As formigas sabem quando sua morte se aproxima

As formigas aparentemente sabem exatamente quando a sua morte se aproxima e iniciam a realização de tarefas

As formigas

As formigas

  Foto: Reprodução / WikipédiaCommons / Antbase

Formigas são seres especiais. Suas organizações são incomparáveis. Agora, cientistas descobriram mais um fato curioso sobre elas.

As formigas aparentemente sabem exatamente quando a sua morte se aproxima e iniciam a realização de tarefas mais arriscadas, como por exemplo, procurar por comida em regiões mais distantes do formigueiro.

Entretanto, alguns mirmecólogos (especialistas em formigas) notaram que são as formigas mais velhas as que geralmente realizam os trabalhos de alto risco. Portanto, a primeira hipótese seria de que esse comportamento fizesse parte do seu ciclo biológico normal.

  A fim de testar essa hipótese e tentar verificar se as formigas têm algum mecanismo interno que possa sinalizar o seu tempo de vida restante, um grupo de entomologistas (especialistas em insetos) liderados pelo cientista Dr. Dawid Moron da Universidade Jagiellonian na Polônia, realizaram alguns testes. Por exemplo, eles expuseram as formigas operárias da espécie Myrmica scabrinodis a altas concentrações de dióxido de carbono, reduzindo o tempo de vida desses insetos consideravelmente.

As formigas

As formigas

Logo notaram que essas formigas iniciavam os comportamentos de alto risco ainda jovens. Isso implica que, apesar da sua relativa juventude, elas se comportavam como as formigas velhas, que estavam prestes a morrer.

A presente descoberta também revela sobre o comportamento altruístico das formigas operárias, ao pesar os riscos que podem correr baseado no que resta do seu tempo de vida versus os prejuízos de sua morte precoce para o formigueiro.

 

Pastor quer retirar imagem de Nossa Senhora da praça

Um grupo de católicos reagiu à tentativa de retirada da santa com um abaixo-assinado e um ato de “abraço à santa” no último domingo

Pastor quer retirar imagem de Nossa Senhora Aparecida em Águas Lindas de Goiás (cidade goiana que fica no entorno do Distrito Federal)

Pastor quer retirar imagem de Nossa Senhora Aparecida em Águas Lindas de Goiás (cidade goiana que fica no entorno do Distrito Federal)

Divulgação/Prefeitura de Águas Lindas de Goiás

Uma imagem de Nossa Senhora de Aparecida na cidade de Águas Lindas de Goiás (cidade goiana que fica no entorno do Distrito Federal) tem sido alvo de polêmica entre evangélicos e católicos da cidade. Desde maio, o pastor Edílson Andrade, da igreja Atalaias, tem coletado assinaturas com a comunidade evangélica da região para pedir a retirada da imagem, que fica em uma praça no Jardim Brasília, bairro que fica na entrada da cidade.

Andrade alega que colocar uma santa para representar o município vai contra a Constituição. “O estado é laico. Colocar uma santa na entrada da cidade é desrespeitar outras religiões, não só os evangélicos como também os espíritas. Por que eles não fazem como os umbandistas, que deixam imagens só nos terreiros?”, questiona.

O pastor evangélico afirma que já coletou 3.000 assinaturas e quer mais. “Buscamos 15 mil assinaturas. Vamos fazer uma vigília no dia 21 para pedir a retirada da imagem”, afirma. Ele também diz que, se a prefeitura não fizer a remoção da imagem, pretende ir à Justiça: “Pensamos em entrar com uma ação popular para tirar a estátua.”

Um grupo de católicos reagiu à tentativa de retirada da santa com um abaixo-assinado e um ato de “abraço à santa” no último domingo. De acordo com nota lançada por um grupo que se denomina “Nossa Senhora Aparecida quer ficar no Jardim Brasília”, a imagem tem não deve ser retirada: “A imagem representa o povo que luta e trabalha por esta cidade. Desde 1998 a imagem estava ali no Jardim Brasília”, aponta a nota.

IMAGEM POLÊMICA

Quadro com PM atirando em negro crucificado recebe "asilo artístico" no TJ-RJ após solicitação do deputado estadual Flávio Bolsonaro (PP) encaminhada à presidente do TJ, a desembargadora Leila Mariano. A imagem, criada pelo cartunista Carlos Latuff, mostra um policial fardado atirando contra um homem negro crucificado

Quadro com PM atirando em negro crucificado recebe “asilo artístico” no TJ-RJ após solicitação do deputado estadual Flávio Bolsonaro (PP) encaminhada à presidente do TJ, a desembargadora Leila Mariano. A imagem, criada pelo cartunista Carlos Latuff, mostra um policial fardado atirando contra um homem negro crucificado

Alguns católicos acreditam que a atitude do pastor é fundamentalista: “Estamos lidando com mentalidade religiosa que nos lembra o Oriente Médio, África e Egito. Nos preocupa tal postura. É arriscado termos pessoas que serão demitidas, espancadas e apedrejadas por acreditar na Virgem Maria” diz a nota. A reportagem doUOL tentou conversar com representantes do grupo e da Igreja Católica da cidade, mas não teve retorno até a conclusão dessa reportagem. 

