Prefeita Fernanda Hassem e equipe da AMAC se reúnem para tratar dos investimentos para Brasiléia

Prefeita de Brasileia e equipe da Associação dos Municípios do Acre se reúnem para tratar dos investimentos para o município. 

Visando garantir mais investimentos para o município, a Prefeita Fernanda Hassem desde que assumiu a gestão, tem buscado as parcerias de diversas instituições e a articulação de emendas parlamentares também é constante.

A Associação dos Municípios do Acre (AMAC), tem desempenhado um papel fundamental nesse processo de garantir investimentos, com orientações técnicas e suporte a todos os municípios do Estado.

Nesse sentido essa semana a equipe da AMAC, composta pela Engenheira Leyla Câmara e Arquiteta Rosangela Dourado, esteve em visita ao município de Brasiléia, e se reuniram com a Prefeita Fernanda Hassem e equipe da Secretaria de Planejamento, tratando de diversos assuntos relacionados aos projetos, destinados ao município para o ano de 2018.

Graças às emendas parlamentares e extra, tendo destaque: Construção de Biblioteca Municipal, Ampliação da Secretaria de Educação, Pavimentação de Ruas, Construção de Praça e Construção de Calçadas.

Além destes, a Prefeitura realizará com recurso próprio, as Reformas do Mercado Municipal e da Unidade de Saúde José Maria de Sousa Santos.

Autor: Recurso Próprio

Esses são alguns dos investimentos já assegurados para o município de Brasiléia para este ano, e a expectativa é que mais recursos sejam garantidos, principalmente pelo empenho da equipe, sempre atenta, com o objetivo de levar melhorias à toda a população.

Raimundinho da Saúde é denunciado por incentivar e financiar invasão de terras de trabalhadores rurais

Raimundinho será denunciado por incentivar invasão em assentamentos.

Uma denúncia está sendo formalizada contra o deputado Raimundinho da Saúde (Podemos) junto ao Incra e que certamente deverá ser encaminhada ao Ministério Público Federal.

Reserva de projeto legal de assentamento

Pelo menos 3 lideranças rurais, que moram em assentamentos regulamentos pelo Incra, procuraram os diretores do órgão para denunciar que o deputado Raimundinho da Saúde (Podemos) e um vereador (que não teve o nome citado) estão fomentando a invasão de terras nessas localidades, colocando em risco o direito conquistado por quem é detentor legal da terra.

Denúncia grave

Segundo informações que chegaram até a direção do Incra, o deputado Raimundinho da Saúde estaria incentivando e financiando invasões de terras de trabalhadores rurais.

O financiador

Segundo os denunciantes, o deputado estaria financiando compra de facão, lonas, botas e outras coisas mais para aqueles que desejam se tornar invasores de propriedade legalizadas pelo Incra. “Em uma reunião ele compareceu pessoalmente e disse que número de invasores tinha que chegar a pelo menos 500, pois do contrário não iria surtir o efeito necessário”, conta um dos denunciantes .

Será?

Será que é dessa vez que o deputado Raimundinho abandona a causa da saúde e passa a apoiar os supostos sem-terra?

Telejornal 3 de Julho 10ª Edição

Veja nesta edição: Médico do município de Brasileia vai a óbito após sofrer um acidente em São Paulo; Marcha Para Jesus leva multidão às ruas de Rio Branco; Prefeitura de Brasileia realiza festa do Dia das Mães ; Município de Epitaciolândia cedia a 4ª edição do movimento viver ciência; Operação apreende quatro traficantes em Epitaciolândia; Prefeita Fernanda Hassem participa de reunião com Ministro da Educação; Excesso de velocidade resulta em acidente na Marinho Montes, em Brasileia; Em menos de 12 horas 4 jovens foram executados em Rio Branco; Trabalhador luta com 4 criminosos e funcionários da limpeza são quem atende na recepção do hospital de Brasileia, curta a nossa Página do Facebook e se inscreva no nosso canal do YouTube.

Por Gina Menezes / Folha do Acre

Deputada Leila Galvão parabeniza Assis Brasil pelos 42 anos de emancipação

Em pronunciamento na sessão, a deputada Leila Galvão falou sobre a festa que a prefeitura de Assis Brasil realizou em comemoração aos 42 anos de fundação.

