria ordens na prefeitura de Cruzeiro do Sul

Amigo pessoal de Ilderlei Cordeiro, o empresário Manfrine Costa esteve ao lado do atual prefeito desde o início da campanha, e tem sido até então um dos mais importantes apoiadores.

Sua nomeação como secretário de administração foi vista como algo bastante natural, para alguém que esteve todo tempo na ‘linha de frente’ deste projeto político. Surpresa maior, contudo, foi a sua exoneração, ocorrida há cerca de um mês.

Muitas hipóteses foram levantadas para explicar sua exoneração, mas o próprio ex-secretário Manfrine credita a decisão à influência do grupo do ex-prefeito Vagner Sales dentro da administração municipal.

Fagner Fake

‘Maria Clara Alcântara’, perfil fake

A simpática foto de uma gatinha seria na verdade, segundo o ex-secretário, o perfil fake de Fagner Sales, o filho que Vagner tentou empurrar como candidato à deputado federal.

Figura antipática e arrogante, causou tamanha rejeição dentro das hostes de VS, que o pai teve de mandar buscar Jessica Sales de São Paulo. A Fagner restou atuar nas sombras, como a eminência parda que projeta a influência de seu pai na administração de seu sucessor. Para isso se valeria inclusive, de um perfil fake, para bisbilhotar aliados e confrontar adversários.

Segundo Manfrine, Fagner daria ordens diretamente da ‘casa do povo’ o escritório político disfarçado de residência na avenida Mâncio Lima.

ex-secretário de Cruzeiro do Sul

Sabotador de plantão

Se os apontamentos de Manfrine estiverem corretos, Ilderlei Cordeiro está mesmo em maus lençóis. Os problemas teriam começado com a sugestão de Ilderlei de lançar o nome de Rudilei Estrela, seu tio, em uma candidatura para Deputado Federal. A simples menção causou furor entre os Sales, que querem obrigar a administração municipal a apoiar incondicionalmente Jéssica. Basta saber que sem estrutura administrativa não há como bancar o tal ‘prestígio’ (sic), pois sem ela, Vagner não é capaz de eleger sequer subprefeitos, o que dirá uma federal. Desde então, os asseclas de Vagner passaram a sabotar a sua administração de todas maneiras possíveis.

A própria decisão de demitir os funcionários da água, teria partido da secretaria de administração, que desde a demissão de Manfrine está no comando de Ivo Galvão, figura do staff de VS. A decisão causou tremendo desgaste a Ilderlei. Boa parte dos demitidos, que organizaram os protestos, eram pessoas da confiança do ex-prefeito.

Também saiu a informação, de dentro da redação do site AC 24 horas, que Vagner Sales, além de continuar pagando jornalistas, encaminha pautas negativas à prefeitura e a Ilderelei, com informações privilegiadas de dentro da própria administração.

O ex-secretário emitiu nota com seu posicionamento pessoal sobre o tema:

Leia Nota Completa:

NOTA

Sobre a postagem que critico a atual gestão sobre a demissão dos encarregados de distribuir água nos bairros, reafirmo que houve amadorismo da secretaria de administração em alertar o prefeito das consequências que trariam junto à comunidade, uma vez que um serviço tão essencial quanto o fornecimento de água nas casas dos munícipes não poderia ser banido de maneira abrupta e sem diálogo. Mesmo repassando o sistema ao DEPASA, a continuidade do serviço seria obrigatório, uma vez que já é ofertado esta demanda em bairros da zona urbana e comunidade rural.

Reitero ainda que, após incessantes contatos com o prefeito Ilderlei Cordeiro e com o secretário de Obras Joel Queiroz, via telefone, e sem obter atendimento/resposta, resolvi publicar o texto para que este pudesse causar efeito e sensibilizar o gestor municipal, o que não causa ruptura de posição política ou suposta briga pessoal com o senhor Ilderlei Cordeiro. Acredito que a atual administração traçará caminhos melhores que os atuais e erros como esses servirão de exemplo e serão corrigidos sem desgaste a imagem da administração pública, afinal, ainda é o primeiro ano de mandato.

Sobre o fato de minha exoneração, dar-se-á somente por jogo político, perpetuando-se um grupo dentro da prefeitura municipal que trabalha pelo reinado de uma dúzia de pessoas, e que nada atende a coletividade, nem corresponde ao anseio popular. Uma vez que pensamos estar lutando por dias diferentes ao vivido no passado, encontramos barreiras que são postas e controladas por este “punhado” de pessoas que no fim, tem medo de ficar fora de um “poder” que na verdade é do povo, e não deles.