No meio da polêmica, a prefeitura da cidade afirma que, apesar do abaixo-assinado, a imagem não será retirada: “A santa tem valor cultural. Não é tirando o monumento que vamos solucionar a questão. Não é papel do executivo julgar essa questão”, respondeu a prefeitura por meio de assessoria.

Uma das soluções apontadas pelo executivo local seria criar uma outra praça para evangélicos, mas ressalta que não são todos que querem a retirada da santa: “Estamos pensando em criar uma praça da Bíblia. Aí todos ficariam satisfeitos. Lembrando que esse é o movimento de uma congregação”.

Não é a primeira vez que a santa da cidade causa polêmica. No ano passado, um homem de 19 anos deu uma marretada no rosto da imagem e foi preso. À época, o acusado afirmou ser “enviado de Cristo”. Ele foi preso, quase linchado e, após o estrago, a prefeitura fez reparos na imagem da santa.

ABRAÇO SIMBÓLICO

Em abraço coletivo, moradores de Águas Lindas apoiam a imagem de Nossa Senhora Aparecida

Em abraço coletivo, moradores de Águas Lindas apoiam a imagem de Nossa Senhora Aparecida

Edgard Matsuki Do UOL, em Brasília

Mulher quase morre após máquina sugar seus cabelos

Cirurgia de reconstrução demorou 20 horas e vítima ficou em estado de choque

Foto: Grosby Group

Foto: Grosby Group

 FONTE-R7

Uma mulher de 45 anos perdeu todo o cabelo e o couro cabeludo após uma máquina “engolir” os fios durante seu trabalho, em Hanzhong, Província de Shaanxi, noroeste da China. O acidente aconteceu no fim do mês de agosto

Como estava com os cabelos molhados, ela contou que preferiu não colocar um chapéu protetor. Além dos cabelos e do couro cabeludo, ela teve as orelhas, o pescoço e sobrancelhas puxadas pela máquina

Após o acidente, a chinesa foi levada imediatamente ao hospital. Segundo o cirurgião-chefe do Hospital Hanzhong Central City Wang Aiwu, a paciente chegou em estado de choque por causa do sangramento intenso

De acordo com os médicos, como os vasos da pele da cabeça da vítima foram bastante danificados, houve a necessidade de transplantar as seis veias de seus pés em sua cabeça

O médico ainda explicou que o couro cabeludo foi recolocado, pois “estava em uma peça inteira”. A operação durou 20 horas e foi “muito difícil”

Na quarta-feira (4), os médicos anunciaram que a cirurgia de reconstrução do couro cabelo foi bem-sucedida. Porém, só será possível avaliar como ficarão seus futuros cabelos dentro de um mês 

Foto: Grosby Group

Foto: Grosby Group

http://www.3dejulhonoticias.com.br/wp-content/uploads/2013/09/14_48_56_128_file.jpeg

Foto-Grosby-Group

Foto: Grosby Group

Foto: Grosby Group

 

Menina nasce com manchas pretas no corpo

Wang Xinyan, de seis meses, tem diversas manchas negras espalhadas pelo corpo

Wang Xinyan-Foto: Grosby Group

Wang Xinyan-Foto: Grosby Group

Fonte-r7

A menina Wang Xinyan, de seis meses de idade, nasceu na província de Sanming, na China, com diversas manchas pretas em seu corpo

O bebê já nasceu com as manchas, porém, ao longo do tempo, elas foram ficando cada vez maiores

As manchas estão em todas as partes do corpo, inclusive o rosto. A maior fica na parte do peito e dos braços

A família chinesa viajou até a província de Fujian para encontrar um tratamento para a menina, mas os médicos aconselharam o casal a buscar um local especializado

Por enquanto, não existe um diagnóstico definitivo para o problema de Xang Winyan. Os especialistas do Hospital da Província de Fujian afirmam que a família encontrará tratamento especifico para o bebê nas cidades de Pequim e Xangai

Wang Xinyan-Foto: Grosby Group

Wang Xinyan-Foto: Grosby Group

Wang Xinyan-Foto: Grosby Group

Wang Xinyan-Foto: Grosby Group

A família chinesa viajou até a província de Fujian para encontrar um tratamento-Foto: Grosby Group

A família chinesa viajou até a província de Fujian para encontrar um tratamento-Foto: Grosby Group

Egípcios ameaçam mulher que tenta quebrar recorde sexual com 100 mil homens

Aventura pode ser interrompida caso ela tente realizar feito com homens do país.

