Cine Amazônia fará apresentação em Assis Brasil no dia 3 de agosto

O evento acontecerá na Concha Acústica SD Marinho Gonzaga de Lima e contará com a participação internacional do Palhaço Cloro.

O Festival de Cinema Ambiental – Cine Amazônia, estará em Assis Brasil no dia 03 de agosto com o espetáculo “um grito de amor pela natureza”. 

O Núcleo Estadual de Educação é parceiro do projeto e responsável pela mobilização da comunidade local.

“O Cine Amazônia é um projeto que existe há 15 anos e já esteve em Assis Brasil com apresentação do melhor do cinema nacional. Este ano nossa cidade foi contemplada mais uma vez e vamos receber toda estrutura de um grande cinema ao ar livre”, informou Jerry Correia, Coordenador do Núcleo da SEE em Assis Brasil.

Desde 2003, o Fest Cineamazônia tem colocado a natureza no lugar que ela merece: em primeiro plano, fazendo dela a estrela principal de um dos mais importantes festivais de cinema do Norte do país.

O objetivo central do Cineamazônia é fazer a junção entre a sétima arte e o meio ambiente, divulgando e promovendo a mensagem pela sustentabilidade, o respeito à natureza e à tradição dos povos que dela dependem. Isso sem esquecer de divulgar, integrar e promover discussões em torno da produção de cinema e vídeos nacionais e internacionais,legendados ou narrados na Língua Portuguesa.

Mais que apenas a exibição de filmes, o Cineamazônia também tem como missão a integração social através do cinema. Para alcançar isso, não se limita às salas de cinema convencionais e vai até onde a comunidade está.

Adquiriu o formato itinerante, levando cultura à comunidades esquecidas pelos grandes centros. Em comunidades quilombolas e ribeirinhas, nas praças centrais e nos subúrbios de Porto Velho, nos terreiros de umbanda, circos e campos de pelada, não há local em que o festival não vá por entender que não se deve haver fronteiras entre população e o cinema.

O Fest Cineamazônia o meio ambiente não existe somente através da produção independente de trabalhos audiovisuais, mas como um espaço de várias cenas e um objetivo comum: colocar a arte e a técnica da sétima arte a serviço da preservação da natureza e da sustentabilidade da vida no planeta.

Cinema em Assis Brasil

Incêndios em casas são registrados em Rio Branco e Tarauacá

Em Tarauacá, incêndio em casa tem indícios de ser criminoso, dizem Bombeiros. Ocorrências foram registradas na tarde desta terça-feira (25).

Incêndios em casas

Apartamento ficava conjugado a uma casa em bairro de Rio Branco. Casa de madeira foi tomada pelo fogo em Tarauacá (Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros)

O Corpo de Bombeiros das cidades de Rio Branco e Tarauacá registrou, na tarde desta terça-feira (25), duas ocorrências de incêndios a casas. A primeira foi na capital, no bairro Volta Seca, travessa Cruzeiro do Sul. O incêndio foi em um apartamento que era conjugado com uma casa.

A causa pode ter sido um curto-circuito, segundo os Bombeiros, e o fogo danificou dois cômodos e alguns móveis e não chegou a danificar a casa da frente. Quatro viaturas se deslocaram para o local com mais ou menos 14 combatentes.

Já em Tarauacá, o fogo consumiu uma casa de madeira de 45 m² que ficava na Rua Raimundo de Paula, bairro Senador Pompeu. De acordo com os bombeiros, houve perda total e há indícios de que o incêndio tenha sido criminoso. As duas ocorrências não registraram vítimas.

O major do Corpo de Bombeiros, Cláudio Falcão, explicou que pela edificação ser de madeira, o fogo se alastra mais rápido. "Foi mais ou menos meia hora de combate, mas madeira é bem mais fácil consumir e também muitos curiosos na rua acabaram tumultuando e dificultando o acesso a local", destaca.

apartamentoDo G1 Acre

Edital oferece R$ 630 mil para projetos para povos indígenas no Acre

Propostas devem contribuir com a preservação de terras indígena, com foco na prevenção ao desmatamento. Cada projeto selecionado deve receber R$ 90 mil.

Sistema de Incentivos a Serviços Ambientais (Sisa) do governo acreano está selecionando projetos ambientais que beneficiam povos indígenas no estado. As inscrições devem ir até o início do próximo mês e oferecem R$ 90 mil para cada iniciativa escolhida, totalizando um recurso de R$ 630 mil.

