Bombeiros evitam fogo em panela deixada no fogareiro em Brasiléia

Caso não fosse apagado, as chamas poderiam ter alcançado o Mercado Municipal e uma galeria comercial.

Bombeiros evitaram na noite deste domingo, dia 1, que mais um incêndio acontecesse na cidade de Brasiléia. O descuido de uma pessoa, por pouco não se transformou em prejuízo após ter deixado uma panela encima de um fogareiro e se ausentado do local.

Os Bombeiros foram acionados por volta das 18h10 através uma ligação para o número de emergência (193), para irem até uma galeria comercial localizada nas proximidades do Mercado Municipal e Rodoviária da cidade de Brasiléia.

No local, encontraram uma panela já em chamas que foi deixada sobre um fogareiro e que as chamas já estavam alcançando a estrutura de madeira. Com ação rápida, foi possível evitar a propagação do fogo.

Este foi o segundo chamado que a equipe dos Bombeiros do 5º Batalhão do Alto Acre neste final de semana. O primeiro foi registrado no Polo Moveleiro localizado na BR 317, (Estrada do Pacífico), quando um curto na rede elétrica em um dos galpões que é utilizado para construção de carrocerias de madeira.

Corpo de homem que sumiu após sair para trabalhar é achado em Tarauacá

Edivan Araújo era responsável por manutenção de bombas adutoras do Depasa em Tarauacá. Homem saiu no sábado para trabalhar e não retornou mais. Corpo foi achado neste domingo (1).

O corpo de Edivan Augusto de Araújo, de 45 anos, que desapareceu após sair para trabalhar, no sábado (31), foi achado na manhã deste domingo (1) no Igarapé Pirajá, no município de Tarauacá, no interior do Acre.

O homem era responsável pela manutenção da estação de captação de água do município e foi achado a aproximadamente 300 metros de onde ficam as bombas adutoras, segundo o Corpo de Bombeiros. A suspeita é que o homem tenha se afogado, mas o laudo cadavérico vai apontar a real causa da morte.

O major dos bombeiros Cláudio Falcão disse que familiares informaram que Araújo saiu de casa no sábado (31) por volta de 6h para trabalhar e não voltou mais.

“Fomos acionados por volta de 17h, mas ele saiu cedo da manhã para fazer o trabalho dele que é a manutenção nas adutoras do Depasa. As pessoas ficaram tentando encontrar ele durante o dia e nos acionaram. Fomos ao local, fizemos uma inspeção breve, mas anoiteceu e retornamos hoje e o corpo foi encontrado”, relatou.

Suspeita de afogamento

O diretor-presidente do Depasa, Edvaldo Magalhães, relatou que Araújo era um funcionário experiente e que trabalhava há anos no órgão. Segundo ele, a estação de Tarauacá fica a 2,7 km da região urbana da cidade e que no sábado (31) choveu bastante no município.

“Geralmente ele chega cedo e vai até o flutuante onde ficam os motores da captação para verificar se está tudo bem. Geralmente, principalmente quando chove, os operadores tomam banho na beira do igarapé devido a lama, pois a captação fica em um ramal. O igarapé tinha enchido devido a chuva e a suspeita é de afogamento”, diz.

Ainda conforme Magalhães, um outro funcionário mora na área, mas não estava no local e chegou apenas às 10h30. O homem percebeu um barulho diferente na captação e uma queda de energia. Ele foi até o local para verificar e não encontrou Araújo, apenas uma camisa dele nas margens do igarapé, uma toalha e na casa onde fica o operador foi achada a mochila do funcionário.

“Tem uma estrutura lá para eles e o local estava aberto, com a mochila, o celular dele e outros objetos pessoais. Depois disso, ele [funcionário que mora no local] retornou para a cidade avisar e começamos o processo de mobilização. Acionamos os bombeiros e registramos um boletim de ocorrência na delegacia”, explica.

O diretor destaca que o caso está em fase de apuração, mas como não há médico legista em Tarauacá o corpo de Araújo foi encaminhado Cruzeiro do Sul para que fosse feita a autópsia e o laudo cadavérico.

“O médico que olhou inicialmente descartou algumas coisas. Ele [Araújo] tinha um ferimento na garganta que poderia ser a suspeita de alguma agressão, mas acredita-se que é devido ao afogamento, pois ele estava enganchado em um pau. Não tinha nenhuma perfuração. Ficamos preocupados que ele tivesse tomando um choque nas bombas, mas também foi descartado. Agora vamos esperar o laudo”, finaliza.