Ania Lisewska, de 21 anos

Ania Lisewska, de 21 anos

Por -TECH-MESTRE

Uma polonesa de 21 anos está dando o que falar em uma tentativa curiosa de quebrar recordes. Ela pretende ter relações íntimas com nada menos do que 100 mil homens diferentes. 

Ania Lisewska, de 21 anos, ainda não chegou aos 300 desde que começou sua empreitada. Ela recebeu convites de pessoas de vários países para ajuda-la, incluindo Brasil, EUA e Egito. 

“Eu quero homens da Polônia, da Europa e de todo o mundo. Eu adoro sexo, diversão e homens. Na Polônia, sexo ainda é um tabu e todos que querem realizar suas fantasias são considerados devassos, promíscuos ou doentes mentais”, afirmou. 

A aventura, no entanto, pode terminar mal. Isso porque um convite vindo do Egito fez com que Ania recebesse ameaças de islamitas, os quais disseram para ela se manter longe do país de maioria muçulmana. 

O convite teria vindo de Mohammad Abdel Moneim, que trabalha para uma entidade que promove a hospitalidade no Egito. A polonesa havia se animado com a possibilidade de incluir o Egito em seu feito. Ela afirmou que seria um prazer visitar o país por conta de sua beleza, história e homens viris. 

 

A possível viagem, no entanto, enfureceu alguns islamitas. Informações dizem que internautas do país manifestaram sua fúria contra Ania na web, classificando-a como desprezível.

Peixe com rosto “humano” é eleito o animal mais feio do mundo

O concurso foi promovido pela Ugly Animal Society

Blobfish, eleito o animal mais feio do mundo

Blobfish, eleito o animal mais feio do mundo

FONTE-FOLHA DE  SÃO PAULO

O Psychrolutes marcidus, espécie de peixe que habita as profundezas do oceano Pacífico, foi eleito o animal mais feio do mundo.

O blobfish (peixe gota), como é chamado em inglês, cuja aparência lembra um rosto humano, ganhou um concurso realizado na internet com mais de 3 mil participantes.

O concurso foi promovido pela Ugly Animal Society (Sociedade dos Animais Feios), com o objetivo de chamar atenção para as espécies pouco visíveis e conhecidas, mas que fazem seu papel no ecossistema.

O blobfish é capaz de suportar a pressão das grandes profundezas do oceano e tem sido vítima de pesca.

Descobertas em Jerusalém peças de ouro e joias da época bizantina

Tesouro encontrado na Cidade Velha inclui 36 peças de ouro, um medalhão em ouro com um candelabro judaico entalhado e várias joias em ouro e prata

Medalhão de ouro e diversas joias de ouro e prata foram apresentados em Jerusalém Foto: AFP

Medalhão de ouro e diversas joias de ouro e prata foram apresentados em Jerusalém
Foto: AFP

FONTE-TERRA

Arqueólogos israelenses descobriram 36 peças de ouro, um medalhão e várias joias que datam da época bizantina na Cidade Velha de Jerusalém, anunciou nesta segunda-feira a Universidade hebraica da cidade sagrada. A diretora das escavações, Eilat Mazar, citada em um comunicado, mencionou “uma descoberta impressionante que só acontece uma vez na vida”.

O tesouro – que inclui 36 peças de ouro, um medalhão em ouro com um candelabro judaico entalhado e várias joias em ouro e prata – foi descoberto a 50 metros do muro sul da Esplanada das Mesquitas, que muitos judeus chamam de “Monte do Templo” e veneram como local de templos judaicos dos reis Salomão e Herodes. 

Eilat Mazar disse que as escavações neste perímetro tornaram possível descobrir vários objetos da época do templo de Salomão, destruído pelos babilônios em 586 antes de Cristo, segundo a tradição judaica. Mas de acordo com a cientista, descobertas que datam do século VII depois de Cristo são completamente inesperados.

“A explicação mais provável é que (…) o local onde se escondeu o tesouro teria como objetivo destacar onde devia ser construída uma nova sinagoga, em um local próximo ao Monte do Templo”, informou Mazar no comunicado. “O que é certo é que o objetivo (…) foi um fracasso. O tesouro foi abandonado e seu proprietário nunca pode recuperá-lo”, acrescentou.