A parlamentar falou ainda sobre a importância da criação de lojas francas, conhecidas como Free Shops, para a venda de produtos com isenção de impostos, que beneficiarão as cidades de Assis Brasil, Brasileia, Epitaciolândia e Santa Rosa do Purus.

“Tive a alegria de participar das festividades de Assis Brasil em alusão ao aniversário da cidade. Um município querido de gente batalhadora.

Uma cidade linda, que trabalha fortemente com o extrativismo. Foi um prazer comemorar os 42 anos de emancipação do município junto com a população. O prefeito Zum está de parabéns”, disse.

Sobre a implantação dos Free Shops nos municípios que fazem fronteira com outros países, Leila Galvão afirmou. “É uma possibilidade única dessas cidades terem a redução do próprio ICMS. Essa é uma condição que o Estado precisa renunciar para poder contemplar esses municípios. Esse também é o nosso compromisso”, afirmou.

Telejornal 3 de Julho 10ª Edição

Veja nesta edição: Médico do município de Brasileia vai a óbito após sofrer um acidente em São Paulo; Marcha Para Jesus leva multidão às ruas de Rio Branco; Prefeitura de Brasileia realiza festa do Dia das Mães ; Município de Epitaciolândia cedia a 4ª edição do movimento viver ciência; Operação apreende quatro traficantes em Epitaciolândia; Prefeita Fernanda Hassem participa de reunião com Ministro da Educação; Excesso de velocidade resulta em acidente na Marinho Montes, em Brasileia; Em menos de 12 horas 4 jovens foram executados em Rio Branco; Trabalhador luta com 4 criminosos e funcionários da limpeza são quem atende na recepção do hospital de Brasileia, curta a nossa Página do Facebook e se inscreva no nosso canal do YouTube.

Cesário ataca Gladson, que responde: “Agressões como essas serão levadas à Justiça”

Os ataques a minha honra e da minha família não serão tolerados. Diz senador Gladson Cameli.

Em um texto intitulado “Gladson Cameli um comparsa de Michel Temer, aliado de Aécio Neves (PSDB) e de sua quadrilha do PP”, o secretário de Organização Partidária do PT, Cesário Campelo Braga, ataca o senador e pré-candidato progressista ao governo do Acre ao comentar, entre outras coisas, que Gladson “finge que não lembra que é um aliado para todos os momentos, um comparsa incondicional de Michel Temer, saqueador dos cofres públicos que se sustenta através do apoio de parlamentares cúmplices legítimos dos crimes e dos recentes castigos aplicados ao povo e à classe trabalhadora de todo o Brasil”.

O texto, na verdade, é parte de um conjunto de estratégias eleitoreiras do PT do Acre e aliados que tem por objetivo desgastar na opinião pública a imagem de Gladson ao juntá-la ao emedebista Temer.

“Gladson (PP), que costuma utilizar adjetivos pejorativos e imputar crimes aos que lhe fazem oposição, não tem a mesma indignação diante dos inúmeros crimes praticados por seus aliados. Em episódio recente foi o fiel defensor de Aécio Neves (PSDB) e não titubeou na hora de votar e livrá-lo de seguir o caminho da perda de mandato e possível reclusão”, diz o texto.

Cesário cita ainda um ranking de partidos envolvidos na Lava Jato e lembra que “dos 46 deputados do PP em exercício, pelo menos 27 são alvos de investigações por uma infinidade de supostos crimes”. Cita também que Gladson teve seu nome envolvido no esquema de propinas, mas foi “estranhamente retirado o processo”.

Procurado para comentar o texto do petista Cesário, Cameli disse que “não vai baixar o nível da discussão que tem que ser pautada por propostas” e prometeu acionar a Justiça.

“Quem me conhece sabe que as minhas campanhas são iguais a minha trajetória pessoal e pública: de respeito pelas pessoas e pelas famílias do Acre. Não vou baixar o nível da discussão que tem que ser pautada por propostas. Mas os ataques a minha honra e da minha família não serão tolerados. Vou defender a minha família e agressões como essas serão levadas à Justiça. Quem mente, ataca e agride vai ter que enfrentar a Lei”, diz Cameli.

