Homem é preso portando arma de fogo no bairro Triângulo Novo

Jovem que estava portando arma de fogo foi preso no bairro Triângulo Novo, em Rio Branco. Os militares encontraram o meliante na rua Padre José.

 Por Assessoria PMAC 

Policiais do Segundo Batalhão de Polícia Militar (2° BPM), apreenderam uma arma de fogo na manhã desta sexta-feira, 03, no bairro Triângulo Novo, segundo distrito de Rio Branco.

A guarnição estava em patrulhamento quando foi abordada por um senhora que passou as características de um indivíduo que estava andando armado na região. Os militares encontraram o meliante na rua Padre José.

Ao realizar a abordagem foi encontrado na cintura do homem um revólver calibre, 38 com quatro munições. O indivíduo foi conduzido a delegacia para as providências cabíveis.

Polícia Militar recupera dois veículos roubados em Rio Branco

Polícia Militar recupera um Celta de cor preta e uma motocicleta Honda Bros  no 2° Distrito de Rio Branco.

 Por Assessoria PMAC 

Em ocorrências diferentes, as guarnições do 2° Batalhão de Polícia Militar (2° BPM) recuperaram dois veículos com restrição de roubo.

De acordo com os militares, foram recuperados um GM/ Celta de cor preta, de placa NAE 70XX e uma motocicleta Honda Bros de cor vermelha, de placa MZR 56XX.

O carro foi localizado na região da Vila Acre e a moto na rua Pinheiro, bairro Jacarandá. Os dois veículos foram conduzidos para Delegacia de Polícia Civil para posteriormente serem devolvidos aos proprietários.

Polícia apreende drogas e recupera moto roubada em Rio Branco

Os bens foram recuperados logo após o cometimento do roubo e foram entregues na Delegacia de Investigações Criminais (DIC).

 Por Assessoria  PMAC 

Durante o serviço operacional da tarde desta quarta-feira, 01 de novembro, homens do 2* Batalhão de Polícia Militar (2* BPM) apreenderam em pontos distintos do 2* distrito da capital, drogas e recuperaram uma motocicleta. Durante as ações uma pessoa foi presa por tráfico de drogas.

Na primeira ocorrência, a guarnição de Rádio Patrulha (RP) realizava patrulhamento ao longo da Via Chico Mendes, quando visualizou uma dupla em fundada suspeita, transitando em uma motocicleta. A equipe policial conseguiu interceptar os dois e proceder a uma abordagem.

Na busca pessoal foi encontrado em posse do garupa, uma meia com 77 pedras de crack e 13 papelotes de cocaína. O abordado assumiu a propriedade da droga e informou que o motorista não tinha conhecimento da substância entorpecente. O autor foi preso e o motorista conduzido como testemunha da prisão.

GPS auxilia na recuperacao de motocicleta

Uma equipe do Policiamento Motorizado do 2* BPM contou com o auxílio do GPS do celular da vítima, para recuperar no Parque Industrial, região da BR 364, uma motocicleta roubada, celulares e documentos pessoais. Os bens foram recuperados logo após o cometimento do roubo e foram entregues na Delegacia de Investigações Criminais (DIC).

Polícia Militar realizam 1ª corrida Proerd Kids, em Rio Branco

Polícia Militar em parceria com a Secretaria de Educação realizam 1ª corrida Proerd Kids, na Cidade do Povo.

A Polícia Militar (PMAC) e a Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE) realizaram, na manhã desta sexta-feira, 3, a 1ª Corrida Pedestre do Proerd Kids, maratona para crianças e adolescentes que moram no Conjunto Habitacional Cidade do Povo.

O evento aconteceu na Avenida Afif Arão, próximo à escola Frei André Maria Ficarelli.

A corrida envolveu os alunos de todas as turmas do 1º ano do Ensino Fundamental do estabelecimento educacional, que é um dos beneficiados com o projeto de combate às drogas.

O evento tem como por objetivo incentivar a prática desportiva saudável na comunidade, retirando crianças do risco do aliciamento pelo crime e da dependência química. Também foram entregues medalhas a cerca de 300 crianças, entre 5 e 7 anos, que participaram do Proerd Kids.

A coordenadora estadual do Proerd, Major Eliana Maia, falou a respeito do objetivo do evento "Essa atividade foi um evento para fazer o encerramento da aplicação do curso Proerd Kids tendo como objetivo fortalecer os laços entra a Polícia Militar, comunidade escolar e familiares".

Atuação do Proerd na Cidade do Povo

Tendo como iniciativa o Programa Educacional de Resistência às Drogas e a Violência (Proerd) vem atuando na Cidade do Povo com ciclo de palestras e minicursos para crianças, adolescentes e à comunidade sobre drogas e suas consequências.

No maior conjunto habitacional da região Norte, estima-se que pelo menos 1.471 crianças e adolescentes sejam atendidas pelo Proerd.

