Está sendo realizado em Brasiléia o recadastramento biométrico

A tecnologia de biometria vem sendo inserida no estado do Acre desde o ano de 2014. 

A tecnologia vem sendo implantada, facilitando não só o acesso ao voto por parte dos eleitores, mas garante também a segurança do processo eleitoral.

O recadastramento biométrico acontece agora nos municípios de Brasiléia e Epitaciolândia no Cartório Eleitoral de Brasiléia, situado na Av. Rui Lino, centro.

O eleitor tem que se dirigir ao cartório levando documento de identificação com foto, CPF e comprovante de endereço atualizado. Para exercerem o direito ao voto, os eleitores são obrigados a fazer o recadastramento biométrico.

"O recadastramento está acontecendo desde o inicio do ano, mas a campanha será de outubro a novembro. Estamos o dia todo no cartório, das 08:00 às 17:00, sem intervalo para almoço, para conseguirmos realizar todo o recadastramento das duas cidades", ressaltou Vinicius Brito, chefe do cartório da 6ª Zona Eleitoral.

Está sendo realizado em Brasiléia

Juiz normaliza participação de menores no carnaval de Brasiléia

Organização do evento está obrigada a divulgar os termos da Portaria durante a festa, preferencialmente a cada 30 minutos.

O aniversário de Brasiléia é celebrado no dia 3 de julho e tradicionalmente se realiza uma edição de carnaval fora de época, como festa integrante da comemoração local. Então, o Juízo da Vara Cível de Brasiléia tornou pública a Portaria n° 2/2017 na edição n° 5.907 do Diário da Justiça Eletrônico (fl. 100) desta sexta-feira (23), disciplinando a permanência do público infantojuvenil na programação noturna.

A partir das 23h está proibida a presença de menores desacompanhados, tanto nos locais de desfile, baile carnavalesco, assim como perímetro de ruas e avenidas interditado para a realização da festividade.

O juiz de Direito Gustavo Sirena, titular da unidade judiciária, esclarece que as crianças e adolescentes poderão permanecer no local desde que os pais ou responsáveis legais (pessoa que possua autorização judicial escrita com firma reconhecida) não se encontrem em estado de embriaguez ou sob efeito de substância entorpecente.

A organização do evento está obrigada a divulgar os termos da Portaria durante a festa, preferencialmente a cada 30 minutos.  Na publicação, há ainda o alerta sobre situações de risco que devem ser evitadas, como infantes encontrados sozinhos ou perdidos no local, dormindo no interior de veículos, sobre os ombros ou em qualquer local inadequado.

Outra condição de risco é o flagrante criança ou adolescente utilizando ou sob efeito de substância entorpecente ou bebida. Em qualquer uma dessas circunstâncias, o infante será encaminhado imediatamente ao Conselho Tutelar de Brasiléia ou Epitaciolândia, que deverá aplicar as medidas de proteção adequadas.

Conforme previsto nos artigos 101 e 129 da Lei 8.069/90, a infração administrativa gera multa de três a 20 salários mínimos aos pais e responsáveis que descumpram com as obrigações do poder familiar.

Há ainda sanções para pessoas que fornecerem bebida e demais substâncias que causem dependência química, que corresponde à prisão em flagrante delito pelo crime previsto no artigo 243 da Lei 8.069/90, além de outros crimes tipificados na legislação.

O dispositivo também comunica diretamente com os proprietários de hotéis e hospedarias, que não poderão admitir crianças e adolescentes desacompanhados dos pais ou responsáveis, sob pena de violar o artigo 250 da Lei 8.069/90 e sujeitar-se à multa de 10 a 50 salários mínimos, bem como ao fechamento do estabelecimento por 15 dias.

Por fim, no artigo 4º, crianças e adolescentes bolivianos encontrados em situação de risco devem ser entregues à autoridade responsável ou aos policiais daquele país, através do Conselho Tutelar.​

Carnaval em Brasileia acre

Por GECOM – TJAC

Justiça reconhece 1º caso de dupla paternidade em Brasiléia

Menina ganhou o nome dos pais biológico e de criação na certidão de nascimento. Decisão foi divulgada na quarta (21) pelo Tribunal de Justiça (TJ-AC).