Telejornal 3 de Julho 10ª Edição

Veja nesta edição: Médico do município de Brasileia vai a óbito após sofrer um acidente em São Paulo; Marcha Para Jesus leva multidão às ruas de Rio Branco; Prefeitura de Brasileia realiza festa do Dia das Mães ; Município de Epitaciolândia cedia a 4ª edição do movimento viver ciência; Operação apreende quatro traficantes em Epitaciolândia; Prefeita Fernanda Hassem participa de reunião com Ministro da Educação; Excesso de velocidade resulta em acidente na Marinho Montes, em Brasileia; Em menos de 12 horas 4 jovens foram executados em Rio Branco; Trabalhador luta com 4 criminosos e funcionários da limpeza são quem atende na recepção do hospital de Brasileia, curta a nossa Página do Facebook e se inscreva no nosso canal do YouTube.

Por Luciano Tavares / ac24horas

No Vale-tudo da oposição, Coronel Ulysses arrasa Gladson Cameli e seu grupo

O idílio ou mesmo um processo de armistício entre os dois pré-candidatos ao Governo do Estado pelas oposições – Gladson Cameli e Coronel Ulysses, ao que tudo indica, acaba de ser rompido.

Por Tião Maia

Em manifestações públicas de seu próprio punho, na manhã desta quarta-feira 16 de maio, Ulysses acaba de detonar, mesmo sem citar nomes, Gladson Cameli e todo o seu grupo dizendo que eles não têm projeto e dão continuidade “a velha prática de atacar (no meu caso sem justificativa alguma”). A gota d’agua para o rompimento foi a publicação, em redes sociais, de uma fotografia de uma reunião em Brasília em que apareciam o presidenciável Bolsonaro, o próprio Ulysses e Tião Bocalom, com uma bandeira do PT – uma montagem grosseira a qual o próprio Ulysses atribuiu ao pessoal de Gladson Cameli.

Para Ulysses, segundo sua manifestação, a montagem foi uma forma de o pessoal de Gladson, e ele próprio, dizerem que sua candidatura tem algum tipo de ligação com os petistas, provavelmente como vingança porque ele, na semana passada, também veio a público dizendo que não aceitaria ser vice de Gladson Cameli ao reagir a um artigo, aqui mesmo em O Juruá em Tempo, em que eram citadas informações de uma fonte das oposições afirmando que a candidatura a vice do deputado Major Rocha não contentaria as oposições e o candidato a vice dos sonhos dos conselheiros do pré-candidato do PP ainda era ele, Ulysses.

Na sua manifestação, o Coronel Ulysses vem a público no seu jeito “arrasa-quarteirão”. Olhe o que ele escreveu: “Não sei se fico alegre ou se fico (sic) triste ao receber prints de grupos de debate político da oposição “oposição” que tentam ofender a minha dignidade e minha honra, a dignidade e a honra do Bolsonaro, a dignidade e a honra do Bocalom ao (e ele destaca em caixa alta o que vai a seguir) forjarem de maneira mentirosa e covarde uma foto de reunião de Ulysses, Bolsonaro e Bocalom com uma bandeira do PT…”.

Depois de desqualificar Gladson e seu pessoal ao dizer que eles não têm projeto de governo e que querem chegar ao poder atacando de forma vil os adversários e falar de sua tristeza com os ataques daqueles que em tese deveriam ser aliados, Coronel Ulysses diz, no entanto, ficar alegre por ver “que tais atitudes baixas e rasteiras são os sinais de que estamos no caminho certo em busca da vitória que não nos pertence, mas pertence ao (caixa alta de novo) senhor dos exércitos e Ele dá a quem Ele quiser”.

Noutro trecho, Ulysses pergunta: “Por que estão a fazer isso? Só encontro uma única resposta: Somos hoje a maior preocupação desta gente. Em outras palavras, eles descobriram o que grande parte da população vem dizendo há muito tempo: não temos rabo preso com a BR-364…”.

Ao falar da BR-364, Coronel Ulysses dá mais uma estocada em Gladson Cameli porque as empresas de seu tio Orleir e de seu pai Eládio Cameli (Colorado/Etam) foram responsáveis por obras na rodovia e nos trechos sob a responsabilidade deles teriam sido os locais nos quais mais irregularidades foram encontradas. Depois disso, Coronel Ulysses volta a se jactar de que já teria passado dos dois dígitos nas pesquisas de opinião pública para o Governo e de que pertence a um grupo político unido e que tem projeto de Governo, embora nunca o tenha detalhado.