Os projetos devem ser direcionados ao “reconhecimento e respeito aos direitos dos povos indígenas com relação às suas terras, culturas e costumes tradicionais”, bem como incentivar a manutenção dos serviços ambientais, redução e prevenção do desmatamento nas terras indígenas, afirma o texto, publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) no início deste mês.

De maneira prática, as ações devem reforçar iniciativas de gestão e proteção territorial; contribuir para a conservação e o uso sustentável da floresta; apoiar a segurança alimentar; valorizar conhecimentos tradicionais e manifestações culturais; fortalecer as comunidades; e ainda empoderar as mulheres indígenas.

Os investimentos são destinados à aquisição de equipamentos, construção de pequenas estruturas, implantação de unidades de produção, insumos, pagamentos de pessoas físicas para o cumprimento das atividades previstas e treinamentos.

As propostas podem ser enviadas em um prazo de 30 dias após a publicação, feita no último dia 11. De acordo com o edital, o formulário pode ser acessado no DOE, na página oficial do governo ou solicitado pelo e-mail: povosindigenas@ac.gov.br. O prazo de execução dos projetos é até novembro deste ano.

indigenas

Conta de luz vai ficar mais cara a partir do mês de agosto, informa Aneel

É só o que faltava na bandeira vermelha!!! A bandeira tarifária nas contas de luz deverá voltar a ser vermelha em agosto.

Isso significa uma cobrança adicional junto aos consumidores da Eletrobras Distribuição Acre.

Em junho, a bandeira tarifária foi verde, sem cobrança extra, e em julho a bandeira foi amarela, o que gera um custo adicional para os consumidores de R$ 2 a cada 100 kilowatts-hora. Na bandeira vermelha o adicional é de 3 reais.

A expectativa inicial, de acordo com previsões do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) era de bandeira amarela durante todo o período seco atual (de abril a novembro), com acréscimo de R$ 2 a cada 100 kWh consumidos.

Em maio, porém, a situação se agravou e a bandeira foi vermelha, no primeiro patamar.

No mês seguinte ocorreu o contrário e um aumento de chuvas provocou a bandeira verde em junho, retomando ao patamar amarelo em julho. 

talão de luz

Com informações do Valor Econômico.

Vídeo: O preço da gasolina na Bolívia é de um real e vinte centavos

Enquanto na Bolívia a gasolina custa R$ 1,20, nos municípios de Brasiléia e Epitaciolândia a gasolina custa R$ 4,50, com o aumento os os taxistas e mototaxistas afirmaram que não vão fazer reajuste por respeitos aos passageiros.

GASOLINA NA BOLIVIA 1,20 NO BRASIL

Na manhã desta terça-feira, nossa equipe de reportagem esteve no Departamento de Pando para ver de perto a diferença de preços da gasolina boliviana comparada com a do Brasil, que passa por dentro do território brasileiro.

De acordo com a receita federal, a Bolívia usa apenas as vias de acesso para transportar o combustível até a cidade de Cobija, capital do Departamento de Pando.

A gasolina é vendida nos postos de combustíveis de Cobija pelo preço de R$ 1,20 (um real e vinte centavos), já nos municípios de Brasileia e Epitaciolândia esse preço passa para R$ 4,50 (quatro reais e cinquenta centavos) por litro.

Os taxistas e mototaxistas que mais gastam o combustível, afirmaram que mesmo com o aumento não vão fazer reajuste por respeitos aos passageiros da fronteira.

 Veja o vídeo: reportagem Almir Andrade 

Por Almir Andrade / noticias da fronteira

Juiz do DF manda suspender decreto que aumentou o combustíveis

Aumento foi anunciado pelo governo na semana passada e atingiu gasolina, etanol e diesel. AGU diz que vai recorrer da decisão.

posto de casolina

O juiz substituto Renato Borelli, da 20ª Vara Federal de Brasília, determinou nesta terça-feira (25) a suspensão imediata do decreto publicado na semana passada pelo governo e que elevou a alíquota de PIS/Cofins que incide sobre a gasolina, o diesel e o etanol.

Procurada, a Advocacia-Geral da União (AGU) informou que vai recorrer da decisão assim que for notificada.

A decisão liminar (provisória) vale para todo o país e atendeu a pedido feito em uma ação popular, movida pelo advogado Carlos Alexandre Klomfahs.

Apesar de determinar a suspensão imediata do decreto, tecnicamente a decisão só vale quando o governo for notificado. A decisão também determina o retorno dos preços dos combustíveis.