O Acre representa o Brasil na final da Word Championships

O ano de 2017 está repleto de emoções para os dirigentes e integrantes da NBHA ACRE do Campeonato dos Três Tambores.

 Por Victor Auguston 

O ano iniciou com a participação na Copa dos Estados, onde os acreanos Natalia Inácio e Luiz Carlos conquistaram pela segunda vez a Taça dos Campões, garantindo que eles também participassem da Word Championships.

Para a diretora financeira da NBHA ACRE, Aparecida Valadão, esse é um momento de reconhecimento do esforço de todos e dos competidores.

“É com muito orgulho e emoção, que a NBHA ACRE anuncia que os representantes do Acre estão na final do mundial! O coração não consegue ficar parado no peito ao ver eles se classificando ontem para a final.

E neste sábado (04) que vamos confirmar a fibra e o esforço dos competidores acreanos. Todos os integrantes da NBHA ACRE estão na torcida”, disse Aparecida.

A final acontece na noite deste sábado e poderá ser acompanhada ao vivo pelo endereço: https://www.barrelhorsenews.com/bhn-webcast. Agora todo o Brasil é Acre e na torcida pela conquista do titulo.

Índios Ashaninka lutam contra a força do narcotráfico na fronteira com Peru

Os Ashaninkas vivem na região do Rio Amônia, em Marechal Thaumaturgo. Comunidade Ashaninka é exemplo de que os povos indígenas acreanos dizem não às drogas.

  Por Arison Jardim 

Francisco Piyãko relata como o povo Ashaninka enfrenta as forças do crime na fronteira com o Peru (Foto: Diego Gurgel/Secom)

No ano de 1999, o povo indígena Ashaninka, que vive ao longo do Rio Amônia, em Marechal Thaumaturgo, no Acre, foi testemunha da ousadia e poder financeiro de traficantes. Os rios, igarapés e caminhos por meio da floresta que separam o Brasil do Peru tornam essa região rota de drogas.

Francisco Piyãko Ashaninka, uma das lideranças da Aldeia Apiwtxa, relata como foi feita a abordagem: “A proposta que fizeram era construir uma pista de pouso dentro de nossa Terra Indígena [T.I.], próximo à linha da fronteira para retirar sua cocaína. Diziam que estava ficando muito difícil pousar em território peruano, perdiam pessoas e dinheiro”, disse.

A proposta, que incluía ainda o pagamento de U$ 50 mil por avião pousado, foi plenamente recusada por toda a aldeia. “Eu pedi a palavra, em nome dos Ashaninka, e falei que como estávamos recebendo uma proposta numa relação de negócio, a nossa resposta era não, nossa comunidade é contra o narcotráfico, tráfico madeireiro e qualquer atividade ilícita, e nossa luta era por liberdade”, declarou Francisco.

O testemunho comprova que há muito tempo o narcotráfico utiliza o Acre como passagem da droga e que as fronteiras brasileiras são frágeis. O Peru é o segundo maior cultivador da folha de coca, planta tradicional usada para a produção da droga cocaína.

O Brasil, além do segundo maior consumidor dessa droga, foi o principal país de partida dela para a Europa, no período de 2010 a 2015. No mesmo período, 33% da cocaína que chega no continente europeu são de produção peruana, o que mostra a dimensão da rota. Os dados são do Relatório Mundial sobre Drogas, lançado pelo Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) de 2017.

Questão nacional

Nas semanas que antecederam o Encontro de Governadores do Brasil pela Segurança Pública e Controle das Fronteiras – Narcotráfico, uma emergência nacional – realizado no dia 27, em Rio Branco -, Piyãko, acompanhado de seu pai e sua mãe, conversaram com o governador Tião Viana para relatarem a preocupação de quem vive diretamente na fronteira.

“Neste momento sentimos que a presença do tráfico de droga é forte nas fronteiras, mas é feito de forma muito discreta. Só ações integradas entre os países, com serviços de inteligência, podem nos falar a dimensão deste problema”, explicou Francisco.

Ele relata ainda um exemplo do risco de violência que correm os moradores de comunidades fronteiriças. “Três líderes Ashaninka da comunidade Saweto, no Peru, vizinho de nossa T.I., foram mortos por narco-madeireiros em 2014, quando vinham nos visitar”, afirma.

A posição do grupo Ashaninka foi clara quanto às drogas e movimentos ilegais em suas terras. Os moradores da aldeia realizam uma vigilância constante na região, contra o mal do narcotráfico e do crime. “Nosso povo Ashaninka não vai ceder aos traficantes, esta é uma escolha nossa nesta fronteira que estamos cuidando. Esperamos que as instituições brasileiras cumpram com seu papel e estejam juntas”, finalizou Francisco.

Homens são presos com arma de fogo e moto roubada em Rio Branco

Homens são presos pela Polícia Militar com arma de fogo e moto roubada durante Operação Comércio Seguro. A prisão ocorreu no Loteamento Farhat, 2° Distrito de Rio Branco.