Levando em conta a época e a forma como os objetos foram encontrados, Mazar considera que foram “abandonados no contexto da conquista persa de Jerusalém em 614”. “Após a conquista de Jerusalém pelos persas, muitos judeus voltaram a esta cidade com a esperança de encontrar liberdade política e religiosa e eram a maioria da população. Mas os persas, com a decadência do seu poder, ao invés de se aliar aos judeus, procuraram o apoio dos cristãos e autorizaram estes a tirar os judeus de Jerusalém”, diz o texto.

Moeda do imperador Adriano é encontrada entre tesouros em Londres

Moeda do imperador Adriano

Moeda do imperador Adriano

Moeda do imperador Adriano

Moeda do imperador Adriano

Moeda do imperador Adriano

Moeda do imperador Adriano

Moeda do imperador Adriano

Moeda do imperador Adriano

Moeda do imperador Adriano

Moeda do imperador Adriano

Moeda do imperador Adriano

Moeda do imperador Adriano

Moeda do imperador Adriano

Moeda do imperador Adriano

Moeda do imperador Adriano

Moeda do imperador Adriano

Túmulo de uma das mulheres mais poderosas da China

A sepultura foi encontrada em mal estado junto com outros acessórios funerários

 Shangguan Wan'er (664-710)

Shangguan Wan’er (664-710)

FONTE-TERRA

O túmulo de Shangguan Wan’er (664-710), reconhecida como uma das quatro mulheres mais talentosas da antiga China e famosa secretária da imperatriz, Wu Zetian (690-705), foi descoberto na cidade de Xianyang, na província de Shaanxi (noroeste), informaram nesta quinta-feira as autoridades locais através da imprensa chinesa.

A sepultura foi encontrada em mal estado junto com outros acessórios funerários, detalharam as autoridades do Departamento de Relíquias Culturais da província. Os arqueólogos concluíram que o túmulo foi construído para Shangguan Wan’er, conhecida como a secretária da imperatriz Wu, segundo as inscrições gravadas na lápide localizada dentro do sepulcro. 

O túmulo foi descoberto perto do aeroporto internacional Xianyang, em Xian, capital de Shaanxi. A jazida do sepulcro foi fechada, enquanto os trabalhos de limpeza continuam em andamento.

O pai de Shangguan e seu avô foram funcionários importantes na China, mas devido a sua oposição à ascensão de Wu, acabaram assassinados. Mais tarde, Shangguan e sua mãe foram vendidas como escravas até que a imperatriz a transformou em sua secretária por seus talentos, tanto na poesia quanto na administração dos assuntos do Estado.

No ano 710, Shangguan foi condenada à pena de morte após se envolver em uma conspiração para dar um golpe de Estado. 

A descoberta do túmulo e de seu epitáfio representa uma grande ajuda para a pesquisa da história na Dinastia Tangs, destacou o investigador da Universidade Normal de Shaanxi, Du Wenyu, citado hoje pelo jornal oficial Global Times.

TUMULO

TÚMULO

TÚMULO

TÚMULO

TÚMULO

TÚMULO

TÚMULO

TÚMULO

TÚMULO

TÚMULO

TÚMULO

TÚMULO

TÚMULO

TÚMULO

Uma menina cambojana que viveu em estado selvagem

Ela foi identificada pelo seu pai devido a algumas cicatrizes 

Fonte da imagem: Reprodução/List Verse

Fonte da imagem: Reprodução/List Verse

Uma menina cambojana de oito anos de idade desapareceu e viveu em estado selvagem por 19 anos em uma floresta. Ela foi descoberta quando um homem viu a menina surgir nua na selva, tentando roubar a sua comida. Segundo a polícia, ela não tinha nenhuma fala inteligível.

Ela foi identificada pelo seu pai devido a algumas cicatrizes de infância nos braços.  As tentativas de reintegrar a moça na sociedade falharam, pois ela era incapaz de aprender o idioma local, preferia rastejar em vez de andar e se recusou a vestir roupas. Além disso, ela eventualmente fugia de volta para a floresta.

FonteList Verse

Um Homem foi encontrado vivendo em uma caverna

 Homem caverna

Fonte da imagem: Shutterstock

Fonte da imagem: Shutterstock

Um homem de 56 anos do Novo México foi encontrado vivendo em uma caverna na propriedade que pertencia ao Departamento de Energia. A moradia improvisada de Roy Moore foi equipada com uma cama, porta da frente, fogão a lenha, painéis solares e até rádio por satélite. Ele tinha vivido na caverna por 4 anos sem ser notado.

Entretanto, a fumaça do seu fogão chamou a atenção das autoridades, que também descobriram mais alguns detalhes por ali: uma singela plantação de maconha. Moore e seus pertences foram retirados e ele foi acusado de violação e crime de narcóticos.

FonteList Verse