Do G1 Acre

Jovem abandona recém-nascida e avó pede ajuda com doação

Avó levou menina para casa após mãe sair da maternidade sem avisar e não retornar. Família diz que mulher é usuária de drogas. 

Uma jovem, de 25 anos, abandonou a filha recém-nascida na última sexta-feira (30) na Maternidade Bárbara Heliodora, em Rio Branco. A mãe da mulher, a costureira Raimunda de Almeida da Silva, de 43 anos, disse que a filha é usuária de drogas.

A menina, que ganhou dos avós o nome de Pryscila, já recebeu muitas doações de roupas, fraldas e leite, mas a família pede ajuda com a doação de um berço.

“Ela [mãe da recém-nascida] tomou um banho, se arrumou e simplesmente saiu sem dizer nada para ninguém. Meu esposo estava lá cuidando dela, pois tem que ficar um acompanhante. Uns 40 minutos depois ele viu que ela não ia mais voltar, me ligou e então fui para a maternidade ficar com a bebê”, relata a costureira.

Os avós temem machucar a criança durante o sono por isso estão pedindo um berço. “A gente fica até com vergonha, pois sabemos que um berço é caro. Mas, se alguém tiver algum encostado e quiser doar estamos aqui”, esclarece.

Pryscila, segundo a avó, não apresentou nenhum problema de saúde e se alimenta bem. Os interessados em ajudar a família podem encontrar a costureira no atelier onde ela trabalha na Rua Doutor Pereira Passos, nº 183, no bairro Seis de Agosto, no Segundo Distrito de Rio Branco.

“Ficamos felizes que ela não teve nenhum problema. Ela não teve complicações e agradecemos muito por isso”, finaliza.

Do G1 Acre

Bombeiros evitam que incêndio destruísse galpão em Brasiléia

O galpão é usado para construir carrocerias de madeira para pick-ups e caminhões. Bombeiros chegaram a tempo de evitar a propagação das chamas no galpão.

Homens do 5º Batalhão dos Bombeiros do Alto Acre, localizados em Epitaciolândia, conseguiram evitar que as chamas consumissem um dos galpões existentes no Polo Moveleiro localizado no km 8 da BR 317, Estrada do Pacífico, por volta das 8h00 deste sábado, dia 31.

Segundo foi apurado no local, um dos funcionários do galpão ao lado que estava chegando para trabalhar, percebeu que havia fumaça saindo. Ao se aproximar, viu que algo estava queimando dentro e resolveu pedir ajudar a terceiros no local e ligar para os bombeiros.

O galpão é usado para construir carrocerias de madeira para pick-ups e caminhões.

Segundo Josimar Custódio Lima, contou que tiveram que arrombar o portão para poder entrar e tentar apagar o fogo jogando água. Foi quando os bombeiros chegaram a usaram o equipamento adequado para apagar o fogo que se iniciou em uma das mesas usada para cortar ferro.

Foi informado que o proprietário, identificado apenas pelo nome de Marcos, se encontrava na zona rural. Também foi encontrado dentro do galpão, um cachorro que aparentava ter recebido uma descarga elétrica, o que se desconfia que pode ter passado ao lado da afiação da mesa e ocasionado o curto.

“O cão é bravo e ele está parado babando aí desde quando entramos”, disse um dos trabalhadores do Polo. Após apagarem as chamas e salvar o galpão de um grande incêndio, a equipe dos bombeiros iria concluir o caso como curto na rede elétrica, causador do sinistro.

Por Alexandre Lima /oaltoacre

Veículo perde controle e tomba no KM 15 da Estrada do Pacífico

As três ocupantes do carro, a mãe com duas filhas, saíram ilesas do acidente, sendo necessário apenas os Bombeiros levar duas para o hospital para exames de rotina.

Um carro modelo VW/Gol, placas NAF 2790, da cidade de Brasiléia, conduzido pela BR 317 (Estrada do Pacífico) por Roseli Caetano de Souza, de 44 anos, sofreu um acidente quando tentou realizar uma ultrapassagem no km 15, por volta das 11h10

Segundo informações, Roseli estava na companhia de duas filhas, Antônia Vitória Caetano Pimentel, de 18 anos, e a menor M. I. C. P. de 14 anos, quando tentou realizar uma ultrapassagem no trecho citado, mas, resolveu abortar reduzindo a velocidade e tentar voltar para a pista da direita.

Foi quando seu carro teria tocado no outro que ia na mesma direção, fazendo com que perdesse o controle, saindo da estrada. Com um declive na lateral da BR, fez com que o carro tombasse ficando com as rodas para cima.