A Justiça do Acre permitiu que a pequena Ariany Melo Alves, de 5 anos, tenha na certidão de nascimento os nomes dos pais biológico e de criação em Brasileia. É o primeiro caso dessa natureza na cidade. A sentença saiu há aproximadamente dois meses, mas foi divulgada pelo Tribunal de Justiça (TJ-AC) na quarta-feira (21).

A advogada Giseli Lavadenz, que representou a pai de criação, explica que o pedido da paternidade afetiva foi feito junto com o do pai biológico, ainda em outubro de 2015. Até então, segundo a jurista, a garota só possuía o nome da mãe no registro de nascimento.

O pai afetivo, o empresário Elizeu Melo, de 30 anos, conta que casou-se com a mãe da criança, Juditty melo Alves, também de 30 anos, quando a menina tinha apenas dois meses de vida. O contato de Ariany com o pai biológico ocorreu depois de quatro anos.

“Ele resolveu registrar. Fui orientado sobre essa possibilidade, decidi entrar e, graças a Deus, deu certo. Não é uma questão de papel. Ela já é minha filha, mas, com a decisão do juiz, fica uma coisa registrada perante a lei. A gente sente muita alegria. Eu não tinha nem ideia que seria o primeiro caso da cidade”, revela.

Fundamentação jurídica

A advogada comemora as mudanças que o Poder Judiciário tem adotado em situações semelhantes – sobretudo, no que diz respeito ao amor em caso de “paternidade socioafetiva”. A fundamentação foi baseada em questões como vínculo afetivo e prevalência dos interesses da menor.

“Nós usamos também o princípio da proteção integral, porque a menor tem um seio familiar consolidado, o que ficou bem evidente no relatório psicossocial que foi juntado ao processo. Vejo com alegria essa mudança do Judiciário reconhecendo o amor acima do laço biológico”, fala.

Giseli ressalta que, como não houve recurso, o juízo deve expedir um ofício ao cartório onde a menina foi registrada determinando a inclusão dos dois nomes na certidão. Com isso, ela passa também a ser herdeira legal dos dois pais.

Menina ganhou o nome dos pais biológico em BrasileiaDo G1 Acre

Após 24 horas de angústia bebê é devolvida à família em posto de gasolina

‘Ela dizia que a Bia era filha dela’, conta mãe de bebê. Família diz que vai fazer corpo de delito na criança.

Após 24 horas de angústia, a professora Michele Rodrigues, de 25 anos, está com a filha de 10 meses nos braços. Beatriz Rodrigues do Nascimento foi levada por uma adolescente de 15 anos na tarde de quarta-feira (21) no bairro 6 de Agosto, onde mora com os pais.

A professora conta que a jovem é neta de um vizinho do casal e era acostumada a brincar com a criança, porém, na quarta havia fugido com a menina após dizer que ia passear.

A pequena Bia, como é chamada pela família, foi encontrada em um posto de gasolina na Vila Acre, Segundo Distrito de Rio Branco. Segundo a mãe da criança, a adolescente não apareceu e deixou o bebê com uma mulher que entregou aos pais.

“A menina eu nem cheguei a ver. Ela deixou a criança com outra pessoa para me entregar e sumiu. A pessoa que ficou com a criança não soube dizer nada, ela estava em um posto de gasolina e só me entregou o bebê. Tentei segurar ela até a polícia chegar, mas não consegui”, relata a mãe.

A família agora pretende submeter a menina a corpo de delito e diz que vai permanecer com a queixa contra a adolescente. “Ela não fez nenhum mal para a criança, mas dizia que a Bia era filha dela para todo mundo”, conta Michele.

Mesmo com a polícia pedindo que os pais esperassem, a professora conta que, desde que a adolescente levou a menina, começou a peregrinar pelos bairros de Rio Branco em busca de notícias da filha. Foi no Taquari, que uma amiga da adolescente deu pistas sobre o paradeiro da menina.