O aumento começou a valer na sexta (21). Segundo o governo, a tributação sobre a gasolina subiu R$ 0,41 por litro e mais que dobrou: passou a custar aos motoristas R$ 0,89 para cada litro de gasolina, se levada em consideração também a incidência da Cide, que é de R$ 0,10 por litro.

A tribuntação sobre o diesel subiu em R$ 0,21 e ficou em R$ 0,46 por litro do combustível. Já a tributação sobre o etanol subiu R$ 0,20 por litro.

Borelli aponta que a decisão do governo de elevar a tributação sobre os combustíveis via decreto é inconstitucional. De acordo com o juiz federal, "o instrumento legislativo adequado à criação e à majoração do tributo é, sem exceção, a Lei, não se prestando a tais objetivos outras espécies legislativas."

Ele aponta que a medida do governo prejudica o consumidor e não respeitou o princípio segundo o qual nenhum tributo será cobrado antes de noventa dias da publicação da lei que o instituiu ou aumentou.

"Não pode o Governo Federal, portanto, sob a justificativa da arrecadação, violar a Constituição Federal, isto é, violar os princípios constitucionais, que são os instrumentos dos Direitos Humanos", afirma Borelli na decisão.

Contas públicas no vermelho

Com o aumento da tributação sobre os combustíveis, o governo espera uma receita adicional de R$ 10,4 bilhões no restante de 2017. O objetivo da medida foi elevar a arrecadação federal, que neste ano tem ficado abaixo da esperada.

Por conta da baixa arrecadação, o governo enfrenta dificuldades para cumprir a meta fiscal deste ano, que é de déficit (despesas maiores que receitas) de R$ 139 bilhões.

Junto com o aumento na tributação dos combustíveis, o governo anunciou o bloqueio de R$ 5,9 bilhões do orçamento de 2017.

De acordo com a Receita Federal, no primeiro semestre a arrecadação cresceu 0,77%. O resultado positivo, porém, se deu pelo aumento das receitas do governo com royalties pagos por empresas que exploram petróleo no país – a receita com impostos e contribuições caiu 0,20% no período.

combustíveis

Por Mariana Oliveira, TV Globo, Brasília

Acusado de matar mulher a pauladas em Sena diz que não se lembra de nada

O acusado de matar a mulher gravida, Nilton Silva, já cumpriu pena no presídio local por tráfico de drogas.

Nilton Silva já cumpriu pena no presídio local por tráfico de drogas

O ex-presidiário Nilton Silva da Costa, 31 anos de idade, acusado de matar na noite desta segunda-feira a jovem Carla Ferreira da Silva, 18 anos, conhecida como “Ruiva” disse à imprensa nesta manhã que não se lembra de basicamente nada do que aconteceu.

Nesse momento ele se encontra preso na Unidade de Segurança Pública de Sena, mas deverá ser transferido para o presídio nas próximas horas após ser interrogado pelo delegado Marcos Frank.

“O que eu posso contar é que ontem fomos na praça, andamos por lá e fomos pra minha casa. Mas, o que aconteceu lá dentro de casa eu não me recordo. Estou arrependido”, disse o acusado.

Nilton Silva já cumpriu pena no presídio local por tráfico de drogas.

Natural de Jaru (Rondônia), Carla Ferreira da Silva, 18 anos, estava residindo atualmente em Sena Madureira e teria conhecido o acusado em um bar na noite de ontem.

Ela foi morta com pauladas na cabeça e seu corpo foi encontrado na manhã na Rua Piauí, região do antigo Centro Social Urbano (CSU).

Na residência a Polícia encontrou um litro de bebida alcóolica (Camelinho) e uma trouxinha de pasta à base de cocaína.

pauladaTexto Senaonline.net

Motocicleta passa em lombada perde o controle e bate em veículo na capital

Segundo o condutor do carro, a culpa do acidente seria mesmo a lombada. Raimundo Nonato sofreu várias fraturas e um possível traumatismo craniano.

Raimundo Nonato sofreu várias fraturas

Raimundo Nonato Alves Moreira, de 30 anos, sofreu um acidente na noite desta segunda-feira (24), na rua Campo Grande, bairro João Eduardo I, região da Baixada da Sobral, em Rio Branco.

Segundo informações de testemunhas, a vítima trafegava de motocicleta quando, ao passar em uma lombada, teria perdido o controle e fosse parar na outra pista, vindo a bater de frente com um carro que trafegava sentido oposto. Ele foi arremessado no para-brisa do automóvel, tendo várias fraturas, inclusive traumatismo craniano.