Policiais do 2° Batalhão de Polícia Militar (2° BPM) prenderam na tarde desta quarta-feira, 1, durante "Operação Comércio Seguro" dois homens com motocicleta roubada e uma arma de fogo. 

De acordo com os militares, Kennedy Maclei de Lopes Alves, 23 anos, e Charles Silva de Freitas Júnior, 18 anos, foram visualizados em atitude suspeita na via Chico Mendes e desobedeceram a ordem de parada.

Foi iniciado um acompanhamento que terminou no Loteamento Farhat, quando o piloto perdeu o controle da motocicleta Yamaha Factor de cor roxa, de Placa NAE 2070, e caiu.

Os militares apreenderam um revólver calibre 38 com três munições intactas, e constataram que a motocicleta era roubada. Os dois foram conduzidos para Delegacia de Flagrantes (Defla) para serem tomadas as providências cabíveis ao caso.

Operação Comércio Seguro

De acordo com o comandante do 2° Batalhão, major Evandro a operação é exclusiva para realizar patrulhamento e abordagens em pessoas em fundada suspeita na área comercial do Taquari, Via Chico Mendes, e Loteamento Farhat.

Polícia Militar frustra assalto com reféns, em Rio Branco

Durante a ação foram presos três homens e apreendido um revólver calibre 38 com seis munições intactas.

Policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope) frustraram um assalto com reféns na noite desta terça-feira, 31, no bairro Universitário ll. 

De acordo com os militares, Samuel Igor de Souza Lima, 19 anos, Rafael Conceição de Souza, 18 anos, e Caio Lima da Silva, 18 anos, renderam uma família, mas quando se preparavam para fugir foram surpreendidos pela guarniçao.

Após alguns minutos de negociação, as quatro pessoas foram libertadas e os assaltantes se entregaram.

A ocorrência foi encaminhada para Delegacia de Flagrantes (Defla) para serem tomadas as medidas cabíveis ao caso.

Polícia Rodoviária inicia Operação Finados nas rodovias que cortam o Acre

Reforço na fiscalização começa na noite desta quarta (1º) e se estende até a sexta (3). Operação Finado reforça a fiscalização durante o feriado.

A Polícia Rodoviária Federal no Acre (PRF-AC) inicia na noite desta quarta-feira (1º) a Operação Finados nas BRs-364 e 317, principais rodoviais que cortam o Acre. O reforço na fiscalização tem o objetivo de evitar acidentes durante o feriado do Dia dos Finados (2).

O superintendente da PRF-AC, inspetor Cezar Henrique, falou que a ação segue até a noite de sexta (3). Ele disse que é fundamental redobrar a fiscalização nas rodovias durante o período já que as pessoas aproveitam para viajar para o interior do estado.

“Pedimos que as pessoas dirijam com mais atenção durante o deslocamento para que cheguem seguros até o destino", complementou.

Henrique acrescentou que o número de acidentes nas rodovias têm reduzido. Ele espera que a redução no número de acidentes se mantenha nesse feriado. "Esperamos que continue baixando, temos comemorado essa redução", concluiu.

Do G1 Acre

Mais bombeiros militares estão aptos a realizar salvamento em altura

Na cerimônia de conclusão do curso, os contundentes receberam certificado e o brevê como ato de condecoração.

 Por Marcelo Torres 

Concentração, determinação, agilidade, foco e superação. Essas são algumas das características dos 31 militares do Corpo de Bombeiros Militar do Acre (CBMAC), que concluíram o Curso de Salvamento em Altura (CSALT). No fim da tarde da última segunda-feira, 30, foi realizada a cerimônia de encerramento com a presença de autoridades, familiares e amigos.

Durante os 30 dias de capacitação os combatentes passaram por diversas simulações, incluindo salvamento em situações extremas, enfrentando variações climáticas, escaladas, transporte de vítimas em locais de difícil acesso, entre outras diretrizes em resgate de vítimas.

“Desenvolvemos mais de 20 tipos de salvamentos em altura, pois a cidade está crescendo de forma verticalizada. Isso faz com que nos preparemos com novas técnicas para situações de emergência, em casos de nos depararmos com salvamento de pessoas em condomínios e prédios ”, destacou o coordenador do CSALT, tenente Daniel Veras.

Para o aluno do curso, Janes da Silva Ferreira, foi uma experiência não só profissional, mas também de vida. “Foram dias de dedicação,  com a motivação e garra de cada discente do CSALT fez com que dos 33 inscritos formasse 31 combatentes aptos em salvamento dessa natureza”, comentou o soldado.

De acordo com o comandante-geral do CBMAC, Roney Cunha, os bombeiros acreanos são referência para outros Estados. “Os nossos soldados realizam constantes capacitações para enfrentarem situações adversas no dia a dia, nas competições nacionais envolvendo os bombeiros acreanos, ficamos sempre entre os primeiros colocados, isso demonstra o zelo que a corporação tem com os seus profissionais, não sendo diferente dos cursos e capacitações, pois exigimos ao máximo dos militares”, concluiu.