“Algumas amigas disseram que ela tinha planos de ir para outros lugares com a minha filha. Está com dois anos que moramos no mesmo local e conhecemos ela, que é neta do nosso vizinho. Ela sempre brincava com a Bia, mas nunca saia daqui de casa. Eu não sabia que ela tinha esse transtorno por crianças. Para mim, foi um sequestro”, destaca.

A menina está calma e não apresentou comportamento diferente, segundo a mãe. A família deve procurar uma delegacia para informar que encontrou a criança e dar procedimento à denúncia contra a jovem.

bebê

Do G1 Acre

Caixa vai ofertar mais de 2,2 mil imóveis para financiamento durante feirão no Ac

Total de imóveis ofertados é de R$ 254 milhões, segundo a superintendência. Evento começa na sexta e se estende até domingo (25).

A Caixa Econômica vai disponibilizar mais de 2,2 mil imóveis para serem financiados durante o feirão da Casa Própria, que começa às 16h desta sexta-feira (23) no Centro de Convenções da Universidade Federal do Acre (Ufac), em Rio Branco.

São mais de 6 construtoras e cerca de 7 correspondentes imobiliários Caixa, além de 3 imobiliárias, que ocuparão os estandes do evento. O valor estimado dos imóveis ofertadas são de R$ 250 milhões, segundo a superintendência.

“Temos oferta a partir de R$ 150 mil a até o limite do sonho dele. A gente tem condomínio de alto padrão, com valor acima de R$ 1 milhão. Temos para todas as classes e a Caixa está com todas as linhas em pleno funcionamento para que todo trabalhador possa visitar o nosso feirão da casa própria do Acre”, disse em entrevista do Acre TV, o superintendente da Caixa, Márcio Fiod Martins.

Durante a feira, o cliente pode olhar as plantas dos projetos e escolher qual mais lhe agrada. Além disso, pode fazer a simulação e até fechar o contrato no próprio evento.

“Nós temos uma ilha da Caixa lá no leilão, que vai fazer as simulações e fechar os negócios. A pessoa pode fechar os contratos dentro do feirão”, destaca.

Para requerer o crédito para casa própria na Feira, basta levar documento de identidade, CPF e comprovante de renda. A estimativa, segundo Martins, é que R$ 100 milhões sejam movimentados durante o feirão. Além disso, também vai ter oferta de material de construção e veículos.

Caixa vai ofertar mais de 2,2 mil imóveisDo G1 Acre

Vizinha pega criança de 10 meses para passear e desaparece em Rio Branco

'Ela [vizinha] sempre pegava a Beatriz para passar e voltava logo', contou a tia da pequena, Estefania do Nascimento. Polícia foi acionada pela família da criança e está investigando o caso.

A família da pequena Beatriz Rodrigues do Nascimento, de 10 meses, procura pela menina desde a tarde de quarta-feira (21), quando uma vizinha a pegou para passear no bairro e não retornou. A informação foi repassada pela tia da menina, Estefania do Nascimento. A família mora no bairro Seis de Agosto, em Rio Branco.

“Os pais da criança acionaram a polícia e estão procurando pela vizinha. Ela era acostumada a ficar com a menina quando os pais iam para a igreja. Ficava todo sábado. Ontem [quarta, 21] ela pediu para ir na casa dos parentes dela, que moram aqui perto, e não voltou. Beatriz estava com a roupa do corpo. Ela disse que ia na casa do avô dela para pegar umas coisas”, contou a tia.

Estefania disse ainda que a família da suspeita contou que ela tem 15 anos e não mora no bairro, apenas aparece para visitas. A família da criança descobriu ainda que a vizinha desapareceu com a criança após sair da casa do avô.

“Descobrimos que ela é uma adolescente. Meu irmão mora alugado na frente e tem um rapaz que mora na parte de trás do terreno. Ela começou a andar nessa casa e se engraçou da Beatriz. Meu irmão confiava nela. Sempre pegava a Beatriz para passear e voltava logo. Dessa vez não voltou”, finalizou.