Outro fato é que houve rumores de uma possível aliança com o senhor Rudilei Estrela, tio do prefeito municipal e pré-candidato a deputado federal, o que atrapalharia os planos deste grupo, o que desminto minha participação nestas articulações, uma vez que Ilderlei já manifestou que sua candidata é Jéssica Sales. Também teria rumores de uma possível pré-candidatura minha a prefeitura por um terceiro grupo político em 2020, pela atual conjuntura dos partidos que foram execrados na atual administração, e eles estariam com receito de a frente de uma secretaria que praticamente tinha autonomia para controlar toda a prefeitura, crescesse meu nome e seria um problema futuro, o que aqui adianto não descartar esta possibilidade, agora, com mais afinco.

De fim, convido aqueles que estão insatisfeitos que unam-se e lutem contra aqueles que querem imperializar Cruzeiro do Sul. Os tempos são outros e o assistencialismo que sempre ajudou esses “poderosos” a perpetuar-se no poder está acabando. Levem suas vozes as ruas, dentro de sua casa, no seu grupo de trabalho, nas comunidades rurais que são as mais afetadas com este discurso ultrapassado e demagogo, e tenhamos consciência que nós temos forças SIM pra fazer uma Cruzeiro do Sul diferente. Vamos a luta………

ex-secretário da prefeitura de Cruzeiro do SulFonte: juruaemtempo.com

Prefeitura de Brasileia está recuperando os ramais do km 17, 59 e anuncia o início dos trabalhos do km 84

Comunidade do Arraial no km 84 é beneficiada com recuperação do ramal. O que o produtor precisa é ter acesso nos ramais durante todo o ano.

Fernanda Hassem

Garantir investimentos que proporcionem mais qualidade de vida à população, tanto rural quanto urbana, tem sido prioridade da atual gestão que está apenas com 6 meses à frente da Prefeitura de Brasiléia e já é visível os avanços em diversas áreas.

Investir na abertura e recuperação de ramais é de fundamental importância para o produtor rural, pois garante a trafegabilidade de inverno à verão e o escoamento da produção e esse é um compromisso da gestão da Prefeita Fernanda Hassem. Visando beneficiar o maior número de comunidades possível, a Prefeitura inicialmente está com três frentes de trabalho, com máquinas e a equipe municipal nos ramais do km 17, 59 e no km 84, sendo todos esses trabalhos realizados com recurso próprio. 

Nesse sentido, a Prefeita Fernanda Hassem esteve neste sábado, 8, na comunidade do Arraial, ramal do km 84, visitando os moradores e participou de uma reunião para anunciar o início da recuperação do referido ramal, que há muitos anos não recebia esse investimento, onde será realizado o melhoramento com piçarramento dos pontos críticos, construção de pontes e bueiros nos locais necessários.

O senhor Antônio Sampaio Braga, morador antigo da comunidade falou da satisfação em receber a Prefeita no ramal “Pra nós é um privilégio receber a Prefeita Fernanda Hassem aqui em nosso ramal nessa reunião com os moradores. Estamos satisfeitos com o trabalho que ela vem realizando, no início do verão já beneficiando a nossa comunidade, só temos a agradecer, pois a melhoria do ramal é um desejo antigo da comunidade e que só está sendo possível graças ao compromisso da nossa Prefeita, que está de parabéns juntamente com toda sua equipe”.

O senhor Cristovão Rodrigues, que é produtor de queijo e manteiga e fornece para vários mercados e pizzarias de Brasiléia e Epitaciolândia, falou desse importante trabalho de recuperação do ramal “Só temos a agradecer esse trabalho da Prefeita Fernanda Hassem, por que não adiantav nada eu produzir tanto queijo, manteiga e tantos outros produtos aqui da comunidade, se eles não tiverem como chegar até o mercado para serem comercializados. O que o produtor precisa é ter acesso nos ramais durante todo o ano e é esse trabalho que essa equipe vem fazendo, garantindo que a nossa produção seja escoada e garantindo a nossa fonte de renda”, finalizou Cristovão.

“A Prefeitura tem administrado de forma eficiente todos os recursos, que não são muitos, para garantir a recuperação do maior número de ramais esse ano e para isso, conta com o apoio fundamental das comunidades. É a junção de esforços para proporcionar um trabalho de qualidade ao produtor rural”, ressaltou Antônio Francisco, Secretário Municipal de Agricultura e coordenador das atividades de ramais.

O vereador Edu que participou da reunião também mencionou sobre a importância do investimento “Nos enche de orgulho vermos uma gestão compromissada com a população, realizando investimentos não somente na área urbana, como também ao produtor rural. A recuperação de ramais é muito importante e enquanto Poder Legislativo, estaremos sempre à disposição e apoiando essas ações que irão melhorar a vida da comunidade. Só temos a agradecer o trabalho que vem sendo feito em nosso município”.