Dos ataques vivenciados pelos dois pré-candidatos das oposições, é possível se deprecar que, num eventual segundo turno no com a presença de Marcus Alexandre, da Frente Popular do Acre, os grupos de Cameli e de Ulysses jamais se juntar-se-ão. Isso porque Ulysses odeia Gladson e Gladson gostaria de ver Ulysses no mínimo desterrado para terras distantes, para dizer só mínimo sobre o tamanho do ódio que as manifestações de ambos deixam escapar.

Mas, muito mais que sentimentos de ódio, tais manifestações demonstram que, quando se atacam, ambos os lados têm razão. Quando se atacam, essas oposições, nos dois lados, mostram o quanto está desqualificada para o exercício do poder e o tamanho de sua desunião. A razão desta desunião decorre exatamente da falta de um elemento catalisador das forças dessas oposições, a qual bem poderia ser Gladson Cameli mas este, pelo que demonstrou até aqui, há muito perdeu o bonde de sua própria história e passou a ser motivo de desconfiança inclusive entre os que o cercam. Além disso, entre os dois blocos de oposição inexiste um projeto de Governo que contemple o Acre e sua gente e isso revela que o que existe de fato, muito pelo contrário de boas intenções, é uma sede por espaço de poder e, para alcançá-lo, são capazes de tudo.

Coronel Ulysses, ao que parece, enxerga isso há muito tempo. Tentando ocupar o vácuo de poder no seio das oposições, o faz de forma oportunista, porque ele é parte desta oposição, uma parte desse todo que não se entende, uma espécie de subgrupo. Fazendo jus a sua condição militar, o Coronel Ulysses é o segundo pelotão das oposições na corrida ao Palácio Rio Branco. Pelo desenrolar da carruagem, até aqui, a corrida ao Palácio e ao Governo não será vencida por nenhum dos dois grupos das oposições, mas sim pelo pré-candidato que segue em sua pré-campanha de maneira firme e serena, indo ao encontro do povo para ouvir e processar em seu plano de governo as reivindicações e as aspirações do povo acreano. O tempo dirá.

Telejornal 3 de Julho 10ª Edição

Veja nesta edição: Médico do município de Brasileia vai a óbito após sofrer um acidente em São Paulo; Marcha Para Jesus leva multidão às ruas de Rio Branco; Prefeitura de Brasileia realiza festa do Dia das Mães ; Município de Epitaciolândia cedia a 4ª edição do movimento viver ciência; Operação apreende quatro traficantes em Epitaciolândia; Prefeita Fernanda Hassem participa de reunião com Ministro da Educação; Excesso de velocidade resulta em acidente na Marinho Montes, em Brasileia; Em menos de 12 horas 4 jovens foram executados em Rio Branco; Trabalhador luta com 4 criminosos e funcionários da limpeza são quem atende na recepção do hospital de Brasileia, curta a nossa Página do Facebook e se inscreva no nosso canal do YouTube.

Juruá em Tempo

Aos críticos da “buraqueira”, Marcus Alexandre Viana defende seu legado invisível

Em respostas às constantes críticas nas redes sociais sobre a situação precária na infraestrutura urbana de Rio Branco.

Por Fabio Pontes

Com ruas tomadas por buracos, o ex-prefeito e pré-candidato ao governo Marcus Alexandre (PT) tem defendido o que classifica como seu “legado invisível”.

A definição é uma referência a investimentos feitos durante os seus seis anos de gestão na saúde e na educação. Para ele, enquanto os críticos se preocupam em apontar a “buraqueira” da capital, unidades de saúde espalhadas pelos bairros garantem atendimento médico às famílias carentes.

Outro possível avanço apontado por ele foi a construção de creches. De acordo com Marcus Alexandre Viana, foram abertas 5.000 vagas em creches na cidade no tempo em que ocupou a prefeitura.

“É muito fácil você procurar um buraco na rua enquanto está na rede social, mas talvez seja difícil encontrar 28 unidades de saúde que nós construímos em seis anos.

É fácil encontrar buracos, mas é difícil os encontrar cinco terminais de integração que inauguramos, as 14 creches, nenhuma no centro da cidade, mas nos bairros”, afirmou o petista em discurso no sábado (12).