Com ajuda de terceiros, foi possível fazer contato com a cidade, onde pediram apoio de socorristas do 5º Batalhão do Corpo de Bombeiros, que após realizar os primeiros socorros, conduziu as jovens para o hospital de Brasiléia, onde receberam atendimentos e ficaram em observação. Foi constatado que ambas apenas sofreram lesões leves.

A motorista também não sofreu ferimentos e ficou para prestar informações para uma equipe da Polícia Militar que esteve no local.

Por Alexandre Lima / oaltoacre

Mulher que ficou presa em fios de alta tensão ganha R$ 15 mil na Justiça

Alcione diz que após acidente tem crises de pânico, depressão e toma remédios controlados. O acidente ocorreu em janeiro de 2017.

Mulher ficou presa em fios de alta tensão após poste cair em Rio Branco (Foto: Reprodução)

A agente de endemias Alcione de Souza Silva ganhou na Justiça uma indenização de R$ 15 mil após ficar presa em fios de alta tensão de um poste que caiu em cima dela em janeiro de 2017. A mulher passava de motocicleta na Estrada Dias Martins, em Rio Branco, quando foi atingida pelo poste.

A Eletrobras Distribuição Acre foi responsabilizada pelo acidente e deve pagar a indenização por danos morais à motociclista. A decisão é 1ª Vara Cível da Comarca de Rio Branco e foi publicada no Tribunal de Justiça esta semana. O G1 entrou em contato com a Distribuidora, mas não obteve resposta até a publicação desta reportagem.

Traumas após o acidente

Mais de um ano após o acidente, Alcione ainda tem muitos traumas. Ela conta que não sai mais de casa sozinha e não dirige mais. Ela diz que só dorme com ajuda de remédios.

“Dependendo de psiquiátricos. Não saio de casa só, meu esposo me deixa e busca nos locais. Não dirijo mais, vendi até minha moto. Eles [Eletrobras] estão dando assistência de psicólogos, psiquiatras”, detalhou.

Ela contou à reportagem que ainda não foi informada da decisão pelo advogado dela, mas esse não foi o valor pedido na ação. A mulher disse que já foi oferecido esse valor e ela não aceitou.

“Já tinham oferecido R$ 15 mil, mas não aceitei. Estou sabendo agora, meu advogado não me ligou ainda. Estou prejudicada até hoje. Faço tratamento porque tenho crises de pânico, depressão e tomo remédios controlados”, comentou.

Acidente

Um ano após o acidente, Alcione disse que lembra vários detalhes do dia. A agente relembrou que viu o poste desabando sobre ela logo que saiu da rotatória. No dia, um sargento do Corpo de Bombeiros, que estava de folga, passava pelo local e fez os primeiros atendimento à mulher.

“A única coisa que falei foi ‘meu Deus’ e apaguei. Quando tornei só vi as pessoas dizendo que estava pegando fogo, que eu estava morta. Pensei que estava morta, tinha um cheiro de gasolina e pensei que estava morrendo queimada. Foi quando virei, vi sangue na minha boca e percebi que não estava morta”, lamentou.

Do G1 Acre

Polícia Rodoviária inicia Operação Semana Santa em rodovias do Acre

Monitoramento intensivo das rodovias ocorre até segunda-feira (2). PRF pede cuidado redobrado nas estradas. PRF inicia operação Semana Santa nesta quinta-feira no Acre.

Por causa do feriado da Semana Santa, a Polícia Rodoviária Federal no Acre (PF-AC) iniciou o monitoramento nas rodovias federais que cortam o estado a partir desta quinta-feira (29). O reforço do policiamento se estende até a segunda-feira (2).

A fiscalização da PRF vai se concentrar nos trechos de rodovia com maiores índices de acidentes e crimes, segundo informou o superintendente da PRF-AC, Cezar Henrique. A operação tem o objetivo de reduzir o número de acidentes e garantir maior segurança e fluidez no trânsito.

Nas ações, os policiais rodoviários vão verificar excesso de velocidade, uso de álcool pelos motoristas, cinto de segurança, transporte seguro de crianças e ultrapassagens indevidas.

“A gente vai aumentar a fiscalização e intensificar as ações de bafômetro e excesso de velocidade com radares, que vão ser colocados em pontos dinâmicos e estratégicos, ou seja, pontos de maior movimento. Nosso objetivo é reduzir os acidentes o máximo possível, com a presença intensificada da polícia”, informou o superintendente.

A PRF orienta que os motoristas redobrem a atenção e façam a revisão do carro. Outra recomendação é para que os motoristas respeitem as sinalizações e limites de velocidade.