Vizinha pega criança de 10 meses para passearDo G1 Acre

Epitaciolândia: Juiz manda soltar sequestradores de irmão de Polanco

Juiz manda soltar sequestradores de irmão de Polanco presos e diz que delegado abusou da autoridade.

Juiz de Brasileia

Juiz Clóvis manda soltar sequestradores presos de irmão de Polanco e diz que delegado abusou da autoridade ao prendê-los

O juiz Clovis Lodi, da Comarca de Epitaciolândia, mandou soltar os suspeitos de sequestrar o irmão do ex-deputado estadual Ronald Polanco, em Brasiléia, no início de junho. Para ter o fazendeiro libertado, a família precisou desembolsar R$ 150 mil, valor exigido pelos sequestradores que, segundo investigação, são todos brasileiros.

O que chamou a atenção na decisão do magistrado é que, na avaliação dele, os supostos criminosos não poderiam permanecer presos porque estavam fora do flagrante, e o delegado Roberto de Lucena, ao conduzir dois deles à delegacia, agiu fora da lei. Não bastasse, mandou que o Ministério Público do Acre (MP/AC) e a Corregedoria da Polícia Civil abra procedimento que apure a conduta do delegado.

A reportagem conversou com o delegado nesta quarta-feira, dia 21, mas ele não quis comentar sobre o pedido de investigação contra ele. Lucena disse que os investigados foram levados à delegacia, sob um procedimento legal, apenas para averiguação. Eles confessaram o crime e entregaram objetos pessoais da vítima e outros comprados com o dinheiro do resgate.

“Essas pessoas não ficaram presas, mas ficaram para a investigação. Eu entendo que sim [é um procedimento legal]. Eles confessaram o crime. Nós estávamos atrás dos outros comparsas, o restante do dinheiro, essas coisas”, explicou o delegado ao dizer que outras pessoas podem estar envolvidas no caso. “Estávamos nessa investigação, mas tivemos que parar”, completa sem explicar o por quê.

A Secretaria de Polícia Civil do Acre (SEPC) não comentou o assunto. Já a Associação dos Delegados informou que acionou a equipe jurídica para acompanhar o caso e dar assistência ao delegado.

Procurado, o Tribunal de Justiça do Acre (TJ/AC) não respondeu aos questionamentos do site. O juiz Clovis Lodi também não foi encontrado no Fórum de Brasiléia, onde funciona o gabinete dele. Os contatos foram feitos na terça e quarta-feira, mas sem sucesso. Nenhum familiar da vítima quis gravar entrevista sobre o caso

Delegado Roberto LucenaPor Ac24horas

Jovem acreano vira fenômeno com mais de 17 milhões de visualizações

Com suas rimas rápidas e um senso de humor criativo, o jovem Raylton Soares, que soma 27 vitórias em competições de rimas no Acre, em pouco tempo se tornou um fenômeno da internet, tendo mais de 17 milhões de visualizações em seus vídeos.

jovem Raylton

Com 120 mil inscritos no seu canal do YouTube e mais de 110 mil seguidores na sua página do Facebook, o M’c, conhecido na rede como o “Rei das Histórias”, começou a gravar os seus vídeos de forma amadora na Batalha da Ponte, evento realizado por mcs e grupos de HIP HOP locais, periodicamente embaixo da Ponte Metálica (Juscelino Kubitschek), no centro da capital acreana.

Sendo uma das principais referências para os mcs locais e um pioneiro no seu estilo único de contar histórias engraçadas por meio da rima, o jovem de 18 anos que é seguido por uma legião de fãs atualmente mora em Goiânia, onde dá continuidade ao seu trabalho gravando vídeos diariamente com temáticas diversificadas e interagindo com internautas.

“Quando criei o meu canal em 2014, o intuito era divulgar de forma simples o meu trabalho. Comecei postando músicas, batalhas de rimas, entre outros conteúdos e rapidamente tudo mudou”, declarou o jovem que ficou surpreendido com a rápida repercussão do seu conteúdo na rede.