No encontro com o movimento comunitário, o pré-candidato pediu para que cada liderança nos bairros defenda este “legado invisível”, e que não se deixe ser ludibriada pelos candidatos adversários.

“Nós não fizemos tudo, mas tudo o que podíamos a gente fez”.

Telejornal 3 de Julho 10ª Edição

Veja nesta edição: Médico do município de Brasileia vai a óbito após sofrer um acidente em São Paulo; Marcha Para Jesus leva multidão às ruas de Rio Branco; Prefeitura de Brasileia realiza festa do Dia das Mães ; Município de Epitaciolândia cedia a 4ª edição do movimento viver ciência; Operação apreende quatro traficantes em Epitaciolândia; Prefeita Fernanda Hassem participa de reunião com Ministro da Educação; Excesso de velocidade resulta em acidente na Marinho Montes, em Brasileia; Em menos de 12 horas 4 jovens foram executados em Rio Branco; Trabalhador luta com 4 criminosos e funcionários da limpeza são quem atende na recepção do hospital de Brasileia, curta a nossa Página do Facebook e se inscreva no nosso canal do YouTube.

Gladson Cameli, um comparsa de Michel Temer, aliado de Aécio neves e de sua quadrilha do PP

Com a terceira maior bancada na Câmara Federal, o PP lidera, com folga, em número de parlamentares investigados no Supremo Tribunal Federal.

Por Cesario Campelo Braga

Durante minha infância em Rio Branco, minha mãe sempre me dizia para ter cuidado com minhas companhias, repetidas vezes falava; “diga-me com quem tu andas e eu te direi quem tu és”. Talvez por minha pouca idade, não entendia bem.

Durante essa semana o senador, pré-candidato ao governo, Gladson Cameli (PP), após ser confrontado com o fato de sua vida pessoal está mais ligada ao Amazonas do que ao Acre, estado pelo qual foi eleito senador e onde aspira voos maiores, e o fato dele representar a possível volta de um modus operandi de governar, marcado pela ingerência e irresponsabilidade com serviço público, respondeu às questões desferindo um ataque vil contra o PT.

Não cabe aqui entrar no mérito, sobre a vida pessoal do senador e suas decisões de onde morar ou deixa de morar, ou mesmo suas preferências por estadias e passeios em outros locais do mundo, até por quê é de domínio público as relações de Gladson com nosso vizinho Amazonas, e inúmeras foram as declarações e demonstrações que o senador já deu acerca da sua afeição pelo exterior em detrimento ao Acre.

Porém o senador, citado na lava jato junto com seus comparsas do PP por receber uma suposta mesada do doleiro Youssef, mas que estranhamente foi retirado do processo, esquece completamente que a maior corja do Brasil, cujo os políticos eram sustentados com gordas propinas e mesadas é o PP.

Com a terceira maior bancada na Câmara Federal, o PP lidera, com folga, em número de parlamentares investigados no Supremo Tribunal Federal (STF). Dos 46 deputados do partido em exercício, pelo menos 27 são alvos de investigações por uma infinidade de supostos crimes.

Gladson (PP), que costuma utilizar adjetivos pejorativos e imputar crimes aos que lhe fazem oposição, não tem a mesma indignação diante dos inúmeros crimes praticados por seus aliados. Em episódio recente foi o fiel defensor de Aécio Neves (PSDB) e não titubeou na hora de votar e livrá-lo de seguir o caminho da perda de mandato e possível reclusão.

Por vezes, o senador finge que não lembra que é um aliado para todos os momentos, um comparsa incondicional de Michel Temer (PMDB), saqueador dos cofres públicos que se sustenta através do apoio de parlamentares como Gladson Cameli (PP) cúmplices legítimos dos crimes e dos recentes castigos aplicados ao povo e à classe trabalhadora de todo o Brasil.