A Prefeita, que foi recepcionada de forma bem acolhedora pela comunidade AMPAESQ, falou desse trabalho que está sendo levado aos produtores rurais “É um momento de muita alegria está nessa reunião técnica com os moradores aqui do Arraial, para anunciar a recuperação desse ramal que era uma reivindicação antiga dos moradores. Reafirmo o nosso compromisso em fazer um trabalho de qualidade que garanta acesso à todos de inverno a verão, onde o produtor poderá escoar toda sua produção sem maiores transtornos. A credibilidade que a comunidade tem depositado em nós é o que nos motiva para trabalhar cada vez mais pela nossa querida Brasiléia”, destacou Fernanda Hassem.

Fernanda Hassem 3

Fernanda Hassem 4

Fernanda Hassem 1

Fernanda Hassem 2

Vergonha: Gladson Cameli vota pela absolvição de Aécio no Conselho de Ética do Senado

O conselho de ética do Senado Federal arquivou a representação contra o senador Aécio Neves (PSDB-MG) por 12 votos a quatro.

O Conselho de Ética do Senado Federal decidiu pelo arquivamento da representação contra o senador Aécio Neves.

A decisão foi tomada depois de um placar de 12 votos a favor e quatro contra.

O senador acreano Gladson Cameli foi um dos que votou a favor do arquivamento.

Aécio foi flagrado negociando propinas de R$ 2 milhões com o empresário Joesley Batista.

Seu primo Fred Pacheco e sua irmã Andrea estão em prisão domiciliar.

A discussão da representação aconteceu nesta manhã. 

Romero Jucá – PMDB/RR
Airton Sandoval – PMDB/SP
João Alberto Souza – PMDB
Davi Alcolumbre – DEM/AP
Flexa Ribeiro – PSDB/PA
Eduardo Amorim – PSDB/ SE
Gladson Cameli – PP/AC
Hélio José – PMDB/DF
Acyr Gurcacz – PDT/RO
Telmário Mota – PTB/RR
Pedro Chaves – PSC/MS
Roberto Rocha – PSB/ MA

Votaram contra:

Lasier Martins – PSD/RS
João Capiberibe – PSB/AP
Antônio Carlos Valadares – PSB/ AP
José Pimentel – PT/CE

Gladson Camelli

Prefeitura de Brasiléia vem acompanhando programa do governo, Quero ler

Com o compromisso firmado de tornar Brasiléia o primeiro município do estado do Acre a erradicar o analfabetismo, até o final do ano, a prefeitura vem acompanhando de perto o programa do governo do estado do Acre, Quero ler.

Programa Quero Ler

O Quero Ler é um ousado programa criado pelo governador, Tião Viana, para erradicar o analfabetismo em todo o Acre até 2018, atingindo um total de 60 mil pessoas acima de 15 anos em todo o estado.

Em Basiléia o programa foi iniciado no mês de março, e já conta com 18 turmas na zona urbana e 16 turmas na zona rural do munícipio. E agora a equipe irá trabalhar na busca ativa dos alunos, para que eles tenham aula em casa.

“O Programa Quero Ler dará a oportunidade àquelas pessoas analfabetas de aprender a ler e escrever. Vidas serão transformadas através do Programa.

É com esse sentimento de poder oportunizar essas pessoas a terem seus sonhos realizados, no sentido de poder assinar seu nome e ter acesso ao mundo da leitura e escrita, que a prefeitura vem dando total apoio ao Programa e planejando diferentes ações para que possamos alcançar a meta de no dia 31 de dezembro de 2017 sermos o primeiro município a erradicar o analfabetismo em nosso estado”, ressaltou a secretária municipal de educação, Ramiege Rodrigues

“Nós estamos em busca daquelas pessoas que não tiveram oportunidade de estudar, já estamos com uma média de 220 alunos e nossa meta é alcançar mais de 600 alunos que ainda não sabem ler.

O programa quero ler tem sido a menina dos olhos do governo do estado, o governador Tião Viana, juntamente com o secretário de educação, Marco Brandão, não vem medindo esforços para que o programa atinja seu objetivo e tenhamos um estado sem analfabetismo até 2018”, disse a professora Dorinha Araújo, coordenadora municipal do programa.

O Quero Ler é apenas um dos motivos que representam uma tão boa fase da educação pública acreana. O Acre é o estado com o melhor desempenho no último Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) na Região Norte e já está que as escolas em tempo integral, atendendo inicialmente 3.760 alunos em sete unidades.

Programa Quero Ler em Brasileia