A viatura 1 do Samu foi acionada e quando chegou ao local prestou os primeiros atendimentos à vítima, que foi levada para o Pronto Socorro de Rio Branco em estado grave. O condutor do carro permaneceu no local do acidente até a chegada da polícia.

Segundo o condutor do carro, a culpa do acidente seria mesmo a lombada, que teria sido colocado na rua na tarde desta segunda-feira (24), e não estaria devidamente sinalizada. “Ninguém sabia dessa lombada”, diz o condutor que não quis se identificar.

Muitos motoqueiros e carros que passavam pelo local reclamaram do quebra-molas, que segundo eles, por não te sinalização só era percebido quando já estava em cima.

Moradora pedem às autoridades competentes que “ao colocarem quebra-molas na cidade tenham a consciência de manter a população informada, porque saímos para trabalhar, quando voltamos nos deparamos com essas surpresas desagradáveis”, disse a moradora Maria de Fátima.

Rua

Presídio Manoel Neri de Cruzeiro do Sul tem princípio de rebelião

Comando da PM na cidade confirmou que início de rebelião ocorreu na manhã desta segunda-feira (24). No último sábado (22), 16 detentos fugiram por um buraco no telhado.

Após  a fulga de 16 preços no último sábado (22), o Presídio Manoel Neri, em Cruzeiro do Sul, teve um princípio de rebelião na manhã desta segunda-feira (24). A informação foi confirmada pelo Comando da Polícia Militar (PM) da cidade. O Instituto de Administração Penitenciária (Iapen-AC) nega o que o movimento tenha ocorrido.

O major Lázaro Moura, comandante da PM, afirmou que o problema já foi controlado. Não foi divulgado em que pavilhões a confusão ocorreu. “Foi um princípio de rebelião. Eles [presos] tentaram quebrar um pavilhão, mas já foi contido pelos policiais militares que estão no local. Conseguiram acalmar a situação”, disse.

Uma mulher de 25 anos, que pediu para não ter o nome divulgado, contou que não consegue contato com o marido desde a fuga dos detentos. Na entrada da unidade, ela disse que chegou a ouvir o barulho de bombas. O local teve movimentação de viaturas da polícia.

“Meu marido não fugiu e não tem culpa dos outros terem fugido. Ouvimos duas bombas grandes e falaram que tentaram fugir no pavilhão C. Foram chegando muitos carros da polícia e estão lá dentro. Não sabemos de nada”, acrescentou.

Por meio da assessoria de imprensa, o Iapen-AC falou que movimentação de viaturas foi para reforçar a segurança dentro da unidade prisional. Segundo o órgão, os presos chegaram a bater grades no momento de finalização da obra de fechamento do buraco usado na fuga do sábado.

Fuga

Dezesseis detentos fugiram do presídio de Cruzeiro do Sul no sábado e, até esta segunda, somente um deles foi recapturado, segundo a Segurança Pública. Eles fizeram um buraco na laje e saíram pelo telhado por volta da 1h30 sem que os agentes penitenciários percebessem. A penitenciária não possui muro de proteção.

Presídio de Cruzeiro do SulDo G1 Acre

Campanha de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas será lançada no Acre

Segundo o coordenador, a ação é uma iniciativa do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC/ONU), realizada diversos países.

 Por Nayanne Santana 

Despertar a solidariedade com as vítimas e encorajar a sociedade a participar do enfrentamento ao tráfico de pessoas são as propostas da campanha Coração Azul – Para que o sonho não vire armadilha, que será lançada na segunda-feira, 24, às 9 horas, na sede da Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh).

Luiz Fernando Costa, secretário executivo do Núcleo de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas (NETP/AC), explica que no Acre a campanha incluirá diversas secretarias de Estado.

O Ministério da Justiça aderiu à campanha Coração Azul em 2013 e desde 2014, promove no final de julho a Semana Nacional de Mobilização para o Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas.

O informe oficial da campanha Coração Azul explica que o tráfico de pessoas é como um comércio de seres humanos. “Acontece quando a pessoa é levada a uma situação de exploração, mesmo que, de início, tenha concordado.

O tráfico pode acontecer para vários fins: exploração sexual, trabalho equivalente ao de escravo, extração de órgãos humanos, adoção ilegal e vários outros.”

Tráfico de Pessoas

Foto: Internete