A atuação de Gladson Cameli no Senado, pífia em produção parlamentar, serve apenas como mero fantoche de Michel Temer (PMDB). Ele votou a favor da “PEC do teto”, que tem sucateado o SUS, destruindo a rede de atuação da assistência social (o que recolocou o Brasil no mapa da fome) e extinguido o sonho dos jovens de ingressar no ensino superior. Votou a favor da terceirização assegurando mais precarização do trabalho no Brasil, votou a favor da reforma trabalhista que extingue os direitos dos trabalhadores e declarou apoio à reforma da previdência, que torna quase impossível que os trabalhadores se aposentem. Só para citar algumas das posições equivocadas e alinhadas com a quadrilha do PP, MDB, PSDB, PSD, PR e DEM que governa o Brasil.

Não vou questionar as posturas pessoais do Gladson (PP), marcadas pelos excessos, ou pelas promessas vazias, como a estrada de Mâncio Lima que aguarda até hoje as máquinas prometidas na câmara, mas não posso deixar de lembrar a lição da minha mãe, certo que todos sabem com quem tu andas Gladson e o Acre já sabe quem tu és.

Telejornal 3 de Julho 10ª Edição

Veja nesta edição: Médico do município de Brasileia vai a óbito após sofrer um acidente em São Paulo; Marcha Para Jesus leva multidão às ruas de Rio Branco; Prefeitura de Brasileia realiza festa do Dia das Mães ; Município de Epitaciolândia cedia a 4ª edição do movimento viver ciência; Operação apreende quatro traficantes em Epitaciolândia; Prefeita Fernanda Hassem participa de reunião com Ministro da Educação; Excesso de velocidade resulta em acidente na Marinho Montes, em Brasileia; Em menos de 12 horas 4 jovens foram executados em Rio Branco; Trabalhador luta com 4 criminosos e funcionários da limpeza são quem atende na recepção do hospital de Brasileia, curta a nossa Página do Facebook e se inscreva no nosso canal do YouTube.

Deputado Zen acusa Gehlen de fazer loteamento clandestino em Sena e Diniz rebate: “fez uso de substância ilícita”

Zen afirmou que as pessoas que estão morando nos lotes, estão sem saneamento básico, asfaltamento e água potável.

Ao rebater as críticas do deputado Gehlen Diniz (PP) na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), o deputado petista Daniel Zen, disse que o progressista fez loteamento clandestino em Sena Madureira, ao vender lotes de terra sem regulamento necessário.

Zen afirmou que as pessoas que estão morando nos lotes, estão sem saneamento básico, asfaltamento e água potável.

“Ele acusa esse governo de trapaceiro, mas esquece de que tem o nome sujo, e que se tivesse dado esses terrenos quando já havia ocupado o cargo de deputado, teria sido cassado por quebra de decoro parlamentar”, acusou.

Gehlen, ao subir na tribuna para defesa, rebateu: “o senhor deve estar sob efeito de substâncias ilícitas, mas isso é um problema seu. Não respondo criminalmente por nada”, concluiu.

Telejornal 3 de Julho 10ª Edição

Veja nesta edição: Médico do município de Brasileia vai a óbito após sofrer um acidente em São Paulo; Marcha Para Jesus leva multidão às ruas de Rio Branco; Prefeitura de Brasileia realiza festa do Dia das Mães ; Município de Epitaciolândia cedia a 4ª edição do movimento viver ciência; Operação apreende quatro traficantes em Epitaciolândia; Prefeita Fernanda Hassem participa de reunião com Ministro da Educação; Excesso de velocidade resulta em acidente na Marinho Montes, em Brasileia; Em menos de 12 horas 4 jovens foram executados em Rio Branco; Trabalhador luta com 4 criminosos e funcionários da limpeza são quem atende na recepção do hospital de Brasileia, curta a nossa Página do Facebook e se inscreva no nosso canal do YouTube.

Everton Damasceno / contilnet

Câmara Municipal de Brasiléia realiza, a 14º Sessão Ordinária do segundo ano Legislativo da 14ª Legislatura

A Câmara Municipal de Brasiléia realizou na manhã desta terça-feira, 15, a décima quarta Sessão Ordinária do Segundo ano Legislativo da 14º Legislatura.

Da Assessoria CMB

Com a presença dos vereadores: Charbel Reis Saad (PP), Edu Queiroz (PT), Francisco Valadares Neto (MDB), Joelso Pontes (PP), Zé Gabriele (PSB), Reinaldo Gadelha (MDB), Rogério Pontes (MDB), Rosildo Rodrigues (PT), Rozevete Honorato (PSB) e Sabá Moraes (PT).