O acreano Raylton Soares

Sobre a sensação de ser reconhecido pelo seu público na web Raylton Soares, afirmou ser inexplicável. “Estão me acompanhando em todas as redes sociais. Uma verdadeira explosão.

É um público formado por várias idades. São crianças, jovens e adultos que diariamente me enviam mensagens de apoio incentivando o meu trabalho”, afirmou.

Raylton Soares, que conversou com a nossa equipe de reportagem pela fanpage @Noticiasdoacre no Facebook, pretende voltar ao estado em breve,  para participar da maior competição de rimas do Acre. O evento ocorre em julho na Expoacre.

 Veja o Vídeo 1 

 Veja o Vídeo 2 

Raylton Soares

Quase 13 mil do Bolsa Família não atualizaram dados em Rio Branco

Somente quase 40% dos beneficiários compareceram aos postos de saúde para acompanhamento, segundo coordenação do programa. Mais de 20 mil recebem benefício em Rio Branco.

A quatro dias para o fim do prazo, quase 13 mil beneficiários do programa Bolsa Família em Rio Branco ainda não compareceram nas unidades de saúde para fazer o acompanhamento semestral, que é obrigatório para os participantes do programa. A informação foi confirmada nesta quarta-feira (21) pela coordenação do programa.

Até esta quarta, somente 8.345 beneficiários procuraram um posto de saúde para atualizar o cadastro, ou seja, 40% estão aptos para continuar a receber o benefício, segundo a coordenadora do Bolsa Família, Kelly Cristina. As pessoas têm até o dia 25 de junho para passar pelo procedimento.

Em Rio Branco, 23 mil famílias estão no programa recebendo o benefício, porém, 20 mil fazem parte do público-alvo e precisam comparecer aos postos para fazer o acompanhamento.

Devem ir às unidades de saúde o titular do cartão, as crianças de 0 a 7 anos, mulheres de 14 a 44 anos e gestantes. O procedimento pode ser feito em qualquer posto de saúde da capital acreana.

Os beneficiários que não procurarem os postos de saúde para o acompanhamento serão notificados e em seguida podem ter o benefício bloqueado. Conforme Kelly, após ficar seis meses bloqueado e não procurar regularizar a situação, a pessoa perde o Bolsa Família.

“Caso a pessoa tenha o benefício bloqueado, ela nos procura e será orientada a regularizar a situação no posto de saúde, depois disso, a gente solicita o desbloqueio. Após seis meses bloqueado é que perde automaticamente. A gente alerta as famílias para que não corram o risco de ter o pagamento bloqueado, porque uma vez bloqueado, é mais difícil para voltar a receber”, afirmou a coordenadora.

Programa Bolsa FamiliaDo G1 Acre

Papa Francisco anuncia visita ao Peru, na fronteira de Assis Brasil

O Papa Francisco estará em Porto Maldonado, no Peru, no dia 18 de janeiro de 2018.

A visita foi confirmada por Miguel Cabrejos, vice-presidente da Conferência Episcopal Peruana (CEP), O pontífice visitará a capital de Madre de Dios, departamento que faz fronteira com o Acre,  por ser “símbolo dos povos originais  e amazônicos”

“Puerto Maldonado é como símbolo dos povos originais e amazônicos. Está muito distante de Lima, a capital –e aí há uma problemática grande –mas também é onde está todo o tema da ecologia e da Amazônia”, disse Cabrejos ao jornal El Comercio, um dos maiores do Peru.

A mineração clandestina e o trabalho infantil são outros motivos para a viagem de Francisco  Porto Maldonado.  “Como todos sabemos, o Papa publicou a encíclica Lauda Laudato Si, que é justamente o convite à responsabilidade que devemos ter com nossa irmã Natureza”, concluiu Miguel Cabrejos.

Papa Francisco estará por três dias no Peru. De Lima ele vai a Maldonado e depois a Trujillo.

Papa Francisco