Do G1 Acre

Urgente: Avião de empresa aérea da Bolívia sai da pista após pouso

Foto divulgação Facebook Um avião turbo hélice de pequeno porte da empresa boliviana Amaszonas Línea Aérea, sofreu um sinistro no aeroporto da cidade de Riberalta, localizada no estado El Beni.

Um avião turbo hélice de pequeno porte da empresa boliviana Amazonas Línea Aérea, sofreu um sinistro no aeroporto da cidade de Riberalta, localizada no estado El Beni, poucos quilômetros da fronteira com Rondonia (RO).

As informações oficiais ainda não estão sendo divulgadas, mas, várias imagens feitas por celulares e postadass em redes sociais, mostram o avião fora da pista e sendo observado por muitos curiosos, enquanto funcionários realizam o esfriamento da aeronave.

Segundo um jornalista de Cobija, o incidente ocorreu quando o avião havia pousado no início da tarde desta quinta-feira, dia 29, mas não conseguiram parar a tempo e saiu da pista, ficando inclinado.

Foi informado inicialmente que ninguém, tanto da tripulação quanto passageiros (número não divulgado), não sofreram ferimentos.

Foi registrado apenas danos materiais na aeronave. Até o momento, nenhum informe oficial foi divulgado sobre o incidente.

Por Alexandre Lima / oaltoacre

Em Manoel Urbano, psicóloga consegue na Justiça garantia do FGTS

Ente Público tem 15 dias, após o trânsito em julgado, para cumprir com a obrigação, sob pena de multa diária.

O Juízo da Vara Única da Comarca de Manoel Urbano determinou que o Município de Manoel Urbano regularize o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) da autora do Processo n°0001191- 84.2016.8.01.0012 junto a Caixa Econômica Federal, pelo tempo que a psicóloga prestou serviços à prefeitura.

Na sentença, publicada na edição n.° 6.086 do Diário da Justiça Eletrônico, da terça-feira (27), a juíza de Direito Carolina Bragança, titular da unidade judiciária, estabeleceu que o Ente Público tem 15 dias, após o trânsito em julgado, para cumprir com a obrigação, sob pena de multa diária de R$ 300.

A psicóloga contou que prestou serviços ao requerido no período de maio de 2015 a dezembro de 2016, contudo não foi efetuado os depósitos de FGTS. Por isso, a autora recorreu à Justiça pedindo a condenação do Município.

Sentença

A magistrada analisou a situação do caso e verificou ser direito da psicóloga receber o FGTS, mesmo com contrato temporário de trabalho junto ao Ente Público. A juíza titular da Comarca de Manoel Urbano embasou sua decisão no entendimento pacificado da jurisprudência sobre a questão de pagamento da verba.

“Entretanto, a jurisprudência pátria tem entendido que, ainda que a contratação seja irregular e o contrato de trabalho nulo, alguns direitos trabalhistas devem ser resguardados. Entre eles, evidencia-se o depósito do FGTS. Nesse sentido, resta concluir que o trabalhador temporário, mesmo contratado pela Administração Pública, seja no âmbito federal, estadual, distrital ou municipal, tem direito ao FGTS, porquanto garantido por Lei”, concluiu a magistrada.

Por tjac.jus.br

Homem é condenado por desacatar policial durante abordagem

Réu ainda se identificou sendo de organização criminosa. Na dosimetria, a pena não foi substituída por restritiva de direitos, devido aos maus antecedentes do réu.

O Juízo da 2ª Vara Criminal da Comarca de Rio Branco condenou R.A.N por desacato. A decisão sobre o Processo n° 0004189-79.2015.8.01.0070, determinou sete meses e sete dias de detenção, a ser cumprida em regime aberto.

Nos autos, é relatado que o réu foi abordado pela polícia sobre a denúncia de ter um mandado de prisão em aberto. Na ocasião, apresentou resistência afirmando pertencer a uma facção e chamou o agente de “palhaço”.

O juiz de Direito Gilberto Matos, titular da unidade judiciária, assinalou que o acusado ao se identificar sendo de organização criminosa, o fez com nítida intenção de intimidar o policial responsável pela ocorrência.

O réu encontra-se em local incerto e desconhecido, apesar de ser natural de Tarauacá residia no bairro Sobral, em Rio Branco. Desta forma, por meio do edital, publicado na edição n° 6.080 do Diário da Justiça Eletrônico (fl. 78), foi intimado quanto ao teor da sentença prolatada e validada o prazo para que este interponha recurso.

Na dosimetria, a pena não foi substituída por restritiva de direitos, devido aos maus antecedentes do réu.

Por tjac.jus.br