Vereador Edu (PT) 

Com o uso da palavra o vereador cumprimentou a todos os presentes e a mesa diretora na pessoa do Presidente da Casa Rogério Pontes, o mesmo lamentou o falecimento da senhora Vandina Cordeiro, filha de José Cordeiro que leva o nome do plenário desta Casa Legislativa, também lamentou os últimos acontecimentos oriundos de acidentes fatais aumentando as estatísticas de mortes por acidentes de trânsito e orientou mais prudência aos condutores de veículos principalmente quando ingerir bebidas alcoólicas. O vereador lembrou que é um Parlamentar íntegro que está nesta Casa para aprovar todos e quaisquer projetos que contribuam em todos os setores, seja na educação, saúde e segurança, de todas as categorias e níveis e que defende veemente a liberdade de expressão. Finalizou desejando que todos possam ter sua liberdade para expressar seus direitos e reivindicações.

Vereador Valadares Neto (MDB)

O vereador cumprimentou a plateia presente, demais vereadores na pessoa do Presidente Rogério Pontes e os servidores da Casa. No uso da palavra o vereador argumentou sobre a comercialização de produtos estrangeiro realizados por bolivianos em frente à escola Coronel Manoel Fontinele de Castro. Relembrou que após a sua posse apresentou três Projetos de Leis, um especificamente que dizia sobre a regulamentação desse trabalho ambulante praticado pelos vizinhos bolivianos na cidade de Brasiléia, solicitou ao Presidente que encaminhasse esse e demais projetos de sua autoria para as Comissões de discussões e votação no Plenário desta Casa. O mesmo solicitou ao Presidente do Poder Executivo que solicitasse um agendamento com a Prefeita Fernanda Hassém para que a mesma pudesse se manifestar sobre a paralisação dos professores municipais, no que diz respeito a inclusão de auxilio alimentação da classe educadora analisando as propostas feita pela categoria.

Vereador Joelso Pontes (PP)

O vereador cumprimentou a plateia na pessoa se sua irmã Joelma Pontes e demais presentes, os servidores da Casa Legislativa demais vereadores na pessoa do Presidente Rogério Pontes e os servidores da Casa. O mesmo iniciou sua fala abordando acerca dos limites territoriais de Brasiléia e Epitaciolândia, um assunto que se arrasta há 13 anos, desde 2005 e que ainda está em aberto.
O mesmo solicitou um documento oficial à Comissão da Assembleia para que possam discutir o assunto em pauta, pois o mesmo entende que há a necessidade de um contraponto para as soluções dos problemas encontrados nas áreas de limites afetadas, sobretudo pelas comunidades do Riozinho, Maitá, São Cristóvão e Venezuela. Também frisou sobre o comércio eventual e ambulante no município de Brasiléia e solicitou que o Setor de Cadastro notifique a Casa Legislativa com relação a tributos, impostos e taxas cobradas pelos serviços de venda ambulante do comercio livre de Brasiléia. O mesmo finalizou sua fala fazendo um apelo ao Denit, na pessoa do superintendente Caetano, que o mesmo deixasse esta Casa Legislativa informada sobretudo com a prestação de contas da construção da nova Ponte que liga Brasiléia e Epitaciolândia, uma vez que a população se encontra desacreditada.

Vereador e Presidente Rogério Pontes

O Presidente da Câmara cumprimentou ao público presente na pessoa do ex vereador e ex Presidente da Câmara Vagner Galli, demais vereadores e os servidores da Casa Legislativa.
Iniciou seu discurso agradecendo ao esforço das pessoas que residem no Km 75, que vieram solicitar apoio para o conserto de uma ponte naquela comunidade e que graças a agilidade do Secretário de Obras Carlinhos do Pelado a mesma foi solucionada em tempo hábil, antes mesmo da chegada do Presidente ao local. O Presidente deixa registrado seu profundo agradecimento ao Secretário responsável e toda sua equipe. Ainda no uso da Tribuna manifestou seu contentamento com a realização do dia das mães nesta sexta-feira dia 11, onde teve a oportunidade de participar e sentir de perto a satisfação de todos os envolvidos no evento realizado pela prefeitura de Brasiléia. O Presidente também fez menção às críticas e aos ataques que alguns vereadores desta Casa têm recebido através das redes sociais, mas entende que todo ser que se dedica a esta função deverá estar preparado psicologicamente para enfrentar tais ofensas e colocar sempre em primeiro lugar o bem da população e ainda exemplificou a Prefeita Fernanda Hassem, que sempre abraçou todas as causas de Brasiléia e ainda assim sofre críticas pela oposição. Finalizou parabenizando a todos os vereadores e a prefeita pelos trabalhos realizados em prol do município.

Telejornal 3 de Julho 10ª Edição

Veja nesta edição: Médico do município de Brasileia vai a óbito após sofrer um acidente em São Paulo; Marcha Para Jesus leva multidão às ruas de Rio Branco; Prefeitura de Brasileia realiza festa do Dia das Mães ; Município de Epitaciolândia cedia a 4ª edição do movimento viver ciência; Operação apreende quatro traficantes em Epitaciolândia; Prefeita Fernanda Hassem participa de reunião com Ministro da Educação; Excesso de velocidade resulta em acidente na Marinho Montes, em Brasileia; Em menos de 12 horas 4 jovens foram executados em Rio Branco; Trabalhador luta com 4 criminosos e funcionários da limpeza são quem atende na recepção do hospital de Brasileia, curta a nossa Página do Facebook e se inscreva no nosso canal do YouTube.

Vereador vai à Aleac apresentar pedido de impeachment do governador Tião Viana

Vereador diz que vai a Aleac impetrar um pedido de Impeachment do Governador Sebastião Afonso Viana Macedo das Neves, do PT.

Acompanhado dos vereadores Célio Gadelha (PSDB) e N. Lima (PSL), o advogado e vereador Roberto Duarte (MDB) protocolou no início da tarde desta terça-feira, 15, na Assembleia Legislativa, pedido de impeachment do governador Sebastião Viana. O documento foi entregue ao deputado estadual Luiz Gonzaga (PSDB), membro da oposição.

O pedido de impeachment tem 10 páginas. Nele, Duarte argumenta que o governador do Acre gastou com a despesa total com pessoal um percentual de 62,71% ficando acima do limite de 60%, o que infringe a Lei de Responsabilidade Fiscal.

“O Governo ao longo de 2017 encheu a máquina pública estadual com servidores sem respeitar as finanças públicas do Estado. Ou seja, sem planejamento para realizar tal despesa”, afirma.

Ainda segundo documento, o Poder Executivo gastou com pessoal um total de R$ 2.408.736.386,43, o que representa 53,86% da receita corrente líquida apurada em 2017. Ou seja, o Chefe do Poder ordenou despesa com pessoal acima do limite de 49% estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal em 4,86%, afirma o advogado no pedido de impeachment.

“O Chefe do Poder Executivo do Estado, comete crime de responsabilidade ao não obedecer ao limite com pessoal como ocorreu em 2017, com fulcro no art. 169 e seus parágrafos da Carta Magna de 1988. Sebastião Viana, incorreu em provimento de cargos públicos sem observar o limite legal previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal, o que pode ser considerado um crime de improbidade administrativa que também é uma forma de crime de responsabilidade”, detalha Roberto Duarte no documento.

O vereador afirma que, embora não possua, como legislador municipal, prerrogativas para pedir o impeachment do governador, usa seu direito de cidadão, conforme prevê a Constituição Estadual. “Qualquer cidadão pode entrar com pedido impeachment”, lembra.

Telejornal 3 de Julho 10ª Edição

Veja nesta edição: Médico do município de Brasileia vai a óbito após sofrer um acidente em São Paulo; Marcha Para Jesus leva multidão às ruas de Rio Branco; Prefeitura de Brasileia realiza festa do Dia das Mães ; Município de Epitaciolândia cedia a 4ª edição do movimento viver ciência; Operação apreende quatro traficantes em Epitaciolândia; Prefeita Fernanda Hassem participa de reunião com Ministro da Educação; Excesso de velocidade resulta em acidente na Marinho Montes, em Brasileia; Em menos de 12 horas 4 jovens foram executados em Rio Branco; Trabalhador luta com 4 criminosos e funcionários da limpeza são quem atende na recepção do hospital de Brasileia, curta a nossa Página do Facebook e se inscreva no nosso canal do YouTube.

Por Luciano Tavares